Fala-se de: The Meg


The Meg, traduzido entre nós como Tubarão Gigante, é o mais recente filme do conhecido diretor Jon Turtletaub (O Tesouro, Aprendiz de Feiticeiro). Baseado no romance Meg: A Novel of Deep Terror de Steve Alten, trata-se de uma co-produção entre Hollywood e a indústria cinematográfica chinesa. Lançado em agosto deste ano, a longa-metragem de 113 minutos obteve um investimento de cerca de 465 milhões de dólares, para nos apresentar um predador que consegue sempre surpreender: o megalodonte. Se isso não bastasse, o filme é ainda estrelado pelo famoso Jason Statham.

Confesso que as poucas críticas que li antes de ver o filme eram um pouco duras, o que me deixou com as expectativas bastante em baixo. Mas com o trailer que saiu era impossível não ter vontade de ver este filme. Um tubarão pré-histórico contra o Jason Statham? Quão mau isto pode ser? E então, durante as minhas férias em Itália, convidaram-me a ver o filme numa sessão ao ar livre. Conclusão? Ele tem algumas falhas, sim, mas é um ótimo produto de entretenimento.

Imagem relacionada
Fonte: https://www.imdb.com/title/tt4779682/

Comecemos pelos erros. A completa ausência de sangue ao longo do filme. Poderia ser aceitável se não tivéssemos sequências de mortes por dentada, o que não é o caso. Faltou alguma verossimilhança aqui, o que pode ser explicado com a tradição e os tabus do cinema chinês. E falta de sexo. Cenas de sexo dariam mais palpabilidade ao filme. Vale dizer que o personagem do Statham passa o filme a fazer faísca com a chinesinha e acabam o filme sem um único beijo. A existência do megalodonte não é muito bem explicada nem credível, como é um pouco brincar com a inteligência do espectador colocar o bicho a fazer acrobacias e a acompanhar a velocidade de um barco a motor.

“As cenas finais trouxeram-me o coração à boca, e os momentos de suspense foram bem desenhados, gizando uma estratégia vencedora.

Mas engulamos os erros de produção. Li que o filme não tinha muitas mortes e que era pouco surpreendente. Como assim? Eu sentei-me à espera de ver um filme de “domingo à tarde”, um blockbuster, não um filme de terror. Por isso, fiquei realmente surpreendido (da melhor maneira) ao ver cada morte, cada aparição do megalodonte, cada reviravolta imprevisível. Tinha as expectativas em baixo, e fui surpreendido pela positiva.

The Meg Movie Poster
Fonte: http://www.impawards.com/2018/meg_ver11.html

Nas profundezas do Oceano Pacífico, um grupo de cientistas inicia uma expedição integrada num programa internacional de vigilância submarina. Quando o submersível onde se encontram é parcialmente destruído por um megalodonte, um tubarão de quase 20 metros, dado como extinto há mais de dois milhões de anos, os tripulantes ficam encarcerados no fundo do mar. É então que o oceanógrafo responsável pela missão contacta Jonas Taylor (Statham), um mergulhador norte-americano especializado em resgates em águas profundas.

Alguns anos antes, Taylor tinha-se já deparado com a mesma criatura numa situação particularmente traumática, em que perdera vários amigos e contara com a oposição de Heller (Robert Taylor), médico que volta a encontrar agora nesta expedição. Terá também de lidar com a obstinação de Suyin Zhang (Li Bingbing), filha de Minway Zhang (Winston Chao), o líder da expedição. Suyin é mãe de Meiying (Shuya Sophia Cai), uma menina bem-humorada que se vê no epicentro de uma caça ao monstro.

Imagem relacionada
Fonte: https://www.elnuevodiario.com.ni/variedades/471978-megalodon-the-meg-cine/

No elenco, é ainda de realçar os nomes de Ruby Rose como a carismática Jaxx Herd (cá para nós quase figurante), Rainn Wilson como Jack Morris, o financiador da expedição, Page Kennedy como o cobarde DJ, Jessica McNamee como a piloto Lori e Ólafur Darri Ólafsson como The Wall. Cliff Curtis, um dos protagonistas da série Fear The Walking Dead desempenha o papel de James “Mac” Mackreides e Masi Oka, conhecido pelos papéis nas séries Heroes e Hawaii 5.0. tem uma pequena participação como Toshi.

“Por isso, fiquei realmente surpreendido (da melhor maneira) ao ver cada morte, cada aparição do megalodonte, cada reviravolta imprevisível”

Os momentos de suspense são permeados por lances de comédia, como são caso a interação entre DJ e Jaxx ou as cenas na ilha chinesa atacada pelo tubarão, onde um jovem chinês corre dentro de uma enorme bola transparente ou um menino gordinho se atira para a multidão a banhos com um gelado na boca. Mas é o pequeno cachorro Pippin a fugir primeiro da dona e depois do tubarão, um dos melhores momentos do filme.

Imagem relacionada
Fonte: https://gradypbrown.wordpress.com/2018/04/11/megalodon-moment/

No fim, Statham não desilude na sua performance, mantendo o seu traço de durão inabalável que lhe conhecemos de Correio de Risco, Os Mercenários ou Velocidade Furiosa, sem perder o seu quê de bom humor e de sensibilidade. Gostava que houvessem mais cenas de ação, mas acabou por ter mais do que eu esperava. As cenas finais trouxeram-me o coração à boca, e os momentos de suspense foram bem desenhados, gizando uma estratégia vencedora.

Em suma, The Meg: Tubarão Gigante não faz sombra ao clássico de Steven Spielberg nem me parece ter pretensões a isso. É mais um filme de ação para juntar à vasta gama de ofertas no género, sem o intuito de virar uma referência. Eu vi, quase saltei da cadeira por várias vezes e gostei bastante. É um filme para gerar receitas, como tantos outros, e na minha opinião, nada mal empregue. Para a próxima, espero que caprichem na coerência e na credibilidade das cenas. Isto não é Sharknado. 😀

Avaliação: 7/10

2 comentários em “Fala-se de: The Meg

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close