As Benevolentes (Parte 2), Sandman #10


O Rei dos Sonhos apenas provou um pouco de um prato de vegetais, e um arroz branco, e satisfez-se com a perfeição de ambos.

O texto seguinte pode conter spoilers do livro “As Benevolentes – Parte 2”, décimo volume da série Sandman (Formato BD)

Sandman – Mestre dos Sonhos chega ao penúltimo volume. Publicado originalmente entre 1993 e 1995, o capítulo As Benevolentes foi dividido em dois álbuns na versão portuguesa da Levoir, disponível nas bancas portuguesas com o Jornal Público a 2 de dezembro do ano pretérito. A obra de Neil Gaiman caminha a passos largos para o final, juntando nesta edição, à arte de Marc Hempel, os nomes de Teddy Kristiansen e Richard Case.

Nesta segunda parte de As Benevolentes, Odin visita o Mundo do Sonho, “pedindo contas” a Morfeu pelo destino que este reservou ao seu filho Loki, uma vez que o capturou e libertou no mundo real. Delírio procura o irmão Destino, pedindo-lhe ajuda para procurar o cão falante que Destruição lhe tinha deixado.

sem-titulo
Prancha Levoir/Público

O Mestre dos Sonhos viaja pelo mundo real, encontrando pouco mais que desapontamento nas suas deambulações. Ao regressar ao Mundo do Sonho, recebe a visita de Delírio, que suplica que a ajude a encontrar o cão desaparecido. A depressão está estampada no rosto monocromático de Sonho, que limita-se a enviar um pesadelo para a ajudar na busca. Recebe a visita de Lyta Hall, que mata um dos guardiões do palácio, para que Sonho permita a sua entrada. Quando Morfeu a recebe, depressa percebe que são as Benevolentes a usar-se do corpo de Lyta; as três Fúrias enfrentam Sonho e deixam-lhe uma ameaça bastante séria.

Após uma decepção amorosa, Rose Walker regressa à mansão da sua avó, onde encontra uma biblioteca maravilhosa com referências a Roderick Burgess, e, inconscientemente, abre uma passagem secreta, que a conduz a uma revelação sobre o seu passado.

sem-titulo
Prancha Levoir/Público

No mundo real, Matthew e Coríntio descobrem o corpo calcinado da amiga de Lyta Hall. Mais que isso, descobrem que foi Loki o responsável pelo ocorrido e pulam para outra realidade, procurando pelo pequeno Daniel. Ao encontrarem Loki, são sujeitos a várias ilusões. Embora Coríntio consiga dominar Loki e encontrar o pequeno Daniel, é tarde demais…

As Benevolentes começaram a matar. Gilbert. Mervyn. Abel. Sonho remete-se ao seu palácio, onde não o podem matar… até que o Puck de Sonho de Uma Noite de Verão regressa ao Reino das Fadas, após uma longa ausência, e influencia o rumo dos acontecimentos. Delírio também entra no Reino das Fadas, procurando pelo seu cãozinho desaparecido, e acaba por fazer com que Nuala use o pingente que Sonho lhe ofereceu para o chamar. Morfeu chega a ela rapidamente, mas uma vez que saiu do Mundo do Sonho tornou-se vulnerável. A fada Nuala confessa o seu amor ao Senhor dos Sonhos, e sofre com a sua indiferença. Morfeu regressa ao palácio, mas as Benevolentes já fizeram o seu trabalho e o Mestre dos Sonhos é obrigado a enfrentar as consequências, encontrar um sucessor e chamar a irmã: a própria Morte.

sem-titulo
Capa Levoir/Público
SINOPSE:

Tendo pago inevitavelmente com a vida o preço do seu orgulho e irresponsabilidade, Morfeu, sai de cena. Mas o Domínio do Sonho necessita de um novo Mestre dos Sonhos, que ocupe o trono deixado vago por Morfeu. O novo Oneiromante é Daniel, o filho de Lyta Hall, gerado enquanto a sua mãe estava presa no Mundo do Sonho e criado para suceder a Morfeu.

OPINIÃO:

Uma teia de acontecimentos que se interligam, Sandman: Mestre dos Sonhos vê em As Benevolentes a sua aventura mais empolgante e definitiva. Obrigado a enfrentar a curva mais acentuada do percurso, Neil Gaiman revelou mérito na forma como conduziu o seu automóvel e convocou a maioria dos personagens que já havia criado na sequência, oferecendo propósitos e conclusões a todas elas.

Esta segunda parte de As Benevolentes revelou-se bem melhor que a primeira, com cenas de ação e explicações mais contundentes. Não me irei repetir em críticas, porque as que teci na opinião ao volume anterior mantêm-se. Personagens como Rose Walker ficaram aquém das expectativas; por sua vez, o declínio de Morfeu revela-se bem planeado. Desde o momento em que ele tinha pegado o pequeno Daniel ao colo, num dos primeiros volumes da série, havia ficado a sensação do que viria a suceder, um dia mais tarde. Mais significativo do que isso, é a forma como o Mestre dos Sonhos se afunda na depressão sem, de algum modo, parecer querer fugir ao seu destino. Em boa verdade, pode-se dizer que o personagem morreu desde que foi obrigado a aceder ao pedido do filho Orfeu.

sem-titulo
Prancha Levoir/Público

Uma maravilha de detalhes simbólicos e um jogo de mitologias, Sandman: Mestre dos Sonhos continua a ser um bom passatempo, uma obra interessante e bem escrita. Ainda assim, não oferece um desenvolvimento aliciante ou um enredo que me cative. A arte, não revelando significativas melhorias, acaba por casar bem com a história, um ponto a favor de Marc Hempel.

Avaliação: 8/10

Sandman: Mestre dos Sonhos (Levoir/Público):

#1 Prelúdios e Nocturnos

#2 Casa de Bonecas

#3 Terra do Sonho

#4 Estação das Brumas

#5 Um Jogo de Ti

#6 Fábulas e Reflexões

#7 Vidas Breves

#8 A Estalagem no Fim do Mundo

#9 As Benevolentes 1

#10 As Benevolentes 2

#11 A Vigília

Advertisements

11 thoughts on “As Benevolentes (Parte 2), Sandman #10

  1. Pingback: A Vigília, Sandman #11 – Nuno Ferreira

  2. Pingback: Prelúdios e Nocturnos, Sandman #1 – Nuno Ferreira

  3. Pingback: Terra do Sonho, Sandman #3 – Nuno Ferreira

  4. Pingback: Casa de Bonecas, Sandman #2 – Nuno Ferreira

  5. Pingback: Estação das Brumas, Sandman #4 – Nuno Ferreira

  6. Pingback: Um Jogo de Ti, Sandman #5 – Nuno Ferreira

  7. Pingback: Fábulas e Reflexões, Sandman #6 – Nuno Ferreira

  8. Pingback: Vidas Breves, Sandman #7 – Nuno Ferreira

  9. Pingback: A Estalagem no Fim do Mundo, Sandman #8 – Nuno Ferreira

  10. Pingback: As Benevolentes (Parte 1), Sandman #9 – Nuno Ferreira

  11. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #9 – Nuno Ferreira

feedback

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s