Estive a Ler: O Regresso do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #1


Para de pensar que estás a lidar com um jovem príncipe. Não estás. E também não é o gato que temos de temer. Há algo de mais profundo e mais estranho, irmão, e é melhor avançarmos com muita, muita cautela.

O texto seguinte pode conter spoilers do livro “O Regresso do Assassino”, primeiro volume da série Saga O Regresso do Assassino

Agora que a terceira série do Assassino está quase a chegar às bancas, decidi não perder mais tempo e avançar para a segunda série protagonizada por FitzCavalaria Visionário. A autora Robin Hobb, pseudónimo da californiana Margaret Ogden, apresenta um protagonista mais amadurecido na trilogia The Tawny Man, adaptada para português como a Saga O Regresso do Assassino, com tradução de Jorge Candeias. A versão portuguesa foi, à semelhança da primeira série, dividida em cinco volumes pela Edições Saída de Emergência.

A autora ganhou uma forte atração pelos temas marítimos quando se mudou para a ilha de Kodiak, aos 18 anos; talvez por isso as aventuras dos seus personagens se passem muitas vezes junto ao mar. Em 1995, publicou O Aprendiz do Assassino, o seu primeiro trabalho com o nome Robin Hobb, publicado pela Bantam Books. Os seus livros e contos já foram traduzidos em mais de vinte línguas, vencendo prémios na área da fantasia um pouco por todo o mundo.

Sem Título
Capa Saída de Emergência

A nova vida de Fitz

Encontramos FitzCavalaria com diferenças substanciais em relação à primeira série literária de Robin Hobb. Passaram-se quinze anos desde a morte de Majestoso, e desde que Veracidade se transformou num dragão e livrou os Seis Ducados da ameaça temível dos Navios Vermelhos. O mundo julga que Fitz morreu. Mas isso não é verdade. Sob o nome de Tomé Texugo, ele fez a sua vida como um mero camponês, com o seu fiel lobo Olhos-de-Noite e um rapaz órfão que acolheu como seu, a que chamou Zar (diminutivo de Azar). De tempos a tempos, a menestrel Esporana aparece para lhe aquecer a cama e trazer-lhe notícias de Cervo. Mas os dias de tranquilidade parecem estar à beira do fim quando Breu, o seu velho mestre, lhe surge à porta e lhe pede para regressar.

Kettricken governa sabiamente a partir de Torre do Cervo, sem esquecer o legado do seu esposo falecido. Tem um filho, chamado Respeitador. Um menino gerado a partir da carne de Fitz, embora fosse Veracidade a controlar o seu corpo no momento de amor. Breu tornou-se o conselheiro da Rainha. Por sua vez, Moli, o grande amor da vida de Fitz e mãe do seu filho, prosseguiu a sua vida tomando Castro como esposo, o pai de criação do próprio Fitz. Ele sabe que tanto Moli como a sua filha Urtiga estão bem sem ele, e que regressar “à vida” traria infortúnio a todos. Embora se sinta atraído para as intrigas de corte e para o “seu mundo” em Torre do Cervo, Fitz recusa regressar. Agora tem uma nova vida e responsabilidades, e não pretende trazer mais desgraças aos que ama.

Sem título
FitzCavalaria (VLAC 86 20 em deviantart)

Repele Breu, assim como repele Esporana quando esta lhe traz a mesma sugestão, e compreende que ela interage com o seu antigo mestre. O jovem Zar, porém, parece começar a ficar entediado com a vida que leva, e Fitz percebe que é hora de lhe arranjar um ofício. Quando este regressa com Esporana de uma viagem a Torre do Cervo, o rapaz conta que conheceu Gina, uma bruxa ambulante que o deixou encantado. Trouxe também consigo uma má notícia para Fitz. Descobriu que Esporana é casada e tem enganado o seu esposo com aquele que dá por nome de Tomé Texugo. Fitz não consegue aceitar a verdade e confronta Esporana com a traição. A menestrel sugere continuar a sua relação daquela forma, sublinhando que ela é a única cura para a solidão de Fitz, mas ele renega-a e manda-a embora.

Mais tarde, durante um mercado nas redondezas, encontram Gina, a bruxa que Zar havia conhecido em Torre do Cervo. Simpática e afável, acaba por ser convidada a visitá-los, o que acontece quando Fitz manda Zar para fora por uma temporada. Na humildade daquela casa, a bruxa descobre que Fitz possui o dom da Manha, a forte ligação que certos humanos possuem com animais, podendo partilhar pensamentos e até, com o tempo, apresentar trejeitos e comportamentos do animal a que estão filiados.

Fitz está conectado ao seu lobo Olhos-de-Noite, e a descoberta desse segredo poderia colocar a sua vida em risco, pois esse dom é olhado com repugnância pela sociedade. Desde os tempos de Majestoso que são comuns as execuções públicas e martírios aos possuidores dessas qualidades. Gina, porém, jura não revelar a ninguém o seu segredo.

