Estive a Ler: Calamidade, Executores #3


Não temo mais os poderes. Se a escuridão me tomar, eu encontrarei um caminho de volta.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO “CALAMIDADE”, TERCEIRO VOLUME DA SÉRIE EXECUTORES

O terceiro volume de Executores chegou ao Brasil este ano com o título Calamidade, pelas mãos da editora Aleph. Trata-se de um volume de 382 páginas com tradução de Isa Prospero, que traz uma versão diferente e original das histórias tradicionais de super-heróis. The Reckoners, no original, é uma trilogia de romances YA escrita pelo autor norte-americano Brandon Sanderson, o mesmo autor de Mistborn, Elantris e Stormlight Archive.

A série consiste em Steelheart (2013), Firefight (2015) e Calamity (2016) e retrata um mundo pós-apocalíptico em que o surgimento de uma presença nos céus (objeto voador não identificado? cometa?) chamado de Calamidade deu a pessoas comuns poderes sobre-humanos, desafiando as leis da física. Essas pessoas, uma espécie de super-heróis, se assim os podemos chamar, denominam-se Épicos.

Resultado de imagem para reckoners fan art
Fonte: https://www.reddit.com/r/reckoners/comments/75q6p3/some_sample_art_from_the_reckoners_board_game_ks/

Os Executores, membros de uma força de resistência que enfrenta estes super-vilões, estão à beira do desespero, após os eventos do segundo volume, Tormenta de Fogo. Eles enfrentam um terrível Épico que já foi o seu mentor e são obrigados a recorrer à sua inteligência e talento inatos para enfrentar mais uma vez, e talvez a última, toda a panóplia de supervilões. Mas David Charleston passou de um jovem nerd com um passado intimamente ligado ao vilão conhecido como Coração de Aço, a líder do grupo de resistência, e agora sente-se obrigado a procurar, mais do que o ponto fraco dos vilões, uma forma de salvá-los.

“Brandon Sanderson volta a provar que consegue conquistar públicos de qualquer idade, sobretudo os fanboys que cresceram no mesmo mundo geek que ele.”

Em Calamidade não vemos apenas a resolução dos problemas apresentados na ponta final de Tormenta de Fogo. Assim como aconteceu no livro anterior, Calamidade resolve as questões pendentes, mas também apresenta-nos novos problemas, relações difíceis e sobretudo novos inimigos para enfrentar, cada vez mais complicados de contornar. Nos três livros, Brandon Sanderson conduz o leitor numa direção, para dar a sua guinada na direção oposta quando menos podemos esperar. 

Resultado de imagem para calamidade aleph
Fonte: http://www.editoraaleph.com.br/calamidade/p

Como é habitual, Sanderson leva-nos a crer que sabemos até onde as histórias podem ir, que conhecemos quem é o alvo a abater e como o fazer. Mas logo depois troca-nos as voltas e pisca-nos o olho. Bem como nos seus livros passados no universo Cosmere, também em Executores há sempre outro segredo. E nós, como o Jon Snow de George R. R. Martin, pensamos que já sabemos tudo e não sabemos nada de nada.

Calamidade apresenta-nos mais um cenário incrível, desta feita a antiga Atlanta, que agora não é mais do que uma cidade modificada por Épicos, construída de sal e que… se move. Ildithia é mais uma cidade muito bem descrita, que não fica a perder em comparação com Nova Chicago ou Babilar, que haviam sido apresentadas nos volumes anteriores.

Resultado de imagem para calamidade aleph
Fonte: https://medium.com/@editoraaleph/7-raz%C3%B5es-para-se-unir-%C3%A0-causa-e-explorar-a-s%C3%A9rie-executores-386c8518e82e

As personagens também continuam a ser bem desenvolvidas. De Megan a David, de Thia a Prof, de Mizzy a Cody e Abraham, o painel de personagens foi desenvolvido na conta certa, uma vez que se trata de uma trilogia. Neste volume, gostei imenso de Larcener e de Falcão Paladino. Espero ler mais futuramente sobre estas personagens, apesar de o final ter sido todo ele bem amarrado. Um final muito cor-de-rosa e algo insosso mas que nos oferece a esperança de algo mais. O algo mais que aparece em todas as histórias de Brandon Sanderson, mesmo nas mais leves como a trilogia Executores.

“E nós, como o Jon Snow de George R. R. Martin, pensamos que já sabemos tudo e não sabemos nada de nada.

Calamidade é um livro que pouco difere dos seus antecessores. Tal como Coração de Aço e Tormenta de Fogo, os Executores encontram-se na posse de tecnologias de ponta capazes de enfrentar super-heróis. Super-heróis estes que, por alguma estranha razão, viraram vilões quando os poderes despertaram na sua natureza. A par disso, o livro desenvolve relações humanas, com a leveza e o divertimento de um desenho animado, mas com a substância de um adulto.

Resultado de imagem para reckoners fan art
Fonte: https://www.deviantart.com/the-rotton-core/art/The-Great-Transfersion-522979962

Quando, nas últimas páginas, David se assusta com o facto de Obliteração continuar um vilão, já sem a influência de Calamidade e Megan o alerta que não é preciso influência alguma para que certas pessoas manifestem características menos boas, é um exemplo claro do quanto de credível e didático Sanderson consegue ser nos contextos mais disparatados e infantis.

Só baixei a minha avaliação a este livro relativamente ao anterior porque o final não me surpreendeu taaanto como eu estava à espera. Aquele desfecho e aquele reencontro não foram bem o que eu esperava, mas acabou por cumprir os requisitos mínimos de “badassidade nível Sanderson”. Foi um livro ligeiramente abaixo do segundo volume, naquela que considero ser a trilogia mais fraca do autor.

Calamidade fecha uma trilogia bem juvenil, com uma linguagem muito simples e acessível, mas que consegue entreter na medida certa. Depois de enfrentar Coração de Aço, Realeza e Prof, David encontra finalmente a verdadeira face do mal e encontra-se a si mesmo, ainda que o preço a pagar possa ser considerável. Brandon Sanderson volta a provar que consegue conquistar públicos de qualquer idade, sobretudo os fanboys que cresceram no mesmo mundo geek que ele.

Avaliação: 6/10

Executores (Aleph):

#1 Coração de Aço

#2 Tormenta de Fogo

#3 Calamidade

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close