As Águias de Roma #2


A luxúria deveria ser a melhor atividade para uma mulher como você. E ainda mais depois da Lex Julia contra o adultério.

O texto seguinte contém spoilers do segundo volume da série As Águias de Roma (formato BD)

O segundo volume da banda-desenhada As Águias de Roma foi publicado pela Edições ASA, com ilustração e roteiro do artista italiano Enrico Marini. Se o primeiro volume se centrou na educação de Marco e Armínio (Ermanamer), e nas diferenças entre o filho do senhor romano e o “refém” germânico, este segundo apresenta os dois personagens mais velhos. A amizade deles solidificou-se, mas ambos mantém diferenças que acabam sempre por separá-los. No entanto, a ação deste livro centra-se em Marco e mostra Armínio como uma sombra, um conselheiro de intenções dúbias.

sem-titulo
Arte de Marco (Marini)

Marco é amante da esposa de um senador, mas acaba por se apaixonar perdidamente por uma jovem que se encontra prometida a um romano influente, Lépido. A impossibilidade desse amor apenas alimenta a paixão de Marco pela bela Priscilla. Tenta encontrar-se com ela, mas um enorme guarda-costas parece sempre vigiar os seus passos. Quando Marco decide prescindir do seu prestígio militar e renuncia à guerra para fugir com Priscilla, Armínio trái a sua amizade e conspira contra esse amor. O jovem romano não só é drogado pela bela Morfea para que Priscilla os encontre juntos (descobrindo posteriormente que a prostituta é mãe da sua amada), como é denunciado ao pai, que se envergonha do seu comportamento. Marco renuncia então ao amor, partindo para a guerra, onde Armínio já se encontra… Resta esperar para ver de que lado eles estarão nesse tabuleiro de xadrez.

Sem título 2
Capa Edições Asa
SINOPSE:

Marco Valério Falco e Ermanamer tiveram o mesmo treino e foram submetidos a uma disciplina de ferro. Ao longo das provas, os dois jovens começam por defrontar-se e acabam por se tornar amigos. Descobrem a embriaguez das armas e o prazer dos sentidos, acabando por misturar os seus sangues para selar um pacto de fraternidade eterna.

OPINIÃO:

Muito embora este segundo volume tenha-se focado nas relações amorosas do protagonista, com muitas cenas de sexo e pouco desenvolvimento a nível narrativo, acabou por me agradar tanto ou mais que o primeiro. A relação entre Marco e Armínio é o pano de fundo de uma história que continua a prometer, apesar de ainda não ter explodido em nenhum momento. Bem, talvez a revelação sobre a maternidade de uma determinada personagem! mas nada que tenha grande influência para a linha mestra da trama.

O que me agrada mais nesta banda-desenhada é o rigor histórico, não só na ilustração dos locais e pormenores, como no próprio discurso dos personagens. Através dos olhos de Enrico Marini, As Águias de Roma apresenta-nos o mundo romano com todos os seus comportamentos desviantes e dilemas de forma palpável. Registo o progresso na arte representada, a nível de detalhes e de corpos humanos, a nível de expressões faciais e corporais. É uma banda-desenhada para um público adulto, rica em elementos sexuais e intriga política. Não estou apaixonado pela série, mas lê-se (e vê-se) muito bem.

Avaliação: 7/10

As Águias de Roma (Asa):

#1 Livro I

#2 Livro II

#3 Livro III

#4 Livro IV

#5 Livro V

Anúncios

5 thoughts on “As Águias de Roma #2

  1. Pingback: As Águias de Roma #3 – Nuno Ferreira

  2. Pingback: As Águias de Roma #4 – Nuno Ferreira

  3. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #6 – Nuno Ferreira

  4. Pingback: As Águias de Roma #1 – Nuno Ferreira

  5. Pingback: Resenha: As Águias de Roma #5 – Notícias de Zallar

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s