Estive a Ler: Moving


Moving é um conto do autor nacional Bruno Martins Soares, disponível na Amazon. O autor, mais conhecido pela Saga de Alex 9, que escreveu em português para a Edições Saída de Emergência, passou parte da sua vida no Funchal e a outra metade em Lisboa. Escreve ficção desde os 12 anos e em 1994 ganhou uma menção honrosa no Concurso Nacional de Jovens Criadores, tendo vencido a edição de 1996 do mesmo concurso.

O prémio levou-o a Turim, onde representou Portugal na Bienal de Jovens Criadores da Europa e do Mediterrâneo de 1997, e onde o seu conto «Mindsweeper», publicado originalmente em Contos Inéditos – Selecção dos Concursos Jovens Criadores ‘96 pelo Clube Português de Artes e Ideias em 1996, foi traduzido e publicado em italiano na colectânea Quattordici Giovani Narratori Dei Mediterraneo, pela editora Lindau.

Sem título
Fonte: http://www.kotostudios.com/php/gallery/bruno-martins-soares/

Bruno participou ainda nas Bienais de Roma em 1999 e na de Sarajevo em 2001. Entretanto, e em colaboração com a Associação GEIC (Grupo Experimental de Intervenção Cultural), criou uma colecção de livros de jovens autores inéditos denominada O Homem do Saco, que deu a conhecer nomes como os de Rui Pires Cabral e Possidónio Cachapa, e onde publicou a sua primeira colectânea de contos, O Massacre, em 1996.

Profissionalmente, é licenciado em Gestão de Empresas pela European University e foi Practice Leader de Change & Internal Communications na Hill & Knowlton Portugal. A sua carreira também o levou à imprensa: colaborou regularmente com jornais e revistas tanto nacionais como estrangeiros, entre os quais o Diário de Notícias, a Ideias & Negócios, o Washington Post e a Jane’s Defence Weekly (de quem foi correspondente em Portugal durante três anos). Atualmente, trabalha como freelancer.

Fonte: Edições Saída de Emergência / Goodreads

Sem título
Fonte: https://www.amazon.com/Bruno-Martins-Soares/e/B0754WSPL2

É já dia 1 de outubro que Bruno Martins Soares lançará o seu próximo livro, Fighting the Silent, na Amazon, o primeiro volume da saga The Dark Sea War Chronicles, escrita em inglês. Como tal, e uma vez que o conto do premiado autor, entitulado Moving, se encontrava gratuitamente disponível na plataforma Amazon, não hesitei em descarregá-lo. Em Moving, Bruno Martins Soares mostra o porquê de ser um dos mais respeitados autores nacionais de Ficção Especulativa.

Não foi, no entanto, o meu primeiro contacto com a escrita do Bruno. Aqui há uns anos, quando a Saga de Alex 9 foi lançada, lembro-me de ter lido alguns capítulos disponibilizados pela editora, e apesar de não me ter desagradado, não me prendeu o suficiente para prosseguir. Determinado em ler e maravilhar-me com a nova saga de Bruno Martins Soares, comecei por aventurar-me em Moving, um conto bastante engraçado e peculiar.

Sem título
Fonte: http://amazon.com/

Não irei soltar muitos spoilers nem revelar nada que possa estragar o prazer da leitura, mas não dá para escrever muito sobre contos sem desvendar uma ponta ou outra dos mesmos. Posso apenas dizer que o conto é protagonizado por um sujeito chamado Paulo, muito apegado a rotinas e à estabilidade e, por isso, com uma certa aversão a mudanças. No entanto, mais tarde ou mais cedo, elas acontecem nas nossas vidas, e também ele tem de aceitar essa situação.

“Em Moving, Bruno Martins Soares mostra o porquê de ser um dos mais respeitados autores nacionais de Ficção Especulativa.”

O pior é mesmo encaixotar os livros e levá-los para a casa nova. O que acontece quando os livros se “recusam” a mudar-se? Moving é uma história engraçada que fala sobre mudanças e sobre o que elas podem trazer de positivo (ou não) às nossas vidas. A vida de Paulo irá certamente mudar, principalmente quando conhece uma rapariga que se mostra também ela fã de leitura e admiradora confessa de Orgulho e Preconceito.

Sem título
Fonte: https://www.linkedin.com/pulse/simple-ways-read-5x-more-books-amit-somani/

Apesar de não ser propriamente fluente em inglês, não tive grandes dificuldades em ler o conto e gostei bastante da linguagem utilizada, tanto do estilo de prosa do Bruno como da forma intimista com que ele tratou os personagens e como tratou o leitor. Desde o primeiro parágrafo que nos faz sentir “em casa”, expondo-nos às obstinações e perceções do personagem como se lhe vestíssemos a pele.

“Moving é uma história engraçada que fala sobre mudanças e sobre o que elas podem trazer de positivo (ou não) às nossas vidas.”

O autor também deixa transparecer alguma diversão na forma como conta a história. Moving é um conto de leitura rápida, que nos apresenta uma narrativa de negação e contrariedade de uma forma leve e com um certo sentido de humor. Uma lufada de ar fresco que aconselho veementemente a quem quiser começar a ler algo deste excelente autor nacional.

Avaliação: 7/10

Anúncios

5 thoughts on “Estive a Ler: Moving

  1. Bruno M Soares

    Muito obrigado, Nuno, fico muito contente que tenhas gostado. Um disclaimer: essa biografia já está desactualizada e já há alguns anos que não trabalho para a Hill&Knowlton, hoje sou freelancer. Abraço, B.

  2. Pingback: Estive a Ler: Fighting The Silent, The Dark Sea War Chronicles #1 – Notícias de Zallar

  3. Pingback: Resumo Trimestral de Leituras #11 – Notícias de Zallar

Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s