Estive a Ler: Fim de Turno, Trilogia Bill Hodges #3


O carro (parecia um Mercedes, mas ele não tinha a certeza) voltou para a sua faixa e em breve era apenas um par de faróis traseiros a desaparecer no nevoeiro.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO “FIM DE TURNO”, TERCEIRO VOLUME DA TRILOGIA BILL HODGES

A Trilogia Bill Hodges é considerada mais uma reinvenção sui-generis do autor Stephen King, mestre do terror psicológico que volta a brilhar no género de thriller e suspense policial. End of Watch é o terceiro e último volume da trilogia, traduzido em Portugal pela Bertrand Editora como Fim de Turno. O livro é precedido por Sr. Mercedes e Perdido e Achado, livros também publicados pela Bertrand.

A edição portuguesa tem 376 páginas e conta com tradução de Ana Lourenço. Fim de Turno foi publicado originalmente em junho de 2016 e no nosso país em julho de 2018. O primeiro volume, Sr. Mercedes, foi elogiado pelo Sunday Express e adaptado para uma série de televisão por David E. Kelley para a Audience, em 2017. O livro venceu também o Goodreads Choice Award de Melhor Mistério e Thriller em 2014 e o Prémio Edgar de Melhor Romance em 2015, o que justificou a aposta da Bertrand, que publica os livros do autor no nosso país.

Resultado de imagem para mr mercedes gif
Fonte: https://giphy.com/gifs/mrmercedestv-season-1-audience-3o7qiWbOOeVkEFhvgs

Excelente final de trilogia. Se nos livros anteriores encontrara pouquíssimos sinais de sobrenatural, marca típica do autor, Fim de Turno mostra com grande incidência essa vertente, de uma forma convincente e bem enganchada na estrutura geral da obra. De uma forma tão arrepiante que me faz morder a língua quando disse, por uma vez e outra, que Brady Hartsfield era um vilão fraquinho. Bem, no primeiro volume reafirmo que foi.

“Da descoberta tardia de um cancro ao problema do suicídio, Fim de Turno fala muito sobre como as doenças devem ser encaradas.

Fim de Turno é uma conclusão mais do que satisfatória, embora significativamente triste, para uma trilogia que veio cimentar Stephen King também no género do thriller policial, que soube manusear com a mesma mestria com que faz encantar o público de terror sobrenatural. Hartsfield não está nos meus vilões preferidos, mas com certeza Bill Hodges é um dos protagonistas mais badass que King já criou.

Sem Título
Fonte: https://www.bertrand.pt/livro/fim-de-turno-stephen-king/21325496

Brady Hartsfield, o diabólico Assassino do Mercedes que atropelou uma multidão à porta de uma feira de emprego, está há cinco anos em estado vegetativo numa clínica de recuperação. De acordo com os médicos, o retorno completo à sua condição original é impossível e qualquer avanço médico é lento. Harsfield não passa de um vegetal. Mas os boatos adensam-se, auxiliares suicidam-se, torneiras abrem e fecham-se e o vegetal pode ter encontrado uma outra forma de vida.

O agente da polícia reformado Bill Hodges gere uma agência com a sua grande amiga Holly Gibney, uma rapariga vítima de síndrome de Asperger que nunca se havia encaixado no mundo até o conhecer. Quando o seu antigo parceiro Pete os chama para tentar compreender o aparente suicídio de uma das vítimas sobreviventes ao atentado do Mercedes, Bill fica intrigado com a letra Z escrita a marcador na cena do crime. E uma onda de suicídios ameaça alastrar-se pela cidade, ligada a um pequeno videojogo que se pensava ter saído de circulação.

Sem Título
Fonte: https://www.hollywoodreporter.com/review/mr-mercedes-review-1024904

Depois de ter levado uma pancada de Holly, no dia em que pretendia explodir uma bomba num concerto de uma banda juvenil, Brady ficou em estado catatónico. Mas Bill Hodges no fundo sempre acreditou, contra todas as evidências, que ele se manteve assim para se livrar de um julgamento. Por isso decidiu visitá-lo com frequência, até que Holly e Jerome o obrigaram a parar, tementes da sua estabilidade emocional e mental. Mas não era uma obsessão o que o movia a visitá-lo.

“Hartsfield não está nos meus vilões preferidos, mas com certeza Bill Hodges é um dos protagonistas mais badass que King já criou.

O golpe ativou algo no cérebro do assassino, um algo que as experiências realizadas pelo Dr. Babineau vieram acordar, oferecendo-lhe certas capacidades psíquicas sobrenaturais. Com  essas novas habilidades, Harstfield trama uma armadilha para se vingar de Bill Hodges e provocar um suicídio em massa sem que as suspeitas recaiam sobre si, afinal ele está confinado a um quarto de hospital. Mas manobrar as pessoas à sua volta é apenas o início de um plano maquiavélico difícil de descodificar. E Bill não está na sua melhor forma.

Imagem relacionada
Fonte: http://www.serialminds.com/2018/09/07/mr-mercedes-gif/

A primeira metade do livro não tem o ritmo do segundo volume, mas compensa ao trazer-nos Bill Hodges de novo como o grande protagonista, de uma ponta à outra. Ele pisca o olho ao terror, ao sobrenatural e à investigação policial, mas para mim ele é muito mais um alerta para os perigos da mente, para a atenção que devemos ter para com os sintomas que experimentamos, tanto no que diz respeito à saúde física como mental. Da descoberta tardia de um cancro ao problema do suicídio, Fim de Turno fala muito sobre como as doenças devem ser encaradas.

Na senda dos livros anteriores, Stephen King oferece-nos uma conclusão consistente e dramática que não fica aquém. As minhas expectativas foram superadas e não consegui parar por um segundo de torcer pelo trio de protagonistas disfuncional. Mais uma vez, eles revelaram uma inteligência ímpar e um coração tremendo na hora de enfrentar um adversário que ameaçava colapsar com tudo aquilo em que acreditavam, aquele que batizaram como o Príncipe do Suicídio.

Avaliação: 9/10

Trilogia Bill Hodges (Bertrand Editora):

#1 Sr. Mercedes

#2 Perdido e Achado

#3 Fim de Turno

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close