Estive a Ler: Head Games, Locke & Key #2


There’s a second you standing next to me, looking into your own head, isn’t there? I hate that.

O texto seguinte aborda o livro “Head Games”, segundo volume da série Locke & Key (Formato BD)

O escritor best-seller do New York Times Joe Hill e o artista Gabriel Rodriguez, criadores do aclamado Locke & Key: Welcome to Lovecraft, regressam com o segundo capítulo da série, Head Games. Reúne os seis números de Locke & Key: Head Games, para além de materiais extras. Se ainda não sabes o que achei de Welcome to Lovecraft, lê a minha opinião ao primeiro volume e volta aqui depois.

Se o primeiro volume já tinha sido bom, este segundo foi delicioso. O material desenvolvido por Hill amplia a trama principal e alia o imprevisível ao bizarro nas doses certas. Os três irmãos Locke afirmam-se como protagonistas de uma série que beira o psicótico sem deixar de transmitir uma aura bem Calvin & Hobbes. Head Games foi publicado em 2009 pela IDW Publishing.

Abre a tua mente. Os jogos mentais estão prestes a começar!

Imagem relacionada
Fonte: https://www.hollywoodreporter.com/live-feed/locke-key-what-makes-upcoming-comic-book-adaptation-challenging-television-996213

Neste segundo volume, encontramos os Locke a digerir o segundo ataque de Sam Lesser. Kinsey começa a encaixar-se na sociedade escolar, Bode continua a manifestar a curiosidade própria da idade e Tyler faz amizade com um novo aluno, Zack Wells. Zack tem uma semelhança mais impressionante com Lucas Caravaggio, ex-amigo de Rendell Locke, o falecido pai dos três irmãos.

O velho Joe Ridgeway, um dos professores da Academia Lovecraft, não ignora tal semelhança, até porque deu aulas a Lucas, Rendell e ao seu grupo de amigos quando estes frequentavam a escola. Na verdade, Zack e Lucas são a mesma pessoa e Head Games mostra a verdadeira índole de Zack / Lucas / Dodge, que usa uma das chaves mágicas da Keyhouse para roubar uma arma e matar o professor.

Resultado de imagem para locke & key head games
Fonte: http://theslingsandarrows.com/locke-key-head-games/

Zack afirma que Ellie Whedon-Kinsey, velha amiga de Rendell, é sua tia. Ellie fica estupefacta ao vê-lo, reconhecendo-o como Lucas. Ellie vivia sozinha com o seu filho Rufus, que possui uma deficiência mental, mas apavorada com os poderes de Zack, aceita viver com ele e ajuda-o a fazer com que o homicídio de Ridgeway pareça um suicídio.

“No que foi apresentado e no que foi subentendido, a narrativa funcionou na perfeição.”

No entanto, Bode mostra a Head Key aos irmãos, que ficam horrorizados ao perceber que a chave abre a cabeça daquele que a segura, permitindo que qualquer um veja os pensamentos da pessoa e as suas memórias. O mais bizarro é que aquele cuja cabeça está aberta também é capaz de a examinar.

Imagem relacionada
Fonte: https://www.themarysue.com/idw-locke-key-movie/

Os irmãos Locke mostram-se curiosos com a dita chave. Tyler usa-a para inserir matérias escolares na sua cabeça, enquanto Kinsey começa a remover memórias perturbadoras. Ela pede a Tyler que lhe retire o medo e a capacidade de chorar. Mais tarde, o irmão convida “Zack” e a jovem Jordan, por quem está apaixonado, para mostrar-lhes a chave, apesar de ter prometido tanto a Bode como a Kinsey que a chave permaneceria em segredo.

Uma vez que o tio Duncan reconhece “Zack”, o rapaz que não envelhece usa a chave para entrar na sua casa e remover as memórias que ele tem de si, fazendo assim com que mantenha a identidade em segredo sem ter de o matar, como fizera com o professor Ridgeway. Ao longo do livro, os vários flashbacks ajudam a perceber o papel que Zack desempenhou no passado destes personagens e os dramas intensos que eles viveram na juventude.

Resultado de imagem para locke & key head games
Fonte: https://www.hollywoodreporter.com/live-feed/locke-key-what-makes-upcoming-comic-book-adaptation-challenging-television-996213

A história evolui lentamente, mas evolui, abrindo as portas a uma trama mais larga que pode, a pouco e pouco, trazer maiores revelações sobre os Locke, a Keyhouse e as próprias chaves. Gostei bastante dos novos personagens, das dinâmicas entre eles e do que as capacidades místicas das chaves podem interferir na forma de viver dos mesmos. No que foi apresentado e no que foi subentendido, a narrativa funcionou na perfeição.

Achei a ideia da chave que permite às pessoas abrirem a cabeça e colocarem e removerem coisas tão ridícula e fantasiosa, que se torna genial a forma como o autor a faz parecer verosímil. O título Head Games é um trocadilho interessante, ao constatarmos que não só a chave permite “jogar” com a cabeça, como o personagem Zack / Lucas / Dodge passa o álbum a fazer jogos mentais para enganar os outros.

Avaliação: 8/10

Locke & Key (IDW Publishing):

#1 Welcome to Lovecraft

#2 Head Games

#3 Crown of Shadows

#4 Keys to the Kingdom

#5 Clockworks

#6 Alpha & Omega

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close