Fala-se de: Guardiões da Galáxia Vol. 2


É o filme do momento e não podia deixar de falar dele. Para muitos, Guardiões da Galáxia é apenas mais uma franquia da Marvel, transportada dos quadradinhos para o cinema. Para aqueles que acompanham as aventuras de Star Lord, Rocket Racoon, Gamora, Drax e Groot desde o primeiro filme, é uma das melhores sequências desde que a Marvel se lançou no mercado cinematográfico. Para mim, Guardiões da Galáxia é, a par de Deadpool, dos poucos filmes baseados em bandas-desenhadas Marvel que valem realmente a pena assistir. Vou explicar porquê.

Numa galáxia distante, cinco mercenários são obrigados a juntar forças para fugir da prisão, e acabam por enredar-se num conflito à escala universal. Com argumento e direção de James Gunn, Guardiões da Galáxia apresenta uma narrativa cheia de ritmo e cenas de ação cósmica de fazer inveja aos melhores filmes Star Wars, ao mesmo tempo que usa e abusa do sentido de humor, o seu maior trunfo. Se muitos julgariam difícil superar o primeiro filme nesse campo, é quase unânime que Guardiões da Galáxia se superou. Neste segundo volume, James Gunn voltou a surpreender.

Sem título
Poster do filme (Fonte: jamovie.it)

Guardiões da Galáxia é uma das bandas-desenhadas menos famosas da Marvel, se a compararmos a celebridades como Homem de Ferro, Capitão América ou X-Men, mas a popularidade dos filmes parece ter agigantado a curiosidade em torno de Gamora e companhia. Dificilmente a banda-desenhada conseguirá ombrear com os filmes em qualidade, e muito por culpa do trabalho incrível de uma equipa coesa que já percebeu bem que o humor é o maior trunfo para conquistar a nova geração de consumidores Marvel.

“Dificilmente a banda-desenhada conseguirá ombrear com os filmes em qualidade, e muito por culpa do trabalho incrível de uma equipa coesa que já percebeu bem que o humor é o maior trunfo para conquistar a nova geração de consumidores Marvel.”

Tudo bem, o sucesso não se faz apenas de conteúdo. Digamos que o chamariz para o primeiro filme passou por pagar a Vin Diesel para estar um filme inteiro a dar voz a uma árvore falante que apenas diz I am Groot!, o que se repetiu no segundo volume, mas também colocar uma estrela em ascensão vinda do WrestlingDave Bautista – no elenco fixo, juntando-o a novos nomes do cinema como Zoe Saldana, Chris Pratt e Karen Gillan, já para não falar do inigualável Bradley Cooper como o mais tagarela dos guaxinins. Participações mais do que pontuais, como as de Michael Rooker, famoso pela participação em The Walking Dead, Sylvester Stallone, Glenn Close, Benicio Del Toro, Djimon Hounson e Kurt Russell vieram dar visibilidade e impacto à versão cinematográfica dos guardiões mais tresloucados da galáxia.

Sem título
Poster do filme (Fonte: comicbook.com)

Mas terá sido isso o suficiente para fazer de Guardiões da Galáxia um sucesso? Definitivamente não. James Gunn e a sua equipa são, muito provavelmente, os principais “culpados” do sucesso. A trama de Guardiões da Galáxia conquistou pela irreverência, e Guardiões da Galáxia Vol. 2 superou o primeiro filme em qualidade. A história começa com o grupo unido e estabelecido como uma equipa, ainda que revelem, porém, alguns problemas de comunicação.

Cuidado com os spoilers! Não faço grandes revelações, mas o plot principal está aqui.

O grupo entrega à raça Soberana umas baterias como moeda de troca pela irmã de Gamora, Nebula, mas Rocket acaba por roubá-las, o que despoleta o ódio de Ayesha, a mulher dourada que lidera os lesados. É quando são salvos pelo pai de Peter Quill, que este nunca conhecera, que o grupo acaba por fraturar-se. Ego é um celestial, uma espécie de deus, que criou um planeta para si mesmo. Ele acolheu e cuidou de Mantis, uma jovem com duas antenas capaz de ler os sentimentos das pessoas ao toque. O grupo divide-se. Enquanto Rocket e Groot recuperam a sua nave – caída num planeta desconhecido – e vigiam Nebula, que fizeram prisioneira, Gamora, Quill e Drax acompanham Ego até ao seu planeta.

Sem título
Baby Groot (Fonte: io9.gizmodo.com)

Se a liderança de Yondu Udonta, o pai de criação de Quill, é posta em causa no seio dos Saqueadores, o seu grupo mais restrito é contratado por Ayesha para dar caça aos Guardiões da Galáxia. Udonta encontra a nave e depois de ver muitos dos seus homens abatidos por Rocket, tenta chegar a um acordo que seja benéfico para ambos; afinal, Udonta não tem grande inimizade pelos Guardiões. Isso, porém, vem inflamar a fação que contestava a sua liderança e Udonta é feito prisioneiro, assim como Rocket e Groot. Nebula chega a acordo com Taserface, o novo líder do grupo, tendo em vista assassinar a sua irmã e vingar-se pelo pesadelo que foi a sua infância. O tema “família” é explorado em todas as suas vertentes, tornando-se o foco de todo o filme.

“O tema “família” é explorado em todas as suas vertentes, tornando-se o foco de todo o filme.”

A humana inocência de Baby Groot é a cereja no topo de um bolo que mescla momentos de grande humor protagonizados por Drax e Mantis, de romance entre Quill e Gamora e de empatia entre Rocket e Udonta. É quando os grupos voltam a convergir que as histórias se entrelaçam, resultando num terço final de forte tensão e melancolia. O combate tradicional contra o inimigo comum é pautado por diálogos divertidos e ridículos, como a busca por um pedaço de fita adesiva, mas também pela epicidade evocada pela extraordinária banda-sonora, que dá ritmo à história sem que, muitas vezes, demos por ela. As referências são uma constante, de Mary Poppins a David Hasselhoff.

Sem título
O passeio de Rocket e Udonta (Fonte: digitalspy.com)

As cenas pós-créditos são um bónus. O personagem de Stallone revela o rosto dos Guardiões da Galáxia originais, que inclui Michelle Yeoh, Ving Rhames, Michael Rosenbaum e Miley Cyrus, ainda que alguns não estejam “em pessoa”. Os Soberanos prometem mais problemas e o despertar de Adam… Vemos ainda Stan Lee irreverente como sempre e um Groot com distúrbios juvenis a sugerir um Volume 3 ainda mais incrível. Fala-se de Guardiões da Galáxia por alguma razão.

Se não o viram, do que estão à espera?

Avaliação: 10/10

 

Anúncios

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s