Vamos Viajar com Robin Hobb: Menções de Honra


Olá, olá! Espero encontrá-los bem desse lado. Como sabem, ou deviam saber, hoje é o último dia do desafio Vamos Viajar com Robin Hobb, um passatempo que tive muito gosto em organizar e que me proporcionou muitos e bons momentos nos últimos dois meses. Este desafio consistiu em ler livros da autora Robin Hobb, de 8 de maio a 8 de julho, no âmbito do lançamento nacional do livro O Assassino do Bobo. Como estive mais atrasado na leitura, acabei por ler os livros Os Dilemas do Assassino e Sangue do Assassino, da série anterior, durante este período.

Sem título 2
Breu Tombastrela (Fonte: moriadat.deviantart.com)

Quero agradecer a todos os que se disponibilizaram a colaborar comigo neste passatempo, nomeadamente à Edições Saída de Emergência, pelos livros cedidos, e a todos os que participaram. Organizei uma ida à Feira do Livro de Lisboa, onde estive com o Ruben Lopes (blogue Enjoy Story), o Paulo Dores (blogue Fiacha O Corvo Negro) e a São Bernardes (blogue Folhas do Mundo), um sorteio do livro O Assassino do Bobo, que foi feito em direto na minha página de facebook e que ditou a Helena Isabel Bracieira (blogue As Horas… que me Preenchem de Prazer) como vencedora, e chegou por fim a hora de encerrar este desafio com as respetivas menções de honra.

Desde o primeiro momento, o objetivo deste desafio passou por ler livros de Robin Hobb durante o período supracitado, resenhando-os em seguida. Os comentários deveriam ser-me entregues para a devida publicação neste post final. Comecei o desafio com quatro “voluntários”, número que ascendeu aos seis e que acabou pela metade, ou porque não terminaram os livros a tempo, ou porque tiveram “preguiça” para escrever uma opinião. De qualquer forma, agradeço a todos por terem participado, em especial à Mirtila Pratz, ao Paulo Dores e ao José Voller de Barros, por terem concluído os comentários a tempo (desconfio que o fariam mesmo sem o desafio 😀 ).

Sem título
Capa Saída de Emergência

Os Dilemas do Assassino (por Nuno Ferreira):

“Um mar de conflitos e de intrigas, Os Dilemas do Assassino é mais uma prova de que Robin Hobb é muito mais do que apresentou na primeira trilogia. Elegante, fluída e cheia de ritmo, esta leitura revelou-se bem mais célere e estimulante do que eu a imaginava. A promoção de reflexões interiores e a discussão sobre temas comuns a todos nós como a juventude, a honestidade e o bem-estar emocional foram maravilhosamente decompostos pela autora californiana, que em nenhum momento deixou cair o gume da sua “pena”.

Hobb apresenta-nos a um mundo fantástico e torna-o credível e isso é, sinceramente, o que mais me apraz em ler um livro. Ela relata com beleza cada cenário, sem excluir as ervas daninhas que, irrefutavelmente, povoam cada realidade. Se os momentos de introspeção, em outros momentos, me deixaram entediado com as aventuras de Fitz, aquelas que tenho agora oportunidade de ler surgem como um intervalo após cada acontecimento, levando-me a pensar sobre o mesmo, a maturar as questões e a respirar fundo. Cada introspeção revela-se tão ou mais deliciosa que os eventos em si.”

O Assassino do Bobo (por Miss Lamora):

“É com imenso gosto que escrevo esta opinião. Robin Hobb é uma das minhas autoras favoritas e desde que a Saída de Emergência começou a editar cá os seus livros que os tenho lido. Ora, depois de duas sagas maravilhosas, é uma delícia poder voltar a entrar neste reino e a visitar os Seis Ducados, Torre do Cervo e, principalmente, a encontrar FitzCavalaria Visionário, a minha personagem literária favorita. Ao começar este livro foi como se voltasse atrás no tempo ou como se voltasse a uma memória ou acontecimento muito querido. Deu-me uma sensação e emoção únicas e foi com grande alegria que me deixei levar pelas páginas desta brilhante aventura.

