Feira do Livro do Porto 2015


Oh yeah!!! É verdade, ontem comemorei um ano do lançamento do meu primeiro livro e decidi ir celebrá-lo… na Feira do Livro do Porto. Uma série de factores conjugaram-se para passar um dia memorável e assim foi. Aproveitei o bom tempo para conhecer mais da cidade do Porto e ainda andei à procura da Sara Carbonero, mas a malvada devia andar a passear com o apanha-bolas espanhol, e faltou ao nosso encontro. 😀 😀 😀 Ainda assim, boa companhia não me faltou e visitei a Feira do Livro com grande entusiasmo. Em comparação com a Feira de Lisboa, a imagem é bem mais humilde e tristonha, mas compensou com a abundância de sombras e o número de representações em bancas deve ter sido ela por ela, com destaque para livrarias da zona do Porto e alfarrabistas. Os Jardins do Palácio de Cristal são o palco do evento, que não é feito só de livros. Gostei bastante dos momentos musicais e da animação constante. A afluência foi muita, mas os jardins têm muitos e bons escapes para uma pessoa relaxar e tirar fotografias com vista para o Douro. Dei o tempo por muito bem empregue e aconselho quem puder ir, a não deixar escapar essa oportunidade, podem fazê-lo até ao dia 20 de Setembro.

20150906_164151Findo este passeio, tenho já em vista o próximo fim-de-semana, onde me esperam responsabilidades acrescidas: sábado, com a apresentação de um evento de desfiles em Vestidos de Chita, e domingo, com mais uma sessão de autógrafos, desta feita na ALPIAGRA, em Alpiarça.

Deixo-vos, então, com um pequeno balanço do que comprei na Feira do Livro do Porto. Depois de correr toda a Feira do Livro, optei pela banca da Saída de Emergência, que normalmente reúne livros que mais me agradam. Ao excelente preço de 5 euros, comprei o Lisboa Triunfante de David Soares e ainda a antologia Sombra Sobre Lisboa, que já há algum tempo me despertava interesse. Adquiri ainda o Herói das Eras do Brandon Sanderson. Neste momento ainda estou a ler o primeiro volume, mas o preço agradou-me e como estou a gostar do livro apostei nele. Falta-me adquirir o segundo volume, mas vou esperar mais uns tempos. As Mentiras de Locke Lamora chamaram-me desde logo a atenção. É verdade que já li o livro, mas precisava tê-lo na estante e o preço de feira é bem mais razoável que o preço normal. Trouxe ainda gratuitamente o Dardo de Kushiel de Jacqueline Carey e A Filha de Sangue de Anne Bishop, mas não são para mim.

Sem títuloHERÓI DAS ERAS (MISTBORN #3), Brandon Sanderson

Para pôr fim ao Império Final e restaurar a harmonia e a liberdade, Vin matou o Senhor Soberano. Mas, infelizmente, isso não significou que o equilíbrio fosse restituído às terras de Luthadel. A sombra simplesmente tomou outras formas, e a Humanidade parece amaldiçoada para sempre.

O poder divino escondido no mítico Poço da Ascensão foi libertado após Elend e Vin terem sido ludibriados. As correntes que aprisionavam essa força destrutiva  foram quebradas e as brumas, agora mais do que nunca, envolvem o mundo, assassinando pessoas na escuridão. Cinzas caem constantemente do céu e terramotos brutais abalam o mundo. O espírito maléfico libertado infiltra-se subtilmente no exército do Imperador Elend e os seus oponentes. Cabe à alomante Vin e a Elend descobrir uma forma de o destruir e assim salvar o mundo. Que escolhas irão ser ambos forçados a tomar para sobreviver?

Sem títuloAS MENTIRAS DE LOCKE LAMORA (CAVALHEIROS BASTARDOS #1), Scott Lynch

Diz-se que o Espinho de Camorr é um espadachim imbatível,um ladrão mestre, um amigo dos pobres, um fantasma que atravessa paredes. De constituição franzina e quase incapazde pegar numa espada, Locke Lamora é, para mal dosseus pecados, o afamado Espinho. As suas melhores armas são a inteligência e manha à sua disposição. E embora seja verdade que Locke roube dos ricos (quem mais vale a pena roubar?), os pobres nunca vêem um tostão. Todos os ganhos destinam-se apenas a ele e ao seu bando de ladrões: os Cavalheiros Bastardos. O submundo caprichoso e colorido da antiga cidade de Camorr é o único lar que o bando conhece. Mas tudo vai mudar: uma guerra clandestina ameaça destruir a própria cidade e os jovens são lançados num jogo de assassinos e traidores onde terão de lutar desesperadamente pelas suas vidas. Será que, desta vez, as mentiras de Locke Lamora serão suficientes? 

