A Mão do Diabo


O texto seguinte pode conter spoilers do livro “A Mão do Diabo”

José Rodrigues dos Santos é uma marca ímpar do jornalismo em Portugal, mas não só. Com os seus livros, consegue cativar e entreter as massas ao mesmo tempo que consegue fazer aquilo que de melhor sabe fazer: informar.

A Mão do Diabo, da Gradiva, é um exemplar do que de melhor e de pior José Rodrigues dos Santos pode fazer. 590 páginas que entremeiam acção “hollywoodesca” com informação credível e profundamente reflexiva. Confesso, fui um grande admirador deste escritor em tempos, mas tudo na vida é mudança, e também os nossos gostos pessoais vão mudando. Rodrigues dos Santos é um cozinheiro de sensações, um argumentista genial, um jornalista informado e informante.

Neste livro, ele põe-nos diante dos olhos aquele que é o maior protagonista de todas as suas aventuras: Tomás Noronha. O historiador que, ao longo das suas aventuras se vê diante de códigos que o internam no profundo mundo da História e principalmente na enraizada e sempre polémica teia da Religião, qualquer que ela seja, vê-se diante um problema tão mais real e premente: o desemprego. Tomás Noronha é despedido da Universidade onde lecciona, e essa é apenas a premissa deste livro, onde José Rodrigues dos Santos nos propõe explicar o porquê da atual conjuntura económica e possíveis soluções para a resolver. Este é um livro onde o autor continua a brindar-nos com grandes cenas de ação, enigmas, códigos e seitas secretas, ao mesmo tempo que nos explica detalhadamente os meandros da política europeia e mundial.

Sem título
Capa Gradiva

Rodrigues dos Santos não é um economista, mas teve a preciosa ajuda de consagrados ícones da área para escrever este livro, que bem que se podia chamar: Economia para Leigos, ou A Verdade da Mentira. O autor explica-nos, de uma maneira bem clara, o estado em que se encontra o euro, o problema das PPP’s, como se originou esta crise e a montanha russa cujo desfecho será, invariavelmente, escabroso para todos nós, contribuintes de uma das mais calamitosas economias periféricas europeias. Como “leigo de economia” como qualquer um dos portugueses que tudo o que sabe sobre o tema é o que vê e o que lê nas principais plataformas de informação, este livro foi profundamente esclarecedor, e sinto-me um pouco mais sábio depois de o ler. Rodrigues dos Santos conta-nos a verdade dos factos através da capa a que ele, entre aspas, chama de ficção. A forma como o poderoso Presidente da Comissão Europeia escapa incólume à justiça é verosímil e muito elucidativa.

sem-titulo
Leitura Entediante (fan art Percy Jackson)

Mas nesta Mão do Diabo, nem tudo é um mar de rosas. A leitura deste livro tornou-se pesada e por vezes até entediante. A escrita de Rodrigues dos Santos é básica, muitas vezes até desagradável. As cenas de ação são completamente amadoras. Temos um protagonista que escapa a todos os perigos, que tanto demonstra ser um completo trapalhão como tem sempre ideias para se desenvencilhar e consegue-o sempre com êxito, resolvendo todas as charadas de uma forma super natural. Será que Rodrigues dos Santos esqueceu-se de revelar que o seu herói é um super-herói?

Por outro lado, e por muito que eu tenha ficado completamente rendido às inúmeras informações que o autor nos facultou sobre economia e sobre a crise, Rodrigues dos Santos rouba-nos várias vezes o climax das cenas e também a vontade de ler ao despejar informação páginas em cima de páginas quando estamos imbuídos de adrenalina, sequiosos de saber o que se passará em seguida. Penso que o autor poderia ter gerido muito melhor o livro, e não são precisas 600 páginas para nos contar o que nos contou. Sempre que o livro ficava empolgante, a história colocava um travão. Informação preciosa e muito interessante, mas que em excesso prejudicou cenas vitais do romance. De resto, gostei do final, para mim o mais coerente de toda a obra. Um grande louvor à informação que nos é dada, e ao destino verosímil de quase todos os personagens; uma grande reprimenda ao enredo, que não trouxe nada de novo e chegou a incomodar-me como leitor.

Avaliação: 5/10

Anúncios

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s