Robin Hobb é única. Mais uma vez dá-nos uma história que só ela podia ter escrito. As personagens continuam iguais, cheias de força e carisma, os locais também continuam a transmitir a mesma serenidade emocionante. A escrita continua a ser como que uma viagem serena, pacifica. É como um maravilhoso conto de antigamente, contado oralmente, no princípio dos tempos. Tudo neste livro faz lembrar os anteriores, tudo e nada. ”

Sem título-003
Vamos Viajar com Robin Hobb (Mapa Oficial dos Seis Ducados)
.
Sangue do Assassino (por Nuno Ferreira):
.
“Se a ação deste livro não se desenvolveu rapidamente ou de forma apaixonante, posso dizer que dificilmente seria um livro melhor se tal tivesse sucedido. A maravilha desta história não é a narrativa em si, mas sim a forma como é contada. A Saga Regresso do Assassino não se foca em magias, em sede de poder ou em batalhas, mas sim na natureza humana. Temas como o estigma e o preconceito são bastante debatidos, através das várias nuances de personagens. Fez-me rir que um personagem como Fitz, estigmatizado e até “arrancado ao mundo” primeiro por ser bastardo e depois por ser manhoso, se tenha mostrado tão desconcertado com suspeitas de homossexualidade.
.
Ainda assim, a evolução do herói é digna de registo. Em alguns momentos, Fitz consegue ser mais maduro que o próprio Breu e, muito embora revele algum amadorismo na educação de Zar, os seus conselhos e advertências revelam muito do seu amadurecimento. A grande mais-valia de ler Robin Hobb é conhecer personagens credíveis e imperfeitos como Gina, a bruxa ambulante, que consegue ser uma pessoa tão palpável, real, que impressiona.”
.
O Assassino do Bobo (por José Voller de Barros):
.
“Robin Hobb desafia o «Viveram Felizes para Sempre” neste novo livro da Saída de Emergência. O último livro da autora já o li há alguns anos, mas mantenho presente a forma clássica com que Hobb provoca a empatia entre leitor e personagem principal, seja ainda exactamente a frustração do personagem que dê interesse ao livro. Robin Hobb joga com algo intrinsecamente humano que é a vontade de seguir a desgraça alheia, e reproduz com alguma destreza as amarguras de um personagem e as guinadas que ele tenta dar à vida, geralmente infrutíferas, para as ultrapassar.
.
O Assassino do Bobo é uma sequela aliciante, partindo de um “Viveram Felizes para Sempre” para mais um carrosel vertiginoso de desgraça e cabeçada. É fidedigno o cenário psicológico montado por Hobb para o personagem-chave. Ela define o que significa acreditar numa coisa e perceber que perdeu tudo o que devia ser seu por causa disso. Fitz é um instrumento dos Visionário e a vida dele uma brincadeira de deuses. Eda e El num novelo. É preciso esperar para conhecer desenvolvimentos de relevo mas o sprint final é brilhante e a perda de um personagem surpreendeu. Desejam registar um nome? Fixem Abelha.”
Sem título
Robin Hobb (Fonte: Agnes Meszaros)
O Assassino do Bobo (por Paulo Dores):
.
“Torna-se fácil considerar Robin Hobb a minha escritora favorita a nível de fantasia e sinceramente nunca esperei sentir-me tão maravilhado por regressar a Torre do Cervo e rever muitas das personagens por quem tanto sofri e adorei e ainda assim a escritora consegue surpreender-me deixando-me em muitos momentos comovido e com os sentimentos à flor da pele.
.
As personagens são todas elas cativantes, a grande maioria já as conhecemos e mantém-se bem construídas, carismáticas, cheias de mistérios. Ainda assim a escritora consegue acrescentar algo deixando o leitor a suspirar por saber mais sobre as mesmas. Gostei do rumo que deu a várias e teve a coragem de nos dar um valente KO com uma que nos é bastante querida, mas que acaba por dar um grande volte face ao enredo que até ai estava a ser cativante mas sem avançar muito.
.
Sério candidato a livro do ano, pelo menos na rubrica da Fantasia já não deve haver outro que me cative tanto.”
.

Obrigado a todos por lerem, comentarem, ou simplesmente passarem por cá. Espero que tenham gostado de participar deste desafio (quem sabe em breve organize outro). Por cá, o desafio acabou, mas ler Robin Hobb está para durar. De momento, estou a ler A Jornada do Assassino. Fiquem atentos!

Anúncios

2 thoughts on “Vamos Viajar com Robin Hobb: Menções de Honra

  1. Olá!

    Muito bem! Gostei bastante.
    Gostei do desafio, gostei da leitura, gostei do teu texto. Foi uma excelente experiência e espero que haja mais!

    Mais um excelente livro de Robin Hobb. Espero que o leias em breve! É uma história diferente, com novas personagens e outros caminhos.

    Bjs e boas leituras

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s