Estive a Ler: Doutor Jivago


Tenho ciúmes dos objectos da tua toilette, das gotas de suor na tua pele, das doenças infecciosas que pairam no ar, que podem colar-se a ti e envenenar-te o sangue.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO DOUTOR JIVAGO

O autor Boris Pasternak nasceu na Moscovo de 1890, no seio de uma família judia. Depois de uma passagem pela Alemanha, onde estudou filosofia, regressou à terra natal em 1914, estabelecendo ligações com o grupo futurista local e iniciando-se na poesia. Manteve, com dificuldades, o seu trabalho como tradutor e escritor ao longo dos anos 30 e em 1947 inicia uma relação amorosa com Olga Ivínskaia, que inspiraria a personagem de Lara em Doutor Jivago, obra que começou a escrever no pós-guerra.

A primeira edição deste título deu-se em Itália em 1957 e no ano seguinte Pasternak foi galardoado com o Prémio Nobel da Literatura. As autoridades soviéticas obrigaram-no a recusar o prémio, sob a ameaça de graves sanções. Boris Pasternak morre de cancro do pulmão dois anos depois, em Peredelkino, perto de Moscovo e Doutor Jivago só seria publicado na União Soviética em 1988. A edição portuguesa da Editora Sextante, de 2010, tem um total de 562 páginas e tradução de António Pescada.

Resultado de imagem para doctor zhivago gif
Fonte: https://giphy.com/explore/doctor-zhivago

Com trechos escritos nas décadas de 1910 e 1920, Doutor Jivago apenas foi concluído em 56, sendo submetido à revista literária Novy Mir, que o rejeitou pela sua forte crítica ao regime em voga. Em 57, editores italianos interessaram-se pelo livro, que viria a ser publicado na Europa ocidental muito antes do que no seu país de origem. O sucesso de Doutor Jivago junto do público foi tremendo e o livro foi difundido em dezenas de línguas, apesar de muitas terem sido as forças políticas a trabalhar contra a propaganda anti-comunista do romance.

“Boris Pasternak tornou-se um nome incontornável da literatura russa e inspiração para os escritores nascidos após a Guerra Fria.

Doutor Jivago serviu de propaganda anti-comunista por mostrar os horrores da revolução bolchevista que lançou o povo russo à pobreza e miséria e o sujeitou ao autoritarismo dos líderes revolucionários. O livro conheceu uma adaptação cinematográfica estrelada por Omar Sharif e Julie Christie, lançada em 1965. Dirigido pelo britânico David Lean, o filme ganhou cinco Óscares da Academia e a música da personagem Lara tornou-se um clássico.

Resultado de imagem para doutor jivago sextante
Fonte: https://www.sextanteeditora.pt/produtos/ficha/doutor-jivago/4042770

Doutor Jivago é a grande saga épica da Rússia da primeira metade do século XX, narrada através da inesquecível história da vida e dos amores de um poeta, filósofo e médico nos dias turbulentos da revolução. Iuri Andréievitch Jivago decide levar a família de Moscovo para os montes Urais, na expectativa de aí encontrar maior segurança, mas acaba por se ver não só no centro da batalha entre as frentes branca e vermelha mas também dividido entre a sua casa e o amor desmedido pela bela enfermeira Lara.

A Revolução Russa de 1917 é o cenário para a história de amor entre o doutor aristocrata Iuri e Lara Antipova, uma enfermeira plebeia. Lara é filha de uma costureira russa que, vendo-se viúva, apenas consegue sustentar a casa em que ambas moram graças ao dinheiro que lhe é dado periodicamente por Victor Komarovsky, uma importante e inescrupulosa figura da sociedade local. Apesar da relação secreta mantida entre Lara e Victor, um jovem romântico e revolucionário chamado Pasha apaixona-se pela menina e começa a namorá-la.

Imagem relacionada
Fonte: https://gfycat.com/welloffsmoothcob

Anos mais tarde, Jivago, que já havia visto Lara nos eventos catastróficos de uma ceia de Natal, reencontra Lara, quando trabalham como médico e enfermeira, no socorro aos feridos dos combates durante a Revolução Bolchevique. Durante este período, Iuri sente-se dividido pela lealdade à esposa, Tonya, e aos ímpetos do seu coração, mas acaba por sucumbir à paixão por Lara, ainda que as contingências os voltem a separar até ao final dramático.

“Doutor Jivago apenas foi concluído em 56, sendo submetido à revista literária Novy Mir, que o rejeitou pela sua forte crítica ao regime em voga.”

Pode-se considerar um feito raro a publicação de uma obra russa no Ocidente durante aquele período conturbado da História, sobretudo porque fora censurado na Rússia de então. Pasternak foi obrigado a rejeitar o Prémio Nobel, mas a Academia Sueca acabou por manter a distinção e viria a ser o filho, depois da sua morte, a receber o prémio em seu nome. A história só foi conhecida depois de os arquivos da Academia terem sido disponibilizados.

Imagem relacionada
Fonte: https://gifer.com/en/CfC7

Até ao momento de sua morte em 1960, a campanha contra Pasternak manteve-se, mas acabou por fomentar ainda mais o descrédito nas relações internacionais da URSS. Com ou sem o empurrão das forças comunistas da antiga URSS, Boris Pasternak tornou-se um nome incontornável da literatura russa e inspiração para os escritores nascidos após a Guerra Fria.

Doutor Jivago é uma leitura morosa, difícil devido às suas inúmeras passagens e questiúnculas, mas também pela quantidade enorme de personagens com nomes de difícil pronúncia para um português. Ainda assim, acaba por ser um enredo novelesco com uma forte mensagem social que consegue ser passada como bom entretenimento. É um livro para gostar e se degustar nas doses certas, com tempo e contemplação. Uma leitura proveitosa para quem não for demasiado arisco à literatura russa.

Avaliação: 7/10

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close