Fórum Fantástico 2017


Sem título

Mais um ano, mais uma ida ao Fórum Fantástico. O certame anual dedicado à Ficção Especulativa regressou à Biblioteca Orlando Ribeiro em Telheiras, de 29 de setembro a 1 de outubro. Organizado por Rogério Ribeiro, João Morales e a Épica (Associação Portuguesa do Fantástico nas Artes), o Fórum Fantástico deste ano trouxe várias surpresas, entre elas a existência de uma banca exterior de venda de livros usados, a realização em simultâneo da EuroSteamCon e a presença do autor Mike Carey, conhecido argumentista de X-Men e Lucifer, que lançou recentemente no nosso país, pela Nuvem de Tinta o livro A Rapariga que Sabia Demais.

Este ano tive o privilégio de estar presente no dia 30 de manhã e à tarde, onde registei com agrado uma grande afluência de participantes, especialmente devido à colaboração do pessoal do cosplay e do steampunk. O meu destaque vai, no entanto, para o workshop que decorreu no Auditório a partir das 10:30. Pedro Cipriano e Bruno Martins Soares partilharam com o público algumas ideias muito interessantes sobre Mundicriação e Escrita Criativa (e o Bruno ainda atirou uma melancia ao público xD). À tarde, Rogério Ribeiro esteve À Conversa com o Especulatório, onde pudemos conhecer muitas das atividades em que este grupo empreendedor e peculiar tem desenvolvido com especial incidência para os jogos de RPG.

Sem título
Da esquerda para a direita: Paulo Dores (Fiacha O Corvo Negro), o meu primo Ruben Lopes, a minha companheira e eu

A apresentação do trabalho de Pedro Cipriano, Ana Luz e Joel Gomes foi uma sessão interessante, denominada Identidades Autorais, onde pudemos saber mais sobre os três escritores. Conhecer mais da Revolução Steampunk, em especial o projeto do Nirvana Studios, foi outro momento grande da tarde, uma vez que não fazia ideia do envolvimento gigante que move o grupo e o trabalho que tem vindo a desenvolver. Para coroar a tarde, o lançamento do Almanaque Steampunk foi mais uma sessão interessante, que demonstrou o esforço hercúleo de 34 autores, do grupo do steampunk e da Editorial Divergência na concretização do mesmo. A tarde prosseguiu com a sessão I See Dead People com Mike e Linda Carey, que já não tive a possibilidade de assistir.

Foi mais um evento dedicado ao Fantástico que mostrou bem que este género tem muito ainda por ser explorado e muitas pessoas a trabalhar para desenvolver a Ficção Especulativa nacional. Acima de tudo, foi um momento bem passado, em que tive a possibilidade de estar com amigos e conhecidos do mundo do fantástico, conversar sobre livros, aconselhar outros e debater temas pertinentes dentro do género. Resta-me ainda dar os parabéns ao Luís Filipe Silva e ao João Barreiros, que receberam os Prémios Adamastor 2017 com todo o mérito. O trabalho que têm vindo a realizar na ficção científica nacional faz com que todos os aficcionados lhes devam muito, e é importante que o reconhecimento chegue em bom tempo.

Sem título
Apresentação do Almanaque Steampunk no Auditório da Biblioteca

2 comentários em “Fórum Fantástico 2017

  1. Oie,

    Dia bem passado, tenho pena de ter estado tão pouco, ainda assim valeu bem a pena, revi amigos, estivemos em convivio, ainda desejei fortuna sabes a quem ehehe, logo muito bom.

    E notei que há cada vez mais malta, otimo sinal

    1. É verdade foi um dia muito bem passado ahahah obrigado pela fortuna. Grande abraço

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close