Sem título
Versão de FitzCavalaria (AshenhartKrie em deviantart)

Uma nova missão

Para além da Manha, Fitz também possui o Talento, a magia hereditária da família real que lhe permite entrar na mente de outras pessoas e até partilhar sonhos. Bastante tentado a perscrutar aqueles que ama, Fitz é bloqueado por Olhos-de-Noite, que conhece bem o preço a pagar por se embriagar naquela magia. Uma nova visita, porém, virá modificar a vida de ambos… novamente. Um cavaleiro de pele e cabelos dourados e pose aristocrática chega à sua casa. Fitz reconhece-o de imediato. É o Bobo, o seu velho amigo da corte. De origens misteriosas, ele foi branco em jovem, mas a idade mudou a sua cor para dourado. Ele é o Profeta Branco. Fitz é o Catalizador.

As lendas sobre o Catalizador e o Profeta Branco não são lendas dos Seis Ducados. Embora os escritos e os saberes sobre essa tradição sejam conhecidos de alguns eruditos dos Seis Ducados, ela tem raízes em terras que ficam muito para sul, fora de alcance até de Jamaília e das Ilhas das Especiarias. Não é propriamente uma religião, é mais um conceito tanto histórico como filosófico. De acordo com aqueles que acreditam nessas coisas, a totalidade do tempo é uma grande roda que gira num trilho de acontecimentos predeterminados. Se deixado sozinho, o tempo gira sem fim e o mundo inteiro está destinado a repetir o ciclo de acontecimentos que nos empurra a todos cada vez mais para a escuridão e a degradação. Aqueles que seguem o Profeta Branco acreditam que para cada época nasce aquele que tem a visão para redirecionar o tempo e a história para um caminho melhor. Este indivíduo reconhece-se pela pele branca e olhos sem cor. Diz-se que o sangue das antigas linhagens dos Brancos encontra de novo voz no Profeta Branco. Para cada Profeta Branco existe um Catalizador. Só o Profeta Branco dessa época em particular pode adivinhar quem o Catalizador é. O Catalizador é aquele que nasce numa posição única para alterar, ainda que ligeiramente, acontecimentos predeterminados, os quais por sua vez vão fazer o tempo cascatear por outros caminhos através de possibilidades que divergem ainda mais. Em parceria com este Catalizador, o Profeta Branco esforça-se por dirigir as voltas do tempo para um caminho melhor.

“FILOSOFIAS”, de Montabastecido

Sem título
Bobo e Fitz (Enife em pinterest)

É relembrando-o do seu papel no mundo que o Bobo incute a Fitz uma nova tarefa. Apesar de lhe pedir tempo para pensar, é o Bobo quem o consegue convencer a regressar a Torre do Cervo. Ele é agora um membro afetado da corte, respeitado por todos e um partido aliciante para as moças solteiras, conhecido como Dom Dourado. A nova missão parece simples. O príncipe Respeitador desapareceu misteriosamente, e Fitz, como Tomé Texugo, regressará a Cervo para o encontrar, uma vez que é o único homem vivo da linhagem Visionário que possui o Talento, muito embora nunca tenha aprendido corretamente a dominá-lo.

Quando Zar regressa a casa, Fitz comunica-lhe que irá arranjar-lhe um emprego em Cervo. Seguindo um enviado de Breu, regressa a Cervo para encontrar um mundo um tanto diferente do que deixou. Contacta Gina, para que esta receba Zar e Olhos-de-Noite quando estes chegarem. Ela oferece-lhe um amuleto, que fará com que aqueles que o vislumbrem adocem a sua postura para consigo. Relutantemente, Fitz aceita o presente e dirige-se ao palácio, onde Dom Dourado faz de si seu criado. Ninguém o reconhece, protegido pelas mudanças na sua imagem e pela nova condição de servo. Ali, Breu coloca-o ao corrente da situação e mostra-lhe a premência da necessidade na sua ajuda.

Sem título
Bobo/Dom Dourado (ex-m em deviantart)

Respeitador está prometido a uma princesa das Ilhas Externas, que chegará em pouco tempo para o noivado, de grande importância política para os Seis Ducados. No entanto, o rapaz desapareceu misteriosamente. Paralelamente a isso, uma seita de manhosos que se chama a si mesmos de pigarços começou um movimento de terror para se vingar dos ataques de que todos eles são alvos. Provavelmente, para mostrar que existem muitos mais manhosos do que as aparências sugerem, deixam mensagens a denunciar aqueles que o são e que o escondem, embaraçando pessoas de bom nome em toda a cidade. Para o terror da Rainha, o palácio recebeu uma mensagem a denunciar o príncipe Respeitador como manhoso, e o mais terrível era que o rapaz parecia mesmo apresentar uma ligação muito próxima à sua gata de caça. Uma gatinha que lhe foi oferecida pela Dama Bresinga, pertencente a uma casa nobre nos Seis Ducados.

Durante a noite, Fitz sonha que é Respeitador e está próximo à propriedade dos Bresinga, perseguindo a sua gata, que o levará a uma mulher por quem está profundamente apaixonado. Sabendo que se trata de Talento e não de um mero sonho, Fitz conta o ocorrido a Breu e uma expedição é posta em marcha. Na companhia de Fitz e da caçadora Loureira, e com Olhos-de-Noite escondido na sua senda, Dom Dourado prepara uma visita aos Bresinga. Uma visita que se transformará num escândalo e numa caça ao príncipe que mudará irremediavelmente a vida de todos eles.

