Estive a Ler: Regressos, Southern Bastards #3


O Euless espancou mesmo aquele homem até à morte no meio da rua… e toda a gente ficou parada a ver?

O texto seguinte pode conter spoilers do livro “Regressos”, terceiro volume da série Southern Bastards (Formato BD)

Lançado no XIII Festival Internacional de BD de Beja, o terceiro volume de Southern Bastards chega agora às bancas e livrarias portuguesas, pelas mãos da G Floy Portugal. É mais um capítulo da violenta saga sobre as gentes do Alabama criada por Jason Aaron e Jason Latour, autor e ilustrador norte-americanos. Este volume reúne os números 9 a 14 da publicação original editada pela Image Comics.

Com o título Regressos, adaptação do original Homecoming, que alude a uma espécie de SuperTaça do futebol americano, assistimos ao fim das férias e à aproximação do maior jogo do ano para a equipa do Condado de Craw, os Runnin’ Rebs. Southern Bastards venceu o Prémio Harvey para Melhor Nova Série em 2015.

Sem Título
Prancha G Floy

O jogo mais aguardado

Depois de assistirmos à trágica morte do protagonista Earl Tubb e conhecermos a história do seu assassino, o treinador dos Rebs, Euless Boss, a narrativa sobre a população de Craw incide agora sobre um jogo de futebol por que todos esperam. Uma partida decisiva, entre os Rebs e os Warriors do condado de Wetumpka. No passado, de todas as vezes em que eles se defrontaram, os Rebs foram vitoriosos, muito por “culpa” do treinador Big.

No entanto, o homicídio brutal de Earl Tubb deixou as suas marcas em Big. Envergonhado por Boss e pela comunidade em geral, o antigo treinador acaba por suicidar-se, deixando a equipa entregue a si mesma. A história deste volume, porém, não se foca nos preparativos para o jogo, mas nos múltiplos personagens que povoam o Condado de Craw.

O primeiro é o xerife Hardy. Ensombrado pelo seu papel na morte de Tubb, o homem recorda-se de quando fora um jovem jogador com um futuro brilhante, e em como se viu enredado nas teias labirínticas do treinador Boss. Acompanhamos também Esaw Goings, o libertino lacaio de Boss que, após o suicídio de Big, vê-se arrastado para o campo de futebol. Ainda assim, não consegue deixar os maus hábitos de lado, nem de olhar para todas as mulheres como peças de caça. Um religioso segue os seus passos, mas é sucessivamente humilhado.

Sem Título
Prancha G Floy

Há justiça em Craw

Existe em Craw quem nutra um ódio de estimação pelo futebol. Boone é um caçador e manipulador de cobras. Ele vive nas profundidades da floresta e é obrigado a testemunhar os atos mais cobardes por parte dos jogadores de futebol e amigos de Boss. Mais tarde, revela-se um justiceiro atento, que usa arco e flechas para abater assassinos e violadores.

O arco de Regressos avança com a história de Tad Ledbetter, o menino que fizera amizade com Earl Tubb e ficara hospitalizado, mas há ainda tempo para conhecer a esposa do Mayor e um grupo de cães pouco amigáveis. A história termina com o tão aguardado jogo de futebol e, principalmente, com o regresso a Craw de Roberta, a filha de Tubb. Militar de vulto, a jovem regressa do Afeganistão com vontade de vingança e de justiça. Roberta Tubb quer saber quem foram os homens que mataram o seu pai, e fazê-los pagar por isso. A forma como lida com os vizinhos é um pequeno indício do que está para vir.

Sem Título
Capa G Floy
SINOPSE:

Chegou a semana do Homecoming, o fim das férias e o maior jogo do ano para a equipa do Condado de Craw, os Runnin’ Rebs. Mas o Coach Euless Boss tem muito mais inimigos do que os que vai enfrentar no campo de jogo. O xerife cujo passado negro o continua a assombrar. O misterioso caçador sempre pronto a fazer a sua justiça rural muito peculiar. O estranho rapaz em coma. A maquiavélica mulher do Mayor. Os cães selvagens.

E há também Roberta Tubb, do Corpo de Fuzileiros dos Estados Unidos. A filha do homem que Euless Boss matou a sangue-frio. Todos estão a regressar a casa, como que atraídos por uma promessa de violência e vingança. Mas o Coach Boss não tem medo de sangrar. Nem de verter o sangue de outros, se isso for necessário para ganhar o jogo.

Seis histórias. Seis grandessíssimos cabrões. Uma série “frita à moda do Sul”.

OPINIÃO:

Southern Bastards nunca precisou de um grande argumento para me conquistar. A linguagem dura e a expressividade visual cativaram-me por si só. Mas, se os dois primeiros volumes valeram pela realidade gráfica e pela escultura detalhada dos seus maravilhosos personagens, o terceiro volume superou os álbuns anteriores com um argumento aliciante e um perscrutar intensivo às gentes de Craw. Na verdade, este livro ganhou-me com a sinopse e não me desiludiu.

Mais do que os seis personagens de que se fala, assistimos a uma aproximação consistente ao interior profundo do Condado de Craw, sem esquecer o legado de Tubb ou o personagem Boss. Os dois autores conseguiram enriquecer a série e abrir novas perspectivas para a mesma, ao mesmo tempo em que submergiram o leitor num ritmo assertivo e crescente. Finalmente, a impunidade do treinador Boss parece ameaçada.

Sem Título
Prancha G Floy

Regressos é um retorno em grande à obra de Jason Aaron e Jason Latour, arrastando consigo a toada brutal dos volumes antecessores, o cheiro a sangue, a suor e a óleo acumulado nas frigideiras. O cheiro ao Sul dos E.U.A e aos seus incorrigíveis bastardos. Corrupção, manipulação e tomadas de consciência, jogos de futebol e sede de justiça. Uma parafernália de personagens consistentes,  brutais, crus e sangrentos. 

“Os dois autores conseguiram enriquecer a série e abrir novas perspectivas para a mesma, ao mesmo tempo em que submergiram o leitor num ritmo assertivo e crescente.”

A arte de Jason Latour é muito boa. O argumento de Jason Aaron convence. E se todo o álbum me apaixonou com histórias críveis e viscerais, ele termina no seu ápice, com a apresentação da personagem mais fucking badass até aqui criada, Roberta Tubb. Euless Boss, parece-me que vais ter problemas dos grandes.

Avaliação: 8/10

Southern Bastards (G Floy Studio Portugal):

#1 Aqui Jaz Um Homem

#2 Sangue e Suor

#3 Regressos

 

Anúncios

2 thoughts on “Estive a Ler: Regressos, Southern Bastards #3

  1. Pingback: Sangue e Suor, Southern Bastards #2 – Notícias de Zallar

  2. Pingback: Aqui Jaz um Homem, Southern Bastards #1 – Notícias de Zallar

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s