Sangue e Suor, Southern Bastards #2


Bom, a verdade, sr. Tubb… A verdade é que ninguém sabe. Mas temos aqui o homem que vai descobrir tudo para nós. Não vai, xerife?

O texto seguinte pode conter spoilers do livro “Sangue e Suor”, segundo volume da série Southern Bastards (Formato BD)

Jason Aaron e Jason Latour, dois sulistas norte-americanos, trouxeram ao público Southern Bastards, uma história violenta sobre as gentes do Alabama. Craw é um condado onde quase todos os populares vivem em harmonia, camuflando as injustiças e as crueldades que ali se cometem. Este volume compreende os volumes 5 a 8 dos comics originais.

Euless Boss, o treinador do Runnin ‘Rebs, foi o responsável pela grande tragédia ocorrida no final do primeiro volume, e este Sangue e Suor mostra-nos, em retrospetiva, o passado do personagem e o que o levou a tornar-se a pessoa odiosa que revela ser.

sem-titulo
Euless Boss (Image Comics)

Desde o passado turbulento com o pai (um homem derrotado que vendeu a alma aos vícios e à boémia), à sua relação com Velho Big (um negro cego), Euless Boss passou de um rapaz oprimido pela equipa de futebol a treinador da equipa, através dos meios menos lícitos. A troca de favores e a ambição desmedida, assim como a morte do progenitor, gizaram o seu caminho sinuoso.

Hoje, Boss controla a localidade, e até o xerife fecha os olhos às suas atividades. A abordagem ao tio de Earl Tubb, que sofrera um AVC, e à filha que se encontra na guerra, revelam o conhecimento deste personagem. Fica a sensação que Berta Tubb chegará em breve à comunidade, podendo reclamar o papel de protagonista.

sem-titulo-3
Capa GFloy
SINOPSE:

A aclamada série “frita à moda do Sul” regressa com o seu segundo volume, que vai iluminar a história negra e sórdida do condado de Craw e do seu mais famoso e temido residente, Euless Boss, o treinador de futebol do liceu local, que se tornou em senhor do crime. Numa terra onde só os sacanas é que se safam, o que foi preciso para ele se tornar no maior, pior e mais poderoso de todos os sacanas? Só o Coach Boss sabe. Mas talvez seja melhor não lhe perguntar…

Um regresso ao passado de um sacana de primeira ordem. Podem odiá-lo, podem sentir-se chocados com os seus crimes e com o final terrível do primeiro volume, mas, depois de lerem este volume, irão por fim entender o Coach Boss e as suas motivações!

Southern Bastards é a mais recente criação de Jason Aaron (argumentista de Thor e Wolverine, entre outros) e do desenhador Jason Latour (Wolverine, Spider-Gwen). Misturando ficção e memórias bem vivas dos autores, este livro mergulha no Sul dos Estados Unidos e revela todo o amor que eles têm pelas suas origens, bem como como o seu ódio pela maldade e estupidez humana, venham de onde vierem. O resultado é um thriller de que ninguém sairá incólume, tanto autores como leitores.

OPINIÃO:

A G Floy trouxe ao nosso país mais uma edição cuidada de Southern Bastards, no pretérito mês de agosto. Excelente oscilação entre passado e presente, o segundo álbum apresenta-nos Euless Boss, o vilão da história. É através da sua mente complexa e amargurada que visitamos as suas memórias e somos convidados a conhecer os seus pensamentos.

Boss, o Treinador, é um personagem muito bem construído por Jason Aaron. A narração coesa e oscilante, o ritmo veloz e cadenciado, o conteúdo bem rendilhado e consistente fazem do protagonista de Sangue e Suor um vilão dos grandes e deste volume uma introspecção sobre a natureza humana e aos frisos de carácter de cada um.

sem-titulo
Euless Boss (Image Comics)

A construção fidedigna de Euless Boss é mérito de Aaron, o argumentista, enquanto Latour, o ilustrador, não deixa os créditos por mãos alheias. O traço é coerente e bem definido, criando um jogo visual agradável e equilibrado. Apresenta-nos um desenho largo e expressivo que me satisfez imenso. Mais uma vez, os tons mantiveram-se muito vermelhos, mas isso não passa de implicação pessoal. Todo o trabalho gráfico foi bem desenvolvido e rematado. No seu todo, Sangue e Suor manteve a qualidade do primeiro álbum e espero ansiosamente pelo terceiro volume.

Avaliação: 7/10

Southern Bastards (G Floy Studio Portugal):

#1 Aqui Jaz Um Homem

#2 Sangue e Suor

Anúncios

2 thoughts on “Sangue e Suor, Southern Bastards #2

  1. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #7 – Nuno Ferreira

  2. Pingback: Aqui Jaz um Homem, Southern Bastards #1 – Nuno Ferreira

feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s