Estive a Ler: À Boleia Pela Galáxia


Uma das coisas sobre os humanos que ultrapassava a compreensão de Ford Prefect era o hábito de estarem sempre a constatar o óbvio. Por exemplo: “Está um lindo dia! ou “És muito alto!” ou “Ó meu deus! Caíste num poço com dez metros de profundidade, estás bem?”

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO À BOLEIA PELA GALÁXIA

Douglas Adams é um autor britânico (1952-2001) formado em Literatura Inglesa pelo St. John’s College de Cambridge. Trabalhou em programas de rádio e de televisão, tanto a escrever como a representar, e dirigiu produções teatrais. Ao longo da sua vida, Douglas foi porteiro de hospital, construtor de celeiros, limpador de galinheiros, guarda-costas, produtor de rádio e autor de guiões para a série de culto da BBC Doctor Who. Colaborou ainda com os Monty Python em vários projetos.

À Boleia Pela Galáxia é um dos seus trabalhos mais reconhecidos, sendo o primeiro de cinco livros chamados vulgarmente de trilogia em cinco partes, com o mesmo título do livro inaugural. A saga é a adaptação de uma série de rádio protagonizada pelo autor, com o mesmo nome. Publicado pela primeira vez em 1979, o livro chegou a Portugal em 2017 pelas mãos da Saída de Emergência, num volume com 224 páginas, tradução de António Vilaça e prefácio de Nuno Markl, confesso fã do autor.

Resultado de imagem para the hitchhiker's guide to the galaxy
Fonte: https://cinapse.co/two-cents-hitches-a-ride-with-the-hitchhikers-guide-to-the-galaxy-cef971918140

Não é por acaso que À Boleia Pela Galáxia se tornou uma bandeira da ficção científica de humor e que conduziu uma nova geração de leitores para o género. O livro de Douglas Adams é uma das leituras obrigatórias do século passado no segmento especulativo. É impossível percorrer estas duzentas e poucas páginas sem um sorriso nos lábios. As situações vividas pelos protagonistas são absurdas e hilariantes, conseguindo em primeira instância cumprir aquilo a que se propõem.

“Em suma, trata-se de um livro empolgante e divertido que decerto agradará aos fãs da comédia científica

É, evidentemente, uma ótima leitura. A escrita é competente, o arco narrativo é bem desenhado, não há falhas a apontar. No entanto, não é um livro que me fique na retina nem me deixe grande estima. Apesar de não ser fácil fazer rir um leitor, e Douglas Adams conseguir fazê-lo com brilhantismo, é um livro que pessoalmente não me fascinou, o que se deve só e apenas ao meu gosto pessoal. Só e apenas.

Resultado de imagem para à boleia pela galáxia
Fonte: http://www.saidadeemergencia.com/produto/a-boleia-pela-galaxia/

Arthur Dent é um habitante do planeta Terra que, num certo dia, ao acordar, descobre que tem várias escavadoras à sua porta, preparadas para destruir a sua casa. Furioso, debate com o encarregado municipal que assume os trabalhos de demolição, acabando por conseguir travar provisoriamente as suas intenções. É então que Arthur é conduzido pelo seu amigo Ford Prefect a um bar, amigo esse que o acalma e garante que não se deve preocupar com a destruição da sua casa.

E isso porque, dentro de momentos, todo o planeta será dizimado. Na verdade, Ford é um extraterrestre do planeta Betelgeuse que veio fazer uma visita de alguns dias à Terra e acabou por ali se fixar, como um falso ator de teatro desempregado. Quando o planeta é destruído por uma nave vogon, Ford salva Arthur, que se torna o último terrestre vivo, e assim começam um verdadeiro périplo pela galáxia, andando à boleia das mais inusitadas criaturas.

Resultado de imagem para the hitchhiker's guide to the galaxy gif
Fonte: https://giphy.com/gifs/friday-talking-38oFEVp0xt7sQ

Entre criaturas com focinho de porco que recitam poesia a propósito dos seus fluídos corporais, glutões cozinheiros, robots deprimidos e ratos de uma inteligência sofisticada, À Boleia Pela Galáxia oferece uma experiência bizarra em literatura, à volta de um guia tecnológico que funciona como enciclopédia de tudo o que se pode encontrar na galáxia, redigida pelo próprio Ford. O próprio Império Galáctico e a Enciclopédia do livro Fundação são aqui satirizados pelo autor.

Em suma, trata-se de um livro empolgante e divertido que decerto agradará aos fãs da comédia científica, aliando um humor extravagante e absurdo a uma odisseia espacial repleta de emoções. Por alguma razão, nenhum dos protagonistas me cativou e o caminho narrativo não me surpreendeu, mas não passa de um feedback pessoal que não rouba mérito ao livro.

Avaliação: 7/10

5 comentários em “Estive a Ler: À Boleia Pela Galáxia

  1. Viva,

    Já li à uns tempos e tenho pena que a SDE não tenha continuado a publicar mais livros do escritor, penso que ainda saiu um 2º que tambem li e gostei de ambos

    Abraço e boas leituras

    1. Saiu o segundo? Olha que acho que não. Abraço e boas leituras.

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close