Aquisições de Novembro 2015


O ano está a chegar ao fim e as ofertas em termos literários são cada vez mais tentadoras. Entre desafios cumpridos e por cumprir, vai chegando a hora de fazer os primeiros balanços do ano e olhar para o que temos em cima da mesa no que falta percorrer deste ano cheio de boas leituras.

Entre sagas iniciadas e outras perto do fim, vejo-me mais focado no objetivo de encerrar séries e experimentar outros voos. Neste sentido, encontro-me a ler O Poço da Ascensão de Brandon Sanderson, um dos autores que conheci este ano. Mas isso são contas de outro rosário. Neste post mostro-vos as aquisições de Novembro. É verdade, depois de dois meses sem abrir os cordões à bolsa, não resisti e comprei três livros, um dos quais o supracitado Poço da Ascensão, segundo volume da saga Mistborn, o Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde, em formato livro de bolso, mas também a primeira parte da antologia Rogues organizada por George R. R. Martin, Histórias de Aventureiros e Patifes. É com estes livros que pretendo encerrar as leituras do ano de 2015, a não ser que o Poço da Ascensão termine tão bem que tenha vontade de ler de imediato o Herói das Eras, o livro seguinte que já se encontra na minha estante desde Setembro. No entanto, no que diz respeito à antologia, já fiz batota e li o conto do Scott Lynch, um dos que estava mortinho por ler, e não fiquei desiludido.

Aqui ficam as sinopses dos mais recentes moradores da minha estante:

 

Sem título 4

O POÇO DA ASCENSÃO (MISTBORN #2), Brandon Sanderson

Alcançaram o impossível: o mal que governara o mundo pela força do terror foi derrotado. Mas alguns dos heróis que lideraram esse triunfo não sobreviveram, e eis que surge uma nova tarefa de proporções igualmente gigantescas: reconstruir um novo mundo. Vin é agora a mais talentosa na arte e técnica da Alomância e decide reunir forças com os outros membros do bando de Kelsier para ascender das ruínas de um passado vil.
Venerada ou perseguida, Vin sente-se desconfortável com o peso que carrega sobre os ombros. A cidade de Luthadel não se governa sozinha, e Vin e os outros membros do bando de Kelsier aprendem estratégia e diplomacia política enquanto lidam com invasões iminentes à cidade.
Enquanto o cerco a Luthadel se torna cada vez mais apertado, uma lenda antiga parece oferecer um brilho de esperança: o Poço da Ascensão. Mas mesmo que exista, ninguém sabe onde se encontra nem o poder que contém… Resta a Vin e aos seus amigos agarrar esta fonte de esperança e conseguir garantir o seu futuro e futuro de Luthadel, cumprindo os seus sonhos e os sonhos de Kelsier.

Sem título 4O RETRATO DE DORIAN GRAY, Oscar Wilde

Dorian Gray é um jovem invulgarmente belo por quem Basil Hallward, um pintor londrino, fica fascinado. Determinado a eternizar a beleza de Dorian numa tela, Basil convence-o a posar para ele. Numa dessas sessões, o jovem conhece Lorde Henry Wotton, um aristocrata cínico e hedonista, que o desperta para a beleza e o seduz para a sua visão do mundo, onde as únicas coisas que valem a pena perseguir são a beleza e o prazer. Horrorizado com o destino inevitável que o fará envelhecer e perder a sua beleza, Dorian comenta com os amigos que está disposto a tudo, até mesmo a vender a alma, para permanecer eternamente jovem e manter a sua beleza.

Fortalecido pelo hedonismo, Dorian trata cruelmente a sua noiva, Sybil Vane, que se suicida com o desgosto. Ao saber do sucedido, o jovem começa a notar certas mudanças subtis na sua expressão no quadro, e constata que é o Dorian do quadro que envelhece e que sofre com a passagem dos anos, ao mesmo tempo que o Dorian real permanece com a juventude e beleza intacta. Um romance gótico de horror com um forte tema faustiano, O Retrato de Dorian Gray é considerado pela crítica como a melhor obra de Oscar Wilde.

Sem título 4HISTÓRIAS DE AVENTUREIROS E PATIFES, George R. R. Martin e Gardner Dozois

Há personagens malandras e sem escrúpulos cujo carisma e presença de espírito nos faz estimá-las mais do que devíamos. São patifes, mercenários e aldrabões com códigos de honra duvidosos mas que fazem de qualquer aventura uma delícia de ler.
George R. R. Martin é um grande admirador desse tipo de personagens – ou não fosse ele o autor de A Guerra dos Tronos. Nesta monumental antologia, não só participa com um prefácio e um conto introduzindo uma das personagens mais canalhas da história de Westeros, como também a organiza com Gardner Dozois. Se é fã de literatura fantástica, vai deliciar-se! Ao ler este livro, estará a assinar um pacto de comunhão com os seguintes autores: 
Gillian Flynn – autora de Em Parte Incerta
Neil Gaiman – autor de Sandman
Patrick Rothfuss – autor de O Nome do Vento
Scott Lynch – autor de As Mentiras de Locke Lamora

Connie Willis – autora de O Dia do Juízo Final

E muitas outras mentes perversas da literatura fantástica. 

Advertisements

4 thoughts on “Aquisições de Novembro 2015

  1. Viva,

    Estava difícil mas lá abriste os cordoes à bolsa ehehe e tens ai bons livros pela frente pelo que percebo Sandeson está a surpreender-te pela positiva, bom sinal.

    Gostaste do conto do Lynch ? Tambem gostei 😉

    Abraço e boas leituras

    1. É verdade eheheh
      Bem, quanto ao Sanderson não é nenhum génio da literatura mas a história é interessante e está a evoluir bem. Acho é aquele Sazed muito aborrecido, ai no princípio do livro apetecia-me esganá-lo.
      Quanto ao conto do Lynch é mesmo à Lynch, dos melhores escritores da atualidade. Ao contrário do Sanderson, este é mesmo um génio. Fiquei com a sensação que aquela história exigia mais do que um simples conto. Mas gostei bastante.
      Abraço e obrigado pelo comentário.

  2. São Bernardes

    Olá Nuno, depois de uma ausência aqui volto a comentar as tuas excelentes opiniões e divulgações.
    Estou muito curiosa com esses aventureiros e patifes. O conto do Lynch que falas é o que vem nesse livro?
    Quanto ao Dorian Gray é um clássico e penso que irás gostar, pelo menos eu gosto bastante da escrita de Oscar Wilde. Boas compras sem dúvida 🙂
    beijinhos

    1. Olá São. 🙂 Muito bem-vinda de novo.
      Sim, o conto faz parte desse livro e gostei bastante. :p Tens de experimentar o Lynch. 🙂 Também tenho muita curiosidade em relação ao Dorian, nunca li nada do Oscar Wilde.
      Obrigado pelo comentário e um beijinho grande.

feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s