Estive a Ler: Guerra e Paz #1 e #2


O príncipe Vassili falava sempre com indolência, como um ator recitando um papel conhecido de há muito. Anna Pavlovna Scherer, pelo contrário, era, a despeito dos seus quarenta anos, cheia de vivacidade e de impulsos.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO GUERRA E PAZ

Guerra e o Paz é um dos maiores clássicos do séc. XIX. Trata-se de um romance histórico escrito pelo autor russo Liev Tolstói publicado entre 1865 e 1869 no Russkii Vestnik, um periódico da época. É também uma das obras mais volumosas da história da literatura universal, motivo pelo qual várias editoras o publicam entre dois a quatro volumes. O livro narra a história da Rússia durante a época de Napoleão Bonaparte, nomeadamente durante as guerras napoleónicas na Rússia.

A riqueza e realismo de seus detalhes, assim como suas numerosas descrições psicológicas fazem com que seja considerado um dos maiores livros da História da Literatura. Guerra e Paz foi traduzido em Portugal por diversas vezes, sendo as mais conhecidas a da Editorial Presença, a da Relógio D’Água e a da Saída de Emergência. Foi esta última, dividida em dois volumes, que escolhi para a minha leitura. O primeiro tomo tem um total de 672 e o segundo 688 páginas.

Sem Título 3
Fonte: http://www.saidadeemergencia.com/produto/guerra-e-paz-ii/

Guerra e Paz não é um livro de fácil degustação e posso dizer com segurança que não é um livro para ler de uma assentada. Se conseguirem ler cada uma das suas partes de forma calma e proveitosa, fazendo uma pausa entre elas e ter a capacidade de absorver aquilo que ali foi escrito, talvez tenham uma das leituras da vossa vida. É um livro profundo e riquíssimo, não só a nível técnico e de verdade histórica, como também introspetivo e filosófico, que obriga a uma grande concentração e interesse naquele período histórico.

“É um livro de incontornável importância e de qualidade, mas foram tantas as vezes que me aborreceu como aquelas em que me entusiasmou.”

Demorei cerca de um mês e meio a ler o livro, sentindo-me obrigado por diversas vezes a colocar outros pelo meio. Não foi, de todo, uma má leitura, mas mesmo assim penso que poderia ter sido mais proveitosa se o tivesse lido sem o impulso e a vontade constante de chegar ao fim do livro. Para mim, pessoalmente, foi um livro que não funcionou de todo, e com muita pena minha. É um retrato fiel de uma época e a sua qualidade é inegável.

Sem Título 3
Fonte: http://www.saidadeemergencia.com/produto/-o-202127/romance-historico/guerra-e-paz-vol-ii/

Gostei da escrita de Tolstói e também da história que o livro reproduziu. O grande problema dele é realmente o seu volume imenso. Guerra e Paz começa com grande ímpeto, costurando intrigas e tramas políticas com mestria. Posso dizer até que a primeira parte do livro é a mais interessante do mesmo. Depois arrasta-se por capítulos intermináveis a narrar historietas de amores dignas de telenovela, uma das características predominantes da literatura russa de então mas que, realmente, fizeram a leitura estagnar.

As estratégias militares são dignas de nota, mas tenho que confessar que, estando já tão aborrecido com a história, passei por muitas delas sem lhes prestar grande atenção. Pior que os dramas amorosos dos protagonistas, são as páginas em que Tolstoi começa a filosofar e a dar a sua opinião pessoal sobre certos temas. A descrição de conversas triviais do dia a dia acaba por ter mais expressão do que certos acontecimentos históricos que deviam ter suma importância na narrativa. Todavia, a minha experiência de leitura e o meu gosto pessoal não atenua a relevância de Guerra e Paz.

