The Statement of Randolph Carter


O texto seguinte pode conter spoilers do conto “The Statement of Randolph Carter”

Escrito em 1919 por H. P. Lovecraft e publicado em maio de 1920 em The Vagrant, The Statement of Randolph Carter é um conto pequeno com uma maléfica carga de horror, como habitual no grande mestre do género.

A história apresenta-nos o relato, em jeito de depoimento, dos acontecimentos que envolveram uma aventura de dois amigos amantes do ocultismo. Harley Warren e Randolph Carter investigavam livros estranhos, carregados de simbolismo e de idiomas irreconhecíveis, muito embora Warren estivesse muito mais por dentro do assunto que o seu amigo. Um dia, as suas investigações levaram-nos a uma cripta; como recomendado por Warren, Carter ficou no exterior, comunicando-se a ele unicamente através do telefone. Durante o relato de Carter, fica explícito que ele não estava nem um pouco informado sobre o objeto de estudo, ou que o choque o fizera esquecer de muito do que investigaram em conjunto. Warren foi surpreendido por algo terrível e suplicou para que o seu amigo fugisse. Randolph Carter ainda ali ficou, petrificado, para testemunhar algo insólito, até perder a consciência e acordar num hospital.

Sem Título

SINOPSE:

Written December 1919, it was first published in The Vagrant, May 1920. It tells of a traumatic event in the life of Randolph Carter, a student of the occult loosely representing Lovecraft himself. It is the first story in which Carter appears and is part of Lovecraft’s Dream Cycle.

OPINIÃO:

É sempre uma delícia ler Lovecraft. Esta história mostra o relato medonho de Randolph Carter, após as experiências malignas que ditaram a morte do seu amigo Warren. É a primeira história com Carter como protagonista, que viria a ser personagem pontual na obra de Howard Phillips Lovecraft.

A história em si não varia de tantas outras escritas pelo autor, e nesta nem sequer somos apresentados ao mal que aterroriza os personagens. E mesmo sem saber o que é, ele é palpável, através da sensação de medo que nos é narrada. A par de uma escrita elegante e translúcida, é a adjetivação de terror e o exotismo vocabular que verdadeiramente me maravilha neste escritor. O horror está ali, o desconhecido, o oculto, e somos capazes de o tocar. Pode-se dizer que esta história, pelo tamanho e pelo conteúdo, foi apenas o preâmbulo de um ciclo de histórias oníricas dignas de se acordar alagado em suor.

Avaliação: 8/10

Anúncios

3 thoughts on “The Statement of Randolph Carter

  1. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #6 – Nuno Ferreira

feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s