Sem título 3
Olhos-de-Noite, Fitz e Dom Dourado (MaloMuchacha em pinterest)
SINOPSE:

“Os fãs de Robin Hobb não ficarão desapontados com esta nova série.” -Monroe News-Star

Ele é um bastardo com sangue real. Ele é um assassino com poderes malditos.Ele é a única esperança para um reino caído em desgraça. Atreva-se a entrar num mundo de perfídia e traição que George R. R. Martin apelidou de “genial”. Atreva-se a acompanhar um herói que a crítica considerou “único”. O Regresso do Assassino é o regresso da grande fantasia épica. Se está à espera de mais do mesmo, este livro não é para si. Caso contrário… bem-vindo a uma aventura que nunca irá esquecer!

OPINIÃO:

Dona de uma escrita belíssima e envolvente, Robin Hobb é uma autora a quem sempre reconheci mérito. Isso significa que sempre gostei dela? Não. Definitivamente, a primeira série de FitzCavalaria aborreceu-me imenso, com uma narrativa em pára-arranca que tantas vezes não parecia fazer sentido como parecia repetir-se e copiar-se a si mesma. O último livro, apesar do final estranhamente corrido e irreal, acabou por ser aquele que mais me agradou. Como tal, as expectativas não eram grandes para esta segunda série.

Sabem que mais? Enganei-me.

Este primeiro livro da Saga O Regresso do Assassino veio trazer aquilo que mais gostei em Robin Hobb. Uma escrita elegante e delicada, envolvência e credibilidade (q.b.). E não só. Hobb substituiu um protagonista jovem cheio de comportamentos de nos fazer querer bater com a cabeça nas paredes, por um protagonista adulto e experiente, cheio de maturidade nas suas ações. O personagem é o mesmo, quinze anos mais velho.

Sem título
Kettricken e Respeitador (gil-estel)

Também a história pareceu muito mais atrativa. O mistério em redor do príncipe Respeitador permeou toda a trama e prendeu-me à narrativa, fazendo-me dessa forma suportar com melhor disposição as intermináveis dicotomias internas do personagem principal, as reflexões e ambiguidades próprias de cada incerteza no passo a dar ou circunstância a aceitar. O ritmo aumentou, sem se tornar demasiado corrido ou perder a beleza de debates e descrições a que esta autora já nos habituou. A perspetiva de encontros, reencontros e revelações também foi uma toada permanente.

Foi um volume bastante homogéneo, sem oscilações nem repetições, com um enredo apelativo e uma escrita brilhante. Os personagens revelaram uma riqueza interior enorme e surpreendi-me com a seriedade de certos temas apresentados. Neste volume testemunhamos até a velhice e a morte de um personagem crucial na saga, demonstrando-me que Robin Hobb não é a autora tão “cor-de-rosa” que eu pintara até então. Espero que o remanescente da série siga este exemplo. Parabéns, Margaretzinha. Finalmente conquistou o meu coração.

Este livro foi cedido em parceria com a editora Saída de Emergência.

Avaliação: 9/10

Saga do Assassino (Saída de Emergência):

#1 Aprendiz de Assassino

#2 O Punhal do Assassino

#3 A Corte dos Traidores

#4 A Vingança do Assassino

#5 A Demanda do Visionário

Saga O Regresso do Assassino (Saída de Emergência):

#1 O Regresso do Assassino

#2 Os Dilemas do Assassino

#3 Sangue do Assassino

#4 A Jornada do Assassino

#5 Os Dragões do Assassino

Anúncios

8 thoughts on “Estive a Ler: O Regresso do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #1

  1. Olá Nuno!

    Eu não te disse que a continuação era melhor e que não podias ficar pela primeira trilogia? E prepara-te, vai melhorar ainda mais.

    Robin Hobb superou-se totalmente. Eu sou suspeita, gosto de toda a saga. Gosto muito da primeira, gosto muitooooo do Fitz, e gosto muito da segunda. Vai haver momentos de grande beleza e emoção por aí, sempre com ação e aventuras.

    Excelente texto e excelente opinião =)

    Bjs e boas leituras

    1. É verdade, Miss Lamora. Gostei bastante. Estou muito curioso em relação ao pessoal das Ilhas Externas e a uma certa Mulher Pálida. Em breve lerei o segundo.
      Beijinho e boas leituras

  2. Pingback: Vamos Viajar Com Robin Hobb [Conhece o novo desafio NDZ] – Notícias de Zallar

  3. Pingback: Estive a Ler: Os Dilemas do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #2 – Notícias de Zallar

  4. Pingback: Estive a Ler: Sangue do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #3 – Notícias de Zallar

  5. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #10 – Notícias de Zallar

  6. Pingback: Estive a Ler: A Jornada do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #4 – Notícias de Zallar

  7. Pingback: Estive a Ler: Os Dragões do Assassino, Saga O Regresso do Assassino #5 – Notícias de Zallar

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s