O Terceiro Desejo, The Witcher #1


– Roderick de November? Li-o durante os meus estudos em Oxenfurt, quando a História ocupava o segundo lugar na lista das minhas matérias preferidas.

– E qual ocupava o primeiro?

– A Geografia – respondeu o poeta, com ar sério. – O atlas do mundo era maior, por isso era mais fácil esconder o garrafão de vodca atrás dele.

O texto seguinte pode conter spoilers do livro “O Terceiro Desejo”, primeiro volume da série The Witcher 

O autor polaco Andzej Sapkowski iniciou a sua carreira no mundo das letras como tradutor, mas foi com a série de contos e romances The Witcher, originalmente publicada em sete livros, que ganhou fama. O videojogo The Witcher, adaptação da sua obra, tornou-se um sucesso em todo o mundo e catapultou o protagonista Geralt de Rivia para o estrelato. Os primeiros dois livros foram publicados em forma de contos, e apenas a partir do terceiro começa a história principal.

Formado em economia, Sapkowski é um dos nomes de vulto da fantasia mundial, comparado a celebridades como Robert E. Howard e China Miéville. Em Portugal, The Last Wish já foi publicado pela Livros do Brasil e pela Editorial Presença, sendo agora pelas mãos da Edições Saída de Emergência como O Terceiro Desejo.

sem-titulo
Geralt de Rivia (CD Project/Atari)

Albino, mutante e bruxo, Geralt de Rivia é um sujeito enigmático que sobrevive através do seu honrado ofício: matar monstros a troco de dinheiro. No primeiro conto, Geralt é contratado para “desenfeitiçar” uma princesa. Fruto de um incesto, a menina foi transformada em estrige e agora representa um perigo para todos aqueles que se aproximam. Todavia, vários conflitos de interesses podem colocar em cheque a ação de Geralt.

Geralt encontra também um rasto de mortos que o conduzem à casa de um sujeito bonacheirão com cara de urso. O bruxo oferece-se para negociar a quebra da maldição de que foi alvo, mas ele não parece interessado nisso. É que a sua aparência confere-lhe sucesso… entre as mulheres.

O bruxo encontra também um velho amigo, um feiticeiro fechado numa torre com medo de uma terrível mulher, num conto que inverte a história da Branca de Neve transformando a rapariga numa das principais vilãs da trama.

sem-titulo
Geralt de Rivia (CD Project/ Atari)

O quarto conto leva o nosso bruxo a vestir-se como uma animação de corte, durante um jantar em que será anunciado o noivo de uma princesa. Vários pretendentes competem pelo favor da rainha, que uma vez viúva, pretende encontrar o marido perfeito para a filha, o homem que será o futuro rei. No entanto, a chegada iminente de um sujeito que se apelida de Ouriço irá inverter o rumo dos acontecimentos e o jantar depressa se torna uma batalha campal.

Acompanhado do seu grande amigo, o divertido bardo Jaskier, Geralt é incumbido de livrar os campos de cultivo de um silvano, uma criatura traquinas que provoca o caos com as suas diabruras. Na tentativa de o capturar, a dupla acaba feita prisioneira por uma comunidade de elfos enfurecidos.

sem-titulo
Geralt de Rivia (CD Project / Atari)

O último conto apresenta-nos Yennefer, talvez o maior amor da vida de Geralt. Depois de o seu amigo Jaskier ficar gravemente ferido ao tentar libertar um djinn, Geralt confia-o às mãos de Yennefer. Embriagado de amor por ela, Geralt nem desconfia que ela está a planear aprisionar o génio e humilhar a política da cidade, que há muito tenta domá-la.

Todas estas histórias individuais são interligadas por interlúdios, pequenos capítulos que mostram Geralt como hóspede no templo de Melitele, onde a anciã Nenneke o protege do governo da região, que não parece nutrir grande simpatia por ele. Envolvido em teias de amor com uma ondina, Geralt termina o livro abandonando o templo. Novas aventuras esperam-no no próximo volume.

sem-titulo
Capa Saída de Emergência
SINOPSE:

“(…) uma perspetiva refrescante no género da fantasia.” – Foundation

O seu nome é Geralt de Rivia. Dizem que é um bruxo e um assassino sem misericórdia que vagueia pelo mundo à caça de monstros e predadores. Mas na verdade vive de acordo com o seu próprio código de conduta. A sua espada serve, em troca de uma recompensa, poderosos reis amaldiçoados, mas também os mais desfavorecidos.
Ao longo das suas viagens, Geralt encontra todo o tipo de criaturas – algumas saídas da mitologia eslava e dos contos populares dos irmãos Grimm – como vampiros e lobisomens, elfos, quimeras e estriges, trolls e génios que o tentam, satisfazendo todos os seus desejos.
Mas este é apenas o início das suas aventuras como viajante e feiticeiro que irá desafiar o destino num mundo em que criaturas de todas as raças coabitam numa paz precária prestes a despedaçar-se…

OPINIÃO:

Escrito numa estrutura episódica, O Terceiro Desejo é o primeiro volume da famosa série de fantasia de Andzej Sapkowski, The Witcher. Com uma escrita madura e cuidada, Sapkowski cativa pela simplicidade e pelo envolvimento. Numa perspetiva estrutural, as histórias não divergiram muito umas das outras e se, à primeira vista, uma sequência similar de caça a monstros não parece muito atrativa, as histórias acabaram por ter uma identidade própria, sendo as duas primeiras as mais fracas.

Os terceiro, quarto e sexto contos acabaram por ser os meus preferidos. Com sequências de ação intervaladas por momentos de humor, o autor brincou com as lendas eslavas e com contos de fadas tradicionais, construindo um mundo vivo e realista, possivelmente localizado num passado longínquo.

sem-titulo
Geralt e Yennefer (CD Project/ Atari)

E se o autor conseguiu trazer realismo e vivacidade às tramas, a natureza dos personagens principais e as suas histórias não me fascinaram. Foi com pouca surpresa que conheci Geralt de Rivia e a natureza do seu ofício. Talvez esperasse algo mais épico. A verdade é que o personagem foi-me conquistando a pouco e pouco, mostrando-se bem ardiloso em algumas situações, vulnerável em outras. Sapkowski humanizou o seu personagem e soube interligar histórias com perspicácia. As cidades e os ambientes criados retrataram o melhor que já li em high fantasy, através de uma escrita que pessoalmente agradou-me muito. Não entra para o meu lote de fantasias preferidas, mas sem dúvida que quero continuar a série.

Este livro foi cedido em parceria com a editora Saída de Emergência.

Avaliação: 7/10

The Witcher (Edições Saída de Emergência):

#1 O Terceiro Desejo

Anúncios

8 thoughts on “O Terceiro Desejo, The Witcher #1

    1. Eu gosto de contos e não considero bem como um livro de contos, mais como um livro com várias sequências de ação, que se interligam. Foi um bom livro mas há muito melhor no género. Para mim o bom do livro foi mesmo a escrita do autor.

  1. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #8 – Nuno Ferreira

  2. Pingback: A Divulgar: “A Espada do Destino” e “Monstress – Despertar” pela Saída de Emergência – Notícias de Zallar

  3. Bem, aqui tenho a resposta que fiz à pergunta no comentário que fiz no outro post =P

    Já vi que não te encheu as medidas, mas que é bom! Vou querer ler!

    Excelente opinião

    Bjs e boas leituras

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s