O Amigo Fritz


Quando  quero passear, eu passeio; quando quero sentar-me e dormir, sento-me e durmo; quando quero tomar uma cerveja, bebo-a; se me passa pela cabeça a ideia de convidar três, quatro, cinco amigos, convido-os. E queres tu que eu mude tudo isto. Quererias trazer-me uma mulher que voltaria tudo dos pés para a cabeça! Francamente, David, é muito forte!

O texto seguinte pode conter spoilers do livro “O Amigo Fritz”

Erckmann-Chatrian é o pseudónimo coletivo de dois autores franceses: Émile Erckmann (1822 – 1899) e Alexandre Chatrian (1826 – 1890). Juntos escreveram uma grande variedade de livros que fazem parte do património francês, na qual se integra L’ami Fritz, um clássico publicado em 1864. Apesar de a dupla ser famosa pelos seus romances históricos, de terror e de fantasia, pelos seus sentimentos nacionalistas e anti-alemães, este livro fala sobre um senhor bastante abastado, da zona de Hunebourg, dado a namoricos ocasionais, a um bom vinho e a um prato cheio na mesa. Uma pessoa sem grandes responsabilidades com uma vida boémia, travando grandes discursos com os amigos nas mesas de jogo. Porém, a vida deste Fritz Kobus muda repentinamente quando começa a pensar numa menina que o servia e por quem tinha grande afeição, e gradualmente começa a modificar a sua mentalidade. É uma obra de grande prestígio de uma dupla de autores elogiada por grandes nomes como H. P. Lovecraft, Emile Zola e Victor Hugo.

Decidi ler este livro porque uma das propostas que fiz a mim mesmo no início do ano foi pegar nos muitos livros que tenho numa estante e que pertencem à minha família há décadas. Não tive problemas com o livro, que até tem ilustrações esclarecedoras de certas passagens e é pequenino, mas qual a minha surpresa quando, ao virar uma das últimas páginas, dou conta que faltam as últimas duas páginas ao livro? O que vale é que não me parece que ainda fosse acontecer algo de importante.

Sem Título
Capa Zero Papel
SINOPSE:

Fritz Kobus leva uma tranquila e despreocupada vida de solteiro rico. O seu ideal é passar o tempo a cuidar da sua bem recheada adega, a divertir-se com os amigos solteiros nas cervejarias da cidade e a provocar o velho rabino com as suas ideias materialistas. Fritz recusa peremptoriamente a ideia de se vir a casar e por essa via «perder a sua liberdade». Mas poderá ele resistir aos ternos olhos das raparigas que na sua vida se cruzam?…

OPINIÃO:

Foi uma leitura fácil, acabei por ler a maior parte do livro hoje, mas não fiquei com a melhor das opiniões. Existem algumas passagens interessantes, frases marcantes que fazem pensar, mas o plot é demasiado simplista e sem nada que prenda. A narrativa pareceu de certo modo repetitiva, muitos diálogos para pouca descrição, diálogos a falarem de comida e de bebida. A maior parte dos personagens tinham nomes difíceis de pronunciar, que também me dificultaram a leitura, apesar de não poder indicar esse pormenor como uma falha de autor. Apenas achei interessantes as conversas de Fritz com o rabino David.

A última metade do livro melhorou bastante, com a mudança de atitude do personagem e com aquele ar romântico que os autores lhe deram. A ânsia de Fritz embalou o leitor na sua busca, como se sentisse uma espécie de “solidariedade masculina” para com o personagem, mas não chegou para que o livro se tornasse verdadeiramente interessante. Nunca foi sequer surpreendente.

Toda a linha de ação roçou o novelesco, o banal, o previsível. No entanto, também não posso afirmar que é um livro mau. Foi uma leitura leve, com algumas questões que dão que pensar, e acredito que possa agradar a um público mais dado a histórias de amor.

Avaliação: 5/10

6 comentários em “O Amigo Fritz

  1. Tenho uma colectânea gigantesca com todos os contos de terror destes manos, hihi. Sou o maior!

    1. Muito bem 😛 E os contos são bons? 🙂

  2. Ois Nuno,

    Mais uma vez tens os agradecimentos da minha carteira, já dá direito a um café ahaha

    Abraço

    1. Vamos a isso 😀
      De qualquer forma já não vejo este livro por aí publicado em português, só edições de colecionador, parece-me 😛

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close