A Divulgar: Robin Hobb Vence o David Gemmell 2018, as autoras de “Monstress” os Eisner… Mas Portugal Também Tem Vencedores!


Foram revelados os vencedores do Prémio David Gemmell 2018, pouco depois de no palco do Sci-Fi Lx ter sido revelado Alfredo Lourenço como o vencedor do Prémio Ataegina, o concurso de contos de Ficção Especulativa nacional organizado pela Imaginauta, o Sci-Fi Lx e a Editorial Divergência, no passado dia 14 de julho. O autor português venceu com o conto “As Doze Horas na Vida de um Lavador de Cadáveres”, e em meu nome pessoal deixo os parabéns ao concorrente.

Já no evento de escala planetária, o Gemmell Award de melhor romance foi entregue a Robin Hobb (e podia lá deixar de ser?) com o livro Assassin’s Fate, que será publicado em Portugal pela Saída de Emergência entre o último trimestre de 2018 e o primeiro de 2019 numa versão dividida com os títulos A Viagem do Assassino e O Destino do Assassino. Nas palavras da autora, que estará em Portugal a 27 de outubro, “os candidatos deste ano eram bastante fortes, por isso sinto-me muito honrada por Assassin’s Fate ter sido escolhido para o Gemmell Legend Award. Quero agradecer a todos os leitores que votaram, incluindo os que votaram noutros livros. Penso que os Gemmell Awards têm feito um grande trabalho ao dar a conhecer aos leitores bons trabalhos de fantasia.” Destaque ainda para Kings of the Wyld de Nicholas Eames como melhor romance de estreia, que venceu ainda o prémio de melhor capa.

Já este fim-de-semana, foram divulgados os vencedores dos Eisner, os prémios maiores da banda-desenhada, de que as autoras de Monstress, Marjorie Liu e Sana Takeda, foram as grandes vencedoras. Monstress venceu os prémios de Melhor Série Em Continuação, Melhor Publicação para Jovens, Melhor Escritor, Melhor Artista e Melhores Capas. Cinco prémios, numa noite em que Emil Ferris venceu os prémios de Melhor Álbum, Melhor Autor/ Artista, Melhores Cores e Melhor Legendagem com My Favorite Thing is Monsters. Foi uma noite em que os monstros saíram vencedores, e as mulheres também, uma vez que a grande maioria dos prémios foram entregues a autorias do género feminino. Não conheço a obra de Ferris, mas parabenizo as autoras de Monstress, publicadas no nosso país também pela Saída de Emergência.

Crédito: Imaginauta

 

Immagine correlata
Fonte: http://rainydaywriting.co.uk/assassins_fate_review_robin_hobb/

 

2 comentários em “A Divulgar: Robin Hobb Vence o David Gemmell 2018, as autoras de “Monstress” os Eisner… Mas Portugal Também Tem Vencedores!

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close