O Punhal do Soberano, A Saga do Assassino #2


O texto seguinte pode conter spoilers do livro “O Punhal do Soberano”, segundo volume da série A Saga do Assassino

Robin Hobb é uma das escritoras mais bem-cotadas no mercado internacional, no que concerne a literatura fantástica. As suas sagas seguem a vida de Fitz Cavalaria, o filho bastardo do Rei Expectante (o príncipe mais velho) de Torre do Cervo, Cavalaria. Com a sua morte, Fitz é convidado a entrar na referida torre, conhecendo a corte, os seus segredos e mistérios, tornando-se um bem sucedido espião e assassino. Em simultâneo, é obrigado a ocultar o seu invulgar dom da Manha, uma capacidade rara de estabelecer comunicação com os animais, capacidade esta que é vista com muitos maus olhos pela sociedade, retratando assim, desta forma, a problemática da discriminação.

Fitz tenta também melhorar as suas capacidades no Talento – um dom que alguns membros da nobreza treinam, que consiste em entrar na mente de outras pessoas -, e lutar contra os Forjados, pessoas sem alma, quase zombies, que são roubadas às populações pelos maléficos salteadores dos Navios Vermelhos. Neste segundo volume, Fitz torna-se um jovem adolescente, conhece o amor e amadurece no “jogo dos tronos” em Torre do Cervo.

Viagens à Lareira #6: Pois, adivinhava-se uma tarefa difícil cumprir o desafio deste mês – leitura conjunta ou obras do mesmo escritor. Mas não falhei. Uma vez que a maior parte dos participantes iriam ler Yasmina Khadra, pensava que não conseguiria vencer o desafio, mas eis que percebi que a Luísa Bernardino também estava a ler este livro. Check.

Sem título
Capa Saída de Emergência
SINOPSE:

A Saga do Assassino continua…

Fitz mal escapou com vida à sua primeira missão como assassino ao serviço do rei. Regressa a Torre do Cervo enquanto recupera do veneno que o deixou às portas da morte, mas a convalescença é lenta e o rapaz afunda-se na amargura e dor. O seu único refúgio será a Manha, a antiga magia de comunhão com os animais que deve manter em segredo a todo o custo. Enquanto recupera, o Reino dos Seis Ducados atravessa tempos difíceis com os ataques sanguinários dos Navios Vermelhos. A guerra é inevitável e preparam-se frotas de combate para enfrentar o inimigo, mas o Rei Sagaz não viverá por muito mais tempo. Sem os talentos de Fitz, o reino poderá não sobreviver. Estará o assassino real à altura das profecias do Bobo que indicam que o rapaz irá mudar o mundo?

OPINIÃO:

É tão verdade que não fiquei rendido a esta saga com o primeiro livro, quanto é verdade que este segundo volume ainda não me conquistou a 100%.  A escrita da autora é muito boa, as personagens começaram a cativar-me mais, mas ainda não me encheu as medidas. Tenho grandes elogios a tecer e grandes queixas a fazer a este Punhal. Comecemos pelos elogios: o amadurecer dos personagens. Já tinha gostado deste protagonista Fitz no primeiro volume, mas agora gostei muito mais. Personagem muito bem construída; a questão da discriminação em torno da Manha muito bem explorada, tenha ou não gostado da relação Fitz/Moli, ela foi muito bem descrita, mostrando de uma forma única as sensações arrebatadoras de um jovem na descoberta do amor. Até mesmo as cenas de treino no Talento foram muito bem escritas.

Veracidade e Kettricken, o Rei Expectante e a sua recente esposa, são os meus personagens preferidos, ao lado de Fitz. Muito bem construídos, credíveis, um casal infeliz e improvável, e ainda assim um casal pelo qual torço para que seja feliz unido. O Bobo começa a revelar-se, não está no meu lote de personagens preferidos, mas é uma personagem muito bem construída, assim como Sagaz, Castro, Breu, Renda, Coparede e Paciência, cada uma à sua maneira.

Majestoso continua a ser um vilão magnífico, e apesar de aparecer pouco neste volume, foi uma escolha acertada por parte da autora. Ela consegue fazê-lo irritante através das consequências que os seus atos têm, como os brincos de Moli. De uma forma muito subtil, Majestoso vai dando as suas cartas e vemos que ele vai dar trabalho a Fitz. Adoro a ideia dos Navios Vermelhos e dos Forjados. Poderá não ser excepcionalmente original, mas encaixa tão bem na obra, assim como um Veracidade poderoso no Talento. O livro terminou muito bem, gostei bastante do mistério em redor do Navio Branco. Adoro estas nuances.

sem-titulo
FitzCavalaria (Browsing Fan Art em deviantart)

Terminados os elogios, passo às críticas. Gosto da ideia da Manha no Fitz, mas soa muito a cliché. Não só a ideia de um rapaz se ligar mentalmente a um lobo está bem presente nas Crónicas de Gelo e Fogo, como a própria descrição da união entre ambos parece semelhante. No entanto, sei que esta obra foi escrita antes dos livros de Martin, o que torna pouco justa a minha sensação. Olhos-de-Noite é um lobo com que não consegui criar empatia. E também Moli, a namoradinha do Fitz, continua a parecer-me uma miúda irritante, moralista e sem sal, perdoem-me os fãs. Gostei das sensações do Fitz com ela, das cenas de amor deles, mas não consigo gostar da personagem em si.

