Fala-se de: Baywatch


Verão é sinónimo de praias e corpos despidos, como tal Baywatch é um dos filmes que gerou maiores expectativas para esta estação. Pelas mãos da Paramount Pictures, a adaptação para o cinema de uma das séries de maior sucesso da TV mundial tem direção de Seth Gordon, responsável por filmes como Identify Thief e Pixels, e argumento de Damian Shannon e Mark Swift. Não sei se o filme consegue recuperar a mística da série televisiva, mas é, na minha opinião, delicioso. Baywatch é uma adaptação que, parecendo quase uma mistura de Velocidade Furiosa e American Pie, consegue reverter a imagem da série televisiva e até satirizá-la.

Baywatch narra o trabalho de uma equipa de nadadores-salvadores e a forma como eles se conectam e relacionam, ao mesmo tempo que tentam salvar a praia e os veraneantes dos inúmeros perigos que ali se podem encontrar, de afogamentos e animais marítimos a larápios e cartéis de droga. Uma das marcas da série televisiva que popularizou o produto entre os finais dos anos 80 e o início do atual milénio foi a progressão de imagens em slow-motion, quando os nadadores, homens e mulheres, corriam na areia para proceder aos salvamentos. O filme, na minha opinião, é mais hilariante que a série, recorrendo ao absurdo e ao ridículo para gozar com o próprio produto. Surpreendentemente, de forma bem sucedida.

Sem título
Fonte: youtube.com

Utilizando uma receita de grande sucesso, o mesclar de uma narrativa de ação com uma sequência de momentos de humor de ponta a ponta, Baywatch conquista essencialmente pela boa disposição e espírito leve, que se vai tornando mais emocional à medida que a narração apela aos sentimentos e aos laços que se vão formando entre os personagens. A sequência de acontecimentos é bastante previsível e o final é o esperado, desde os primeiros momentos da trama.

“Baywatch conquista essencialmente pela boa disposição e espírito leve, que se vai tornando mais emocional à medida que a narração apela aos sentimentos e aos laços que se vão formando entre os personagens.”

Um dos principais motivos para que o filme me tenha agradado foi, claramente, a prestação de The Rock. Dono de um carisma enorme, Dwayne Johnson carrega a trama às costas. Ainda que ele interprete o mítico Mitch Buchannon, papel desempenhado por David Hasselhoff por mais de uma década, é difícil observá-lo sem o colar a outros personagens de sucesso do ator. Ainda assim, a ligação entre o personagem de Johnson e o de Zac Efron acabou por ser uma das que revelou maior evolução ao longo da narrativa. Jon Bass foi outro dos atores que mais se evidenciou, como o hilariante Ronnie. Alexandra Daddario e Kelly Rohrback herdaram papéis femininos de vulto na série televisiva sem grande desafio, enquanto Priyanka Chopra não me convenceu como grande vilã.

Sem título
Fonte: slate.com

Se algumas atuações não me encheram as medidas, podemo-nos perguntar se um enredo hilariante e a participação de grandes nomes do cinema são suficientes para fazer deste filme um sucesso. Não sei responder a isso. Posso dizer que, não sendo um filme brilhante, entreteu-me imenso e fez-me rir em grande parte do mesmo. Gostei sobretudo das relações entre os personagens, das inúmeras referências a outros produtos e do registo despretensioso. Não é um filme de guardar no coração, mas é um ótimo entretenimento de domingo.

Cuidado com os spoilers! Não faço grandes revelações, mas o plot principal está aqui.

O filme começa quando a equipa liderada por Mitch Buchannon começa a recrutar estagiários. Os candidatos são muitos, mas só estão abertas três vagas. Uma delas está previamente destinada a Matt Brody, antigo atleta olímpico que havia ganho duas medalhas de ouro antes de estragar a carreira quando, na véspera de uma prova, se entregou ao álcool, o que o fez vomitar dentro da piscina. Numa tentativa de o “reabilitar”, cordelinhos são mexidos para o incluir na equipa de Mitch, o que vai contra a ética do tenente.

Sem título
Fonte: screenrant.com

Desde logo, a relação entre Mitch e Matt é difícil, vindo a passar por várias etapas ao longo da trama. Para além de Matt, também Summer e Ronnie passam nas provas e são adicionados à equipa, como estagiários. Enquanto Summer é uma jovem dedicada que desperta a atenção de Matt, Ronnie é um rapaz gordinho e atrapalhado que, completamente arrebatado pela bela nadadora C.J., não consegue falar na sua presença, acabando frequentemente envolvido em situações embaraçosas e hilariantes.

“Posso dizer que, não sendo um filme brilhante, entreteu-me imenso e fez-me rir em grande parte do mesmo. Gostei sobretudo das relações entre os personagens, das inúmeras referências a outros produtos e do registo despretensioso.”

A praia parece mais movimentada do que nunca e Mitch não se sente nada confortável com os invólucros de droga que são encontrados junto ao mar. A bela Victoria Leeds, a nova proprietária do clube noturno, parece estar ligada ao incêndio num barco e à aparição de corpos dados à costa, uma situação inusitada numa praia considerada tão segura. Mitch esforça-se por fazer justiça e resolver os vários problemas pendentes, quando nem os seus superiores nem a polícia parecem fazer nada quanto a eles e criam obstáculos à sua ação.

Sem título
Fonte: br.pinterest.com/pin

Seguindo a nova tradição de sucesso, o filme conta com cenas pós-créditos. Para além de alguns bloopers, há ainda uma cena protagonizada por The Rock e David Hasselhoff que deixa a sugestão de uma sequência. De resto, tanto as participações de Hasselhoff como a de Pamela Anderson, sem qualquer interferência na trama, vieram reforçar a intenção de um filme que, longe de maravilhar, consegue revelar-se um ótimo entretenimento.

Avaliação: 7/10

Anúncios

2 thoughts on “Fala-se de: Baywatch

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s