Fome de Vencer, Tony Chu: Detective Canibal #5


Um dia lindíssimo. Soberbo. Fantástico. Absolutamente fabulástico.

– Estás despedido
O texto seguinte pode conter spoilers do livro “Fome de Vencer”, quinto volume da série Tony Chu: Detective Canibal (Formato BD)
Com ilustração de Rob Guillory e argumento de John Layman, o quinto volume de Tony Chu: Detective Canibal, compreende os números 21 a 25 da edição original. Tal como os anteriores volumes, é publicado pela G Floy Studio Portugal.
.
Chu, o cibopata
Aqueles que leram os anteriores volumes sabem de quem estamos a falar. Tony Chu é um agente especial da sub-divisão criminal da FDA, namorado de Amelia Mintz, uma jornalista gastronómica, e colega de John Colby, um pateta bem divertido. Mas nenhum deles se pode considerar “normal”.
.
Tony possui um dom peculiar: ele consegue “ler” o percurso de vida de tudo o que come, e foi isso que o levou ao cargo que desempenha. A esse dom chama-se a cibopatia, capacidade que partilha com outros personagens, como por exemplo Mason Savoy, um antigo parceiro que é, atualmente, um criminoso altamente perigoso. A sua companheira, Amelia, tem a capacidade impressionante de fazer com que as pessoas que lêem os seus artigos fiquem a salivar pelas comidas de que escreve, e o seu colega Colby teve o rosto melhorado ciberneticamente, após um incidente com Chu que o desfigurou. Para além de ser o melhor amigo do protagonista, Colby é amante do chefe, Mike Applebee, pelo que está sempre nas suas boas graças. Applebee não gosta muito de Chu, e começa este volume a despedir os dois companheiros.
.
As boas graças acabaram.
.
sem-titulo
John Colby, Mike Applebee e Tony Chy (Image Comics)
Novos sarilhos
Fome de Vencer começa com Applebee a despedir os dois companheiros, que são substituídos por um novo agente especial. Enquanto Colby foi destacado para a USDA, Chu é transferido para a divisão de tráfego municipal, sob a chefia de um tenente afável e simpático. Em pouco tempo, Chu torna-se popular, graças à reputação e dom da cibopatia. No entanto, a sua filha desapareceu.
.
Quando recorre à FDA para procurar informações sobre ela no banco de dados, contacta um dos poucos em quem confia, Valenzano, mal sabe ele que este colabora com Mason Savoy no rapto da sua garota. Savoy foi o responsável pelo rapto, uma vez que suspeita que a filha de Chu seja ainda mais poderosa no dom da cibopatia que ele ou o agente, e pretende treiná-la para a usar nas suas intenções. Hershel Brown, escultor de chocolate, é procurado por ter concebido armas de chocolate usadas num rapto aéreo. Nesse momento, está a tentar vender uma arma laser de chocolate, quando Savoy decide usá-lo como isca, para desenvolver a rapariga nas suas capacidades cibopáticas. Por fim, ela decide colaborar com Savoy e tornar-se sua aluna.
.
Também Tony Chu é feito refém. Não por Savoy, mas por Dan Franks, um escritor de desporto que trabalha com a sua namorada Amelia e já foi seu namorado. Dan quer usar o dom cibopático para descobrir todos os segredos das estrelas de futebol, e assim escrever um livro cheio de pormenores quentes e sórdidos sobre as estrelas mais famosas. Para isso, dá-lhe de comer membros decepados e outras coisas nojentas. Amordaçado e espancado, Chu apenas pode depositar as suas esperanças em Amelia, a única que pareceu estranhar o seu desaparecimento.
.
Enquanto isso, Colby lida com uma chefe prepotente e o seu novo colega (um leão), que parece ganhar todos os louros. As coisas não correm bem no trabalho, até ganhar a afeição da chefe.
.
sem-titulo
Capa G Floy Portugal
SINOPSE:

Tony CHU, o detective cibopata com a habilidade de sentir impressões psíquicas de tudo o que come, foi raptado! Atacado de surpresa, puseram-no KO e levaram-no para um local remoto. Os seus raptores querem obrigá-lo a comer um conjunto de comidas específicas para descobrirem o que ele vê, e obterem pistas preciosas… E a sua filha, Olive, também foi raptada, e pelas mesmas razões. Dois raptores, dois prisioneiros, e dois resultados muito diferentes, nesta nova aventura de Tony Chu, detective canibal.

O quinto volume da série bestseller do New York Times, uma bizarra e divertida história sobre polícias, bandidos, cozinheiros, canibais e poderes paranormais. Imitadores de Elvis, esculturas de manteiga, raptos e membros decepados, tudo num só volume de banda desenhada!

OPINIÃO:

Extremamente simples e envolvente, o quinto volume de Tony Chu: Detective Canibal – vencedor de dois Prémios Eisner e dois Prémios Harvey – traz-nos o sabor da América extravagante, rude e complexa de valores. Fome de Vencer capta a toada leve da comédia fácil, envolvendo-nos numa sequência de acontecimentos paralelos que se completam entre eles. Deliciosamente divertido, este volume traz-nos raptos, desentendimentos, romances improváveis e motivos obscuros. O ridículo mistura-se com o quotidiano numa sátira disfarçada de entretenimento. Todos os motivos são bons para ler Tony Chu, a comédia policial mais extrovertida do mercado.

sem-titulo
Chew (Image Comics)

É com os ingredientes certos que se fazem grandes composições finais, e esta banda-desenhada tem vindo a agradar-me em todos os aspetos, recorrendo a situações clichés, ao ridículo e ao bizarro, para encantar o seu público. É a vertente cómica dos personagens, e a representação de um mundo real “desconfigurado”, que eleva a sensação de leitura. É difícil ler Tony Chu: Detective Canibal, sem um sorriso nos lábios. O argumento de John Layman não precisa ser muito complexo, coerente ou aparatoso. Ele conquista-nos com a simplicidade.

A nível gráfico, Rob Guillory continua a mostrar o traço “caricatural” a que nos habituou. Atrativo em cores e em lápis, Fome de Vencer apresenta uma diagramação simples, vinhetas pertinentes e sequências de fácil interpretação. Não só casa bem com a história, como obedece a todas as exigências, rematando um todo bem elaborado. Que venham mais edições desta história que é já uma das minhas preferidas da atualidade.

Avaliação: 8/10

Tony Chu: Detective Canibal (G Floy Studio Portugal):

#1 Ao Gosto do Freguês

#2 Sabor Internacional

#3 Enfarda Brutos

#4 Sopa de Letras

#5 Fome de Vencer

#6 Bolos Janados

Anúncios

6 thoughts on “Fome de Vencer, Tony Chu: Detective Canibal #5

  1. Pingback: Sopa de Letras, Tony Chu: Detective Canibal #4 – Nuno Ferreira

  2. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #8 – Nuno Ferreira

  3. Pingback: Estive a ler: Bolos Janados, Tony Chu: Detective Canibal #6 – Notícias de Zallar

  4. Pingback: Enfarda Brutos, Tony Chu: Detective Canibal #3 – Notícias de Zallar

  5. Pingback: Sabor Internacional, Tony Chu: Detective Canibal #2 – Notícias de Zallar

  6. Pingback: Ao Gosto do Freguês, Tony Chu: Detective Canibal #1 – Notícias de Zallar

feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s