Estive a Ler: The Three-Body Problem


To effectively contain a civilization’s development and disarm it across such a long span of time, there is only one way: kill its science.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO THE THREE-BODY PROBLEM

Cixin Liu é um engenheiro e premiado autor de ficção científica chinês. Foi nove vezes distinguido com o Prémio Galaxy, o de maior prestígio literário de ficção científica da China e vencedor do Prémio Hugo com The Three-Body Problem no ano de 2015, sendo o primeiro autor não anglófono a vencer a distinção.

The Three-Body Problem, publicado em 2008 pela Chongqing Press, é o primeiro volume de uma trilogia conhecida como Remembrance of Earth’s Past, na versão americana. A obra foi traduzida para inglês em 2014 pela Tor Books, por Ken Liu, com um total de 302 páginas. Para além do Hugo, venceu o chinês Prémio Galaxy em 2006, o germânico Kurd-Laßwitz-Preis e o espanhol Prémio Ignotus em 2017.

Resultado de imagem para the three-body problem
Fonte: https://www.independent.co.uk/arts-entertainment/tv/news/the-three-body-problem-tv-adaptation-show-amazon-a8278066.html

Este é um livro que, não tendo como dizer que não é bom, posso afirmar categoricamente que não gostei. Sendo um homem de Humanidades, seria difícil apreciar um livro que fala de física de uma ponta à outra, adicionando-lhe um jogo de computador e comunicação com extraterrestres. Mas os motivos para não gostar não se ficam por aí.

“Liu brinca com a ignorância política e com o raciocínio primitivo de várias ideologias políticas, mas vai mais além e junta política, computação e vida alienígena no mesmo bolo.”

As personagens são chinesas, mas podiam não ter nomes extremamente parecidos. Pior,  não têm qualquer profundidade. Muito pouco nos é dado a conhecer das suas personalidades. A história é confusa e oscila no tempo sem que nem sempre se dê conta, não há um plot interessante, não há ritmo nem ação. Há um mistério envolvente, um caso de polícia, alguns dados da Revolução Cultural da China, mas posso dizer que nem isso me estimulou como leitor.

Imagem relacionada
Fonte: https://www.bookdepository.com/Three-Body-Problem-Cixin-Liu/9781784971571

O problema dos três corpos foi sugerido pelo físico suíço Leonhard Euler (1707-1783), onde ele prevê como três corpos podem orbitar entre si, segundo suas forças gravitacionais. É com base nesta ideia que Cixin Liu desenhou uma história de ocupação e inteligência vívida. A narrativa é escrita em terceira pessoa, pelos olhos de dois personagens: Ye Wenjie, uma cientista da Base Costa Vermelha que aparece no começo da narrativa e depois só regressa muito tempo depois, e Xiao Wang, um professor que trabalha com nanofibras.

Estamos na China, no final dos anos 1960. Enquanto o país inteiro é devastado pela violência da Revolução Cultural, um pequeno grupo de astrofísicos, militares e engenheiros começa um projeto ultrassecreto com ondas sonoras e seres extraterrestres. Uma decisão tomada por um desses cientistas mudará para sempre o destino da humanidade e, cinquenta anos depois, uma civilização alienígena à beira do colapso planeia uma invasão, utilizando para isso um jogo de computador chamado Três Corpos.

Imagem relacionada
Fonte: https://www.gq.com/story/amazon-might-pay-one-billion-for-the-three-body-problem

Aparte as várias participações especiais de personalidades ilustres como Nicolau Copérnico, Moisés, Aristóteles, Albert Einstein ou Isaac Newton como avatares de computador, e uma abordagem massadora à Revolução Cultural Chinesa, o livro explica conceitos como a computação, a nanotecnologia, o movimento das estrelas e tecnologias avançadas. Há uma inteligência que não me é permitida alcançar na construção deste livro, é algo que percebi logo nos primeiros capítulos.

Liu brinca com a ignorância política e com o raciocínio primitivo de várias ideologias políticas, mas vai mais além e junta política, computação e vida alienígena no mesmo bolo. The Three-Body Problem é um livro de ficção-científica notável, mas as horas que passei a lê-lo foram para lá de entediantes. Não houve um personagem que me tivesse cativado, uma ideia que me soasse apetecível, nada. Mas a verdade é que a ciência física não é definitivamente a minha praia.

Avaliação: 2/10

Remembrance of Earth’s Past (Tor Books):

#1 The Three-Body Problem

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close