Resultado de imagem para guerra e paz gif
Fonte: http://www.ladyhollywood.com.br/2017/05/gifs-apaixonantes-de-audrey-hepburn.html

Estou a falar de um livro fatalista e profundamente reflexivo, onde Tolstoi explora a questão do livre-arbítrio e questiona a liberdade como uma verdade comportamental do Homem. As descrições de batalha são incríveis e adorei a credibilidade que elas espelham. Tolstoi é extremamente credível, como exemplifica ao mostrar que os exércitos estão tão absortos na batalha que será ali impossível que cumpram as ordens de comando.

“Guerra e Paz não é um livro de fácil degustação e posso dizer com segurança que não é um livro para ler de uma assentada.”

O conceito de drama russo é revelado aqui em toda a sua extensão. Não sou mesmo fã deste tipo de literatura, mas é incontornável a sua preponderância na nossa História e a influência para todo um punhado de escritores nos séculos consequentes. Do romantismo das personagens à ironia utilizada, passando pela interacção extremamente fiel entre personagens reais e personagens fictícias, Liev Tolstoi mostrou que não há uma fórmula única para contar uma história e fazê-lo com sucesso.

Sem Título 3
Fonte: http://www.saidadeemergencia.com/editorial/10-coisas-que-precisa-de-saber-sobre-guerra-e-paz/

Dividido em quatro livros originais, Guerra e Paz foi escrito em russo com várias passagens em francês, língua que era usada predominantemente nos salões da elite russa de então. Até mesmo durante a guerra os nobres estudavam línguas e aprendiam francês desde muito novos. A ação ocorre entre 1805 e 1820, destacando a Paz de Tilsit e a Campanha da Rússia. Além das batalhas de Schoengraben, Austerlitz e de Borodino, Tolstói descreve também com tato a vida aristocrata da Rússia czarista, abordando a servidão e as sociedades secretas num contexto de guerra.

Ha imensos personagens em Guerra e Paz, mas pode ser considerado o seu protagonista Pierre Bézoukhov, por ser a personagem que melhor conhecemos ao longo do livro. São também importantes as personagens príncipe Andrei, um homem de valores elevados e imagem reta, que vê a sua vida mudar bastante ao longo do livro ou Nikolai Rostov, um rapaz cheio de patriotismo e espírito bélico. A primeira parte foca-se na apresentação de personagens e da conjuntura social, política e militar que se vivia naquele período específico.

A narrativa parte então para o desenvolvimento emocional das personagens, para os acontecimentos mais triviais do quotidiano e para os dilemas amorosos. A questão sócio-política e militar continua a ser explorada com grande mérito, mas Tolstoi aproveita os períodos de menos ênfase bélico, com as pausas nas guerras napoleónicas, para desenvolver os núcleos e o drama pessoal dos protagonistas. Personagens como Natasha, Pierre ou Sonia vão ganhando destaque nos círculos íntimos da aristocracia russa.

Resultado de imagem para war and peace gif
Fonte: https://giphy.com/explore/war-and-peace

Questões existenciais vão então fazendo cama na estrutura do livro, mostrando Guerra e Paz como um livro filosófico, que questiona o quanto somos nós responsáveis pelos trilhos da nossa vida. Sendo um livro extremamente envolvente por explorar essa vertente, questionando a liberdade e o livro-arbítrio e considerando-o verdadeiramente falso face à força do destino, consegue trazer também a debate pensamentos existencialistas, ao mesmo tempo que se destaca como um drama amoroso e como um manual sobre estratégia militar.

Mas se o drama amoroso me passou completamente ao lado e me enfastiou, na melhor tradição da literatura russa (laugh) as descrições militares acabaram por ser as porções que mais me agradaram. As filosóficas pareceram-me importantes para a data em que foram escritas, mas a mim hoje não me disseram nada em que não tivesse já pensado ou visto explorado. Em alguns momentos até li certos trechos como verdades de la Palice. É um livro de incontornável importância e de qualidade, mas foram tantas as vezes que me aborreceu como aquelas em que me entusiasmou.

Avaliação: 5/10

Imagem de capa: https://pt.best-wallpaper.net/War-and-Peace-TV-series-2016_wallpapers.html (Reprodução)

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close