Achei que o livro se repetiu bastante, alguns debates morais surgiram na mente de Fitz por mais de uma vez, perderam-se imensas páginas em pensamentos, em subir e descer escadas, entrar e sair de quartos, etç. Gostaria de ver um maior equilíbrio entre os pensamentos e as cenas capitais do livro, que por vezes acontecem demasiado rápidas. Também gostaria de ver descrição de batalhas e combates, algumas vezes a autora pula-as para vermos apenas o resultado final.

sem-titulo
Olhos-de-Noite e Fitz (imgur)

Preciosismos de um leitor, no fim de contas, mas é verdade que gostaria de ver um equilíbrio maior entre cenas passadas em Torre do Cervo e no exterior, descrições de pensamentos e de acontecimentos. Fica a sensação que este livro foi muito fechado em torno do crescimento de Fitz e das suas diversas relações dentro da Torre, mas também é verdade que este livro é apenas a primeira metade de um livro que em Portugal foi dividido em dois. Por aí, a Robb está perdoada. Não é das minhas sagas preferidas, mas gostei.

Avaliação: 7/10

A Saga do Assassino (Saída de Emergência):

#1 Aprendiz de Assassino

#2 O Punhal do Assassino

#3 A Corte dos Traidores

#4 A Vingança do Assassino

#5 A Demanda do Visionário

Anúncios

17 thoughts on “O Punhal do Soberano, A Saga do Assassino #2

  1. Fiacha

    Ois Nuno,

    Parabens pelo excelente comentário, eu considero que a Hobb consegue contar uma boa história sem um universo muito complexo e com muitas personagens.

    O Bobo ainda vai ter um crescimento enorme nem imaginas, mas descobre por ti 😉

    Há ai um comentário que não é verdade, Hobb escreveu primeiro que Martin, podes é dizer o contrario, acredito que Martin tenha bebido de Hobb 😉

    Penso que o seguinte é o melhor livro desta primeira saga, vais ler em breve ?

    Abraço e boas leituras

    1. Oie

      Já vi que a Robb escreveu primeiro. De qualquer forma não quis dizer que alguém copiou alguém, apenas que “soa” a cópia pela parecença das discrições 😀
      Quero ver o que aí vem.
      Quem sabe, lá para o fim do verão, ou no outono.
      Abraço e obrigado pelo comentário 😀

  2. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #2 | Nuno Ferreira

  3. Olá Nuno,

    esta saga é, sem dúvida, uma das minhas favoritas. O mundo criado pela autora, tão bem fundamentado e misterioso que parece real, as personagens tão marcantes e individuais, a magia com que constrói todo o texto e enredo, para mim, faz com que tenha uma grande estima por esta história. Gosto especialmente do Fitz e gosto muito do casalinho Fitz e Moli =P

    Vai sempre melhorando. Não esperes respostas para tudo nesta trilogia. E deixa-te levar pelo Bobo. Ele é fantástico =)

    Bjs e boas leituras =)

  4. Pingback: Junho de 2015 | Rascunhos

  5. Pingback: A Corte dos Traidores, Saga do Assassino #3 | Nuno Ferreira

  6. Pingback: A Vingança do Assassino, A Saga do Assassino #4 – Nuno Ferreira

  7. Pingback: A Demanda do Visionário, A Saga do Assassino #5 – Nuno Ferreira

  8. Pingback: Aprendiz de Assassino, A Saga do Assassino #1 – Nuno Ferreira

  9. Pingback: Resenha: O Regresso do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #1 – Notícias de Zallar

  10. Pingback: Estive a Ler: Os Dilemas do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #2 – Notícias de Zallar

  11. Pingback: Estive a Ler: Sangue do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #3 – Notícias de Zallar

  12. Pingback: Estive a Ler: A Jornada do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #4 – Notícias de Zallar

  13. Pingback: Estive a Ler: Os Dragões do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #5 – Notícias de Zallar

  14. Pingback: Estive a Ler: O Assassino do Bobo, O Assassino e o Bobo #1 – Notícias de Zallar

  15. Pingback: Estive a Ler: O Assassino do Bobo, Saga Assassino e o Bobo #1 – Notícias de Zallar

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s