Fala-se de: Game of Thrones T8


Baseada na obra A Song of Ice and Fire de George R. R. Martin, Game of Thrones foi uma série da HBO que se tornou bandeira da cultura nerd nos círculos mais intelectuais, muito por agradar a públicos diversos e unir faixas tão distintas da sociedade consumidora de TV. De 2011 a 2019, muitos foram os que apaixonaram pela série da HBO, que se tornou tão importante no mundo geek como franquias da Marvel, Star Wars ou O Senhor dos Anéis.

Criada por David Benioff e D. B. Weiss a partir do original de George R. R. Martin, Game of Thrones foi filmada em vários países como o Canadá, Croácia, Islândia, Malta, Marrocos, Espanha, Escócia, E.U.A. e Irlanda do Norte. Apesar da série ter passado por umas quantas temporadas nas preferências do público, na season finale passou de bestial a besta e não é difícil perceber porquê. Para a História fica uma série que veio revolucionar tudo o que fora feito até então.

Resultado de imagem para game of thrones
Fonte: https://entretenimento.uol.com.br/noticias/redacao/2019/05/20/final-de-game-of-thrones-sofreu-dos-mesmos-problemas-que-o-resto-da-temporada.htm
Deixo-vos com a opinião que escrevi no Facebook após os quatro primeiros episódios, que mantenho e sublinho com mais ênfase agora, e também a minha opinião final [inclui SPOILERS]:

Como autor, assistir à chuva de críticas à oitava temporada de Game of Thrones deixa-me com uma vontade tremenda de a defender, por solidariedade para com os showrunners, afinal sei bem que concluir uma história complexa é sempre dificílimo (o Martin que o diga) e ainda mais difícil é agradar aos fãs. É por isso importante referir que a série não foi destruída e tampouco esta última temporada vem arruinar tudo o que foi feito anteriormente. Game of Thrones continua a ser, na minha opinião, a melhor série de sempre e no mínimo, uma das melhores.

Por isso é importante diminuir o dramatismo e perceber o que se passa na verdade de errado com a série. A postura das personagens, ao contrário do que vem sendo dito, continua fiel aos livros e não me venham dizer que a Daenerys não mostrava sinais do que se veio a tornar. Para além de que não é igual “ser amado no Sahara e ser amado em Roma”. Os povos são diversos, as pessoas também. Os finais preparados para as personagens vêm ao encontro do que George R. R. Martin revelou como os finais dos livros e a ação tem sido coerente nesse aspeto.

Resultado de imagem para game of thrones gif
Fonte: https://giphy.com/gifs/3og0IyfINFA6Y49ETm

Game of Thrones sempre foi uma série imprevisível e continua a sê-lo, podendo não oferecer as escolhas narrativas que os fãs gostariam, até porque todos nós somos treinadores de bancada e gostaríamos de ver as coisas acontecerem de determinada maneira que não acontecem, mas isso é completamente normal e corriqueiro em finais de séries.

Os erros que esta temporada tem apresentado não passam pela falta de ação ou previsibilidade do plot, passam sobretudo pela falta de conhecimentos sobre estratégia militar, pelas cenas forçadas e pela velocidade dos acontecimentos, que rouba verossimilhança à narrativa. Se tivéssemos mais duas temporadas, a ação seria muito mais lenta e roubaria o entusiasmo ao público (The Walking Dead é um exemplo disso), mas possivelmente dosearia estes acontecimentos com um maior entrosamento e compreender-se-ia melhor o porquê dos comportamentos.

Resultado de imagem para game of thrones gif
Fonte: https://giphy.com/explore/game-of-thrones

Os problemas de orçamento são reais, mas não justificam o voo da Arya, a morte de um NK sem lutar, o abandono de um lobo, os desastres estratégicos ou as curvas aleatórias de arpões que só atingem o alvo quando os argumentistas querem. Um consultor especializado em batalhas históricas e mais episódios para dar força e credibilidade aos acontecimentos seriam importantíssimos para manter o nível de temporadas mais antigas.

Game of Thrones perdeu credibilidade e desiludiu, mas não é de agora, e está longe de ter sido arruinada. Mas, como sempre, é uma questão de expectativas. E seja qual for o final, há anos que penso que não agradará a muitos. Ou não tivessem os melhores personagens já morrido pelo caminho.

Resultado de imagem para game of thrones gif arya night king
Fonte: https://giphy.com/explore/the-night-king
Ainda assim, a temporada final não me desagradou, ou não estivesse eu à espera de muito pior do que foi feito. Fica com a minha opinião final à temporada:

Dos efeitos especiais que melhoraram bastante ao longo das temporadas, a vários finais bem feitos, digo que Game of Thrones não me gorou as expectativas, no cômputo geral. Não posso dizer que cumpriu com aquilo que o público merecia, eu inclusive, mas era difícil fazê-lo em seis episódios. Até mesmo com mais episódios seria difícil corresponder às melhores expectativas. Desde a temporada 6 que a série tem vindo a descrever um percurso descendente.

