Fábulas e Reflexões, Sandman #6


Julgava que o Luxemburgo estava reservado a presos políticos. E não a pobres moças do campo, injustamente acusadas de roubarem uma coisa – Sei lá o quê!

O texto seguinte pode conter spoilers do livro “Fábulas e Reflexões”, sexto volume da série Sandman (Formato BD)

Fábulas e Reflexões inclui os números originais 29 a 31, 38 a 40 e 50 da Sandman de Neil Gaiman, publicadas entre 1991 e 1992 pela DC/ Vertigo. Em Portugal, a coleção está nos escaparates por conta da colaboração Levoir/ Jornal Público.

Dividido em oito histórias, Fábulas e Reflexões conta com a ilustração de Bryan Talbot, Stan Woch, Shawn McManus, Collen Doran, Jill Thompson. Medo de Cair é um preview da Vertigo. História muito curta com uma mensagem filosofal, apresenta Sonho como uma nota introdutória.

sem-titulo
Prancha Sandman (Levoir/Público)

Agosto passa-se no Império Romano, onde acompanhamos um dia da vida do cansado e perturbado Imperador Caius Octavius. Apesar de ser a figura principal da narrativa, é o irreverente anão Lycius quem conta a história.

Seguindo o mesmo padrão, Termidor foca-se em Robespierre, um dos principais responsáveis pela Revolução Francesa. Passa-se na França de 1794, a sofrer as consequências do banho de sangue que se seguiu ao conflito. Depois do encontro na short story Homens de Boa Fortuna, Sonho volta a encontrar Johanna Constantine, a antepassada de John Constantine. É através dela que a história nos é apresentada, quando Sonho a contacta para guardar a cabeça do seu filho Orfeu. As coisas complicam-se quando a cabeça – falante, por sinal – é cobiçada pelo próprio Robespierre.

Três Setembros e um Janeiro, título inspirado no filme Quatro Casamentos e um Funeral,  é focado em Joshua Abraham Norton, um personagem verídico que passa de um pobre miserável a Imperador dos Estados Unidos. Claro está, não escapa incólume à disputa dos Eternos.

sem-titulo
Prancha Sandman (Levoir / Público)

Em A Caçada, um avô conta à neta uma história antiga do seu povo, quando a família ainda não tinha emigrado. Nessa história, Vassili procura desesperadamente a filha de um conde. Para isso, invade o mundo do Sonho após negociar com Lucien, e indaga Morfeu sobre a localização da mulher. No entanto, Vassili só viria a encontrar a felicidade sob a forma de um animal.

Regiões Abstratas apresenta o diálogo entre o jovem explorador Marco Polo e o seu futuro biógrafo. Com Gengis Khan a surgir em relatos, a história confunde-se em termos de linha temporal, dependendo da perspetiva do personagem. Marco Polo encontra Morfeu no deserto, mostrando-nos como o tempo fluí de modo diferente no domínio do Sonho, e onde os lugares podem ser bem distintos e abstratos.

A Canção de Orfeu é um apêndice que recupera a lenda clássica de Orfeu, introduzindo Orfeu e Eurídice no universo Sandman. Foi nesta short story  que Orfeu foi apresentado como filho de Morfeu e da musa Calíope. O Parlamento das Gralhas é, possivelmente, a história mais importante do volume. Daniel, o filho de Lyta Hall apresentado no volume Casa de Bonecas, faz a sua primeira visita ao domínio do Sonho. Para além de revelar que Daniel herdou alguns poderes dos Eternos, esta história mostra também que Caim, Abel e Eva estiveram presentes durante a infância destes, deixando adivinhar que muitos dos eventos bíblicos ocorreram naquele patamar.

sem-titulo
Capa Levoir/Público
SINOPSE:

Dividido em 8 contos fantásticos, todos eles fechados, este volume põe o leitor a sonhar de olhos bem abertos. Nele, o Senhor dos Sonhos dá-nos a conhecer os segredos que unem imperadores e actores, reis e demónios, divindades e seres da natureza, lobisomens e corvos. O sonho trágico de Orfeu é-nos revelado, mostrando como a relação entre pai e filho ficou para sempre marcada, e esta é uma das principais histórias da saga, que terá profundas consequências mais para a frente.

A intertextualidade é marcante em ‘Fábulas e Reflexões’, que reúne personagens de outras eras, de lugares e realidades diferentes. O resultado são histórias que não mais esquecerá, sobre sonhos de amor e de vida, de poder e escuridão.

Por questões de organização de volumes da colecção, a história ‘Ramadão’, geralmente incluída neste volume na versão original, será editada no volume 8 da colecção, ‘A Estalagem no Fim do Mundo’; esta alteração não tem qualquer impacto na leitura da saga completa, tratando-se de uma história curta, separada da cronologia da narrativa central.

OPINIÃO:

Apesar de dividido em contos, Fábulas e Reflexões acabou por aproximar-se da narrativa central de Sandman: Mestre dos Sonhos e recuperou alguns personagens deixados anteriormente ao abandono. Paralelamente a isso, todas as histórias tiveram algo para contar, sendo aquelas que mais se destacaram, na minha opinião, A Canção de Orfeu, Agosto e O Parlamento das Gralhas, embora todas me tenham agradado no seu todo.

A simbologia continua a ser tecida por Neil Gaiman nas entrelinhas, com Sandman a ganhar cada vez mais um significado metafórico. A ação, por sua vez, continua intermitente, sem um fio condutor estável. Os episódios são alternados, podendo ser recuperados aqui e ali, sem um propósito claro. É, nitidamente, a acusação mais negativa à obra; Sandman aposta na extrapolação de referências, significâncias e pensamentos filosóficos, negligenciando uma linha de ação coerente.

sem-titulo
Prancha Sandman (Levoir/ Público)

A nível gráfico, a arte de McManus, Talbot, Doran e companhia manteve a mesma toada dos antecessores. Todas as histórias estiveram bem representadas, apresentando mensagens detalhadas e coloridas, contrastando com o sombrio que enevoa os Eternos.

Avaliação: 7/10

Sandman: Mestre dos Sonhos (Levoir/Público):

#1 Prelúdios e Nocturnos

#2 Casa de Bonecas

#3 Terra do Sonho

#4 Estação das Brumas

#5 Um Jogo de Ti

#6 Fábulas e Reflexões

#7 Vidas Breves

#8 A Estalagem no Fim do Mundo

#9 As Benevolentes 1

#10 As Benevolentes 2

#11 A Vigília

Advertisements

12 thoughts on “Fábulas e Reflexões, Sandman #6

  1. Pingback: Um Jogo de Ti, Sandman #5 – Nuno Ferreira

  2. Pingback: Vidas Breves, Sandman #7 – Nuno Ferreira

  3. Pingback: A Estalagem no Fim do Mundo, Sandman #8 – Nuno Ferreira

  4. Pingback: As Benevolentes (Parte 1), Sandman #9 – Nuno Ferreira

  5. Pingback: As Benevolentes (Parte 2), Sandman #10 – Nuno Ferreira

  6. Pingback: A Vigília, Sandman #11 – Nuno Ferreira

  7. Pingback: Prelúdios e Nocturnos, Sandman #1 – Nuno Ferreira

  8. Pingback: Terra do Sonho, Sandman #3 – Nuno Ferreira

  9. Pingback: Casa de Bonecas, Sandman #2 – Nuno Ferreira

  10. Pingback: Estação das Brumas, Sandman #4 – Nuno Ferreira

  11. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #9 – Nuno Ferreira

  12. Pingback: Estive a Ler: A História de Um Rato Mau – Notícias de Zallar

feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s