Sem títuloLISBOA TRIUNFANTE, David Soares

O romance definitivo sobre uma Lisboa mágica, simultaneamente um tesouro literário e um triunfo da imaginação.

Lisboa Triunfante é um romance épico sobre a rivalidade entre duas figuras misteriosas, cuja contenda milenária se cruza com a história da capital portuguesa. Desde as origens pré-históricas de Lisboa até aos anos turbulentos que antecederam a implantação da República, passando pela elevação da cidade a capital do Reino por Afonso III e pela construção enigmática do Mosteiro dos Jerónimos, a galeria de personagens que dão vida a Lisboa Triunfante contém figuras como Frei Gil de Santarém, D. João V e Aquilino Ribeiro. Reunindo elementos de romance histórico e fantástico, este é o livro definitivo sobre uma Lisboa mágica, que possui tanto de reconhecível quanto de maravilhoso. Lisboa Triunfante é um triunfo da imaginação.

Sem títuloA SOMBRA SOBRE LISBOA, Vários Autores

Contos Lovecraftianos na cidade das sete colinas
“O que aconteceria se o fabuloso imaginário de Howard Phillips Lovecraft? considerado o maior escritor de terror fantástico de sempre fosse aplicado à cidade de Lisboa, às suas colinas inclinadas, becos escuros e prédios seculares? Guiados pela imaginação de autores tão diferentes como Rhys Hughes, António de Macedo, David Soares, João Barreiros ou José Manuel Lopes, entre outros, somos convidados para um passeio ao longo da história milenar de Lisboa e dos seus segredos mais obscuros. Entrelaçando artefactos, criaturas e intrigas lovecraftianas com factos e personagens históricas da nossa capital, o resultado é uma obra original, simultaneamente divertida e perturbadora, verdadeiro tributo não só a Lovecraft mas também à cidade de Lisboa. Prepare-se para descobrir que horrores presenciaram os fenícios na foz do Tejo… O que levou a que os mouros invadissem a península… Que monstros encontraram as caravelas durante os descobrimentos… Qual a verdadeira razão para o terramoto de 1755… Que estranhos cultos combateu Eça de Queiroz… Qual a verdadeira razão para a interrupção das obras do metro da Baixa… E muito mais!”

Anúncios

4 thoughts on “Feira do Livro do Porto 2015

  1. Ois,

    Bem é sempre uma perdição ir a estes eventos e pelo que vejo não perdes uma ehehe, espero que tenhas estado com algum pessoal, ainda assim se não vale sempre a pena ir ao Porto 😀

    Boas compras que tens ai e acabei de ler o livro do Sanderson, esta mesmo muito bom 🙂

    Devias ler o universo de Kushiel, fazes mal, dá-lhe uma oportunidade, mas para entenderes melhor o livro terás que ler o 2 volume pois foi dividido na versão original e mesmo a Bishop ai ai tu é que perdes 😀

    Abraço

    1. Oi. Não estive com ninguém do Cantinho, infelizmente, mas foi uma experiência muito nice, ainda andei a conhecer melhor o Porto (carregado com seis calhamaços na mochila xD) Kushiel e Bishop não me atraem muito, mas só não lhes pego para já porque tenho outras sagas e coleções que parecem nunca mais acabar e são prioritárias. 🙂 O do Sanderson ainda tenho de arranjar o 2.º
      Abraço e obrigado pelo comentário.
      Boas leituras.

  2. São Bernardes

    Uma feira do Livro não se deve perder 😀 e sempre que surge a oportunidade há que aproveitar. Nunca visitei a FL do Porto, mas pelo que dizes, apesar de ser mais “recatada” que a de Lisboa, deve ser bem interessante por toda a envolvência e eventos adicionais.
    Quanto ás compras vou gostar de saber a tua opinião sobre os dois últimos livros dessa tua lista.
    O último “A sombra sobre Lisboa” parece-me interessante, fiquei curiosa.
    Quanto ao David Soares, confesso que o que li dele (é verdade que não foi muito e foram só contos) não gostei …. mas acho que tenho de lhe dar outra oportunidade,
    Um bom dia sem dúvida
    beijinhos

    1. Eu tenho seguido o trabalho do David Soares mas nunca li nada dele, pelo que estou curioso. Já ouvi opiniões boas e más.
      “A Sombra Sobre Lisboa” já espreitei e parece-me bem, quando ler deixarei aqui opinião, certamente.
      Em relação à Feira, olha, gostei. Não é tão colorida quanto a de Lisboa mas é dentro do género. Ainda fui à Livraria Lello, que nunca lá tinha estado.
      Obrigado pelo comentário. Beijinho

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s