Se fosse eu a escrever a série, seguramente que Varys ou Mindinho chegariam ao fim como Mão do Rei, afinal para mim a guerra dos tronos foi entre eles os dois desde o começo, e o rei seria Tyrion, Cersei ou Night King… apesar de Bran não ser uma opção tão má assim, se víssemos mais das suas capacidades como Corvo de Três Olhos e referências a Brynden Rivers, como uma espécie de justiça / redenção divina. Os finais de Daenerys e Jaime podem parecer contraproducentes aos olhos mais despreparados. Não foram. Foram fiéis a si mesmos, mas um ou dois episódios adicionais mais focados nos seus traços de personalidade e isto seria mais bem aceite pelos fãs.

Imagem relacionada
Fonte: https://aminoapps.com/c/game-of-thrones-br/page/blog/a-longa-noite-esta-chegando/g0JB_Z2VF6uGjNlbN6MEY2X8ap55ozQYknM

A cena final de Daenerys fez sentido na ideia que eu tinha de Azor Ahai mata Nissa Nissa, mas preferia que esta ação ocorresse antes da batalha com o Night King ou que o punhal de Jon fosse uma arma flamejante, mesmo que arranjassem uma forma metafórica de o exemplificar. Os produtores não souberam explorar o potencial do material canónico e isso é facto. Os inúmeros erros militares e o milagre da multiplicação dos dothraki são mesmo questões que deviam envergonhar a produção da série.

Esta temporada final deixou-me um sabor agridoce. Gostei dos primeiros dois episódios, porque apesar de nada ali ter acontecido houve um bom desenvolvimento e o cruzamento há muito esperado de personagens, e o terceiro episódio agradou-me pela dimensão e epicidade do mesmo. O desastre estratégico, a falta de um combate mais vívido com o Night King e a falta de desenvolver aquilo por mais do que um episódio fizeram-me não gostar tanto como gostaria. Nesse sentido, o quarto e o quinto episódios foram muito melhores.

Resultado de imagem para game of thrones gif clegane bowl
Fonte: https://gfycat.com/firmcapitalbasenji-game-of-thrones-kings-landing-battle-of-kings-landing

Houve tempo para desenvolver personagens e fazer coisas acontecer ao mesmo tempo. Continuaram os erros de produção, sim, mas a nível de enredo e a nível visual, esses dois episódios ganharam-me por completo. O duelo entre os irmãos Clegane, a expressão de derrota de Cersei Lannister, o maior foco em Tyrion Lannister e o diálogo deste com Jaime antes de o libertar foram incríveis, bem como a destruição da cidade.

Para o último episódio, não tenho os mesmos elogios. Ressalvo que faria um final diferente, mas não foi tão mau como imaginava, ver Dany e Jon como reis seria bem pior. O episódio seis foi bom até à morte de Daenerys. Estava a pedi-las e foi bom ver Jon a sair do modo cordeirinho. Daí por diante, apesar de aceitar e respeitar as escolhas narrativas, que não desgostei, não consegui gostar do episódio em si. Foi uma conclusão morna, melancólica, sem grandes acontecimentos nem surpresas. Tudo muito calmo e tristonho.

Sem Título 3
Fonte: https://wordofthenerdonline.com/game-of-thrones-season8-wallpaper-04122019/

Valeu ver Jon com Fantasma no fim e algumas das minhas personagens preferidas no Pequeno Conselho. Não houve uma sugestão do que seria o futuro de Drogon ou uma última imagem do mesmo. Não houve um momento wow ou um sobressalto. Foi demasiado plano, por um lado demasiado tranquilo, por outro sem qualquer felicidade nos rostos. Sansa, Arya, Bran e Jon acabaram – digamos – bem, e não pareceram nem por um momento felizes.

Em suma, foi uma temporada bem mediana, mas não foi tão pior do que a temporada anterior como imaginava, e ela já vinha marcada por vários erros, inclusive temporais. A série acabou por me surpreender positivamente com alguns finais e sobretudo pelos episódios 4 e 5, aqueles de que gostei mais, mas acima de tudo pela imponência de alguns efeitos. Game of Thrones acabou de uma forma menos bem conseguida, mas conseguiu dar uma conclusão na minha opinião suficiente para uma série cujo final nunca seria consensual e muito menos fácil.

Avaliação: 6/10

Um comentário em “Fala-se de: Game of Thrones T8

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close