Estive a Ler: Rest In Peace, The Walking Dead #32


I really think you should stay here.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO “REST IN PEACE”, TRIGÉSIMO SEGUNDO VOLUME DA SÉRIE THE WALKING DEAD (FORMATO BD)

Robert Kirkman alcançou a fama com o seu trabalho nas bandas-desenhadas The Walking Dead e Invincible. É sócio da Image Comics, assim como produtor executivo e argumentista da série televisiva de grande sucesso The Walking Dead e responsável pelo grande impulso da mesma.

Em Portugal, o seu trabalho tem sido essencialmente reproduzido através de The Walking Dead pelas mãos da Devir, BD em que trabalha com os ilustradores Cliff Rathburn, Charlie Adlard e Stefano Gaudiano, mas também por Outcast, publicação da G Floy Studio em que tem como parceiro o artista Paul Azaceta. Rest In Peace é o mais recente volume da publicação de The Walking Dead, o álbum 32, que inclui os números #187 a #193 da edição original.

Surpreendendo todos os seguidores da banda-desenhada, Kirkman anunciou que este seria o último volume. Depois de revelar as capas dos números #194 a #196, fictícias, o criador da série decidiu finalizar a série de comics com o número #193, quando este volume presumivelmente finalizaria no #192. O especial #193 contém mais de 70 páginas.

Resultado de imagem para the walking dead gif
Fonte: https://giphy.com/gifs/season-3-the-walking-dead-episode-1-3o6Ztd8Lf7paBjcjv2

Como já referi anteriormente, esta fase da Commonwealth é aquela que menos interesse me despertou até agora. The Walking Dead parecia ter chegado a um miasma que se reproduziu nas várias medias, apesar de não poder falar por todas as que não acompanho. A verdade é que deixei de ver a série de TV, e a BD que lhe serve de material canónico e até então se vinha mostrando superior à adaptação, também deixou de me prender como em outros tempos.

“Também é dado a conhecer o destino de várias personagens.”

Mas, apesar de tudo isto, se há algo que Kirkman consegue fazer é não deixar as surpresas por mãos alheias e, mesmo que os momentos não sejam os melhores, acabo por chegar sempre ao fim de cada volume de boca entreaberta e a querer ler mais. Rest In Peace começou da mesma forma fortuita e insípida com que os últimos volumes tinham começado, mas acabou por se tornar o volume mais importante de toda a série, mesmo antes do salto temporal de cerca de 20 anos que mostrou o final de todas as personagens.

Sem Título
Fonte: Fonte: https://walkingdead.fandom.com/wiki/Volume_32:_Rest_In_Peace

A PARTIR DAQUI, MEUS AMIGOS, NÃO TENHO MAIS COMO FALAR DESTE ÁLBUM SEM SOLTAR SPOILERS. MAS SE NÃO ACOMPANHAM A BD, POSSO GARANTIR QUE NADA NA SÉRIE DE TV SERÁ SEMELHANTE (PELO MENOS COM ESTAS PERSONAGENS)!

No final do último volume vimos Rick a tentar manter a paz na Commonwealth, sem qualquer interesse em hostilizar a Governadora Pamela Milton. Porém, uma discussão exacerbada entre Dwight e Michonne não terminou da melhor forma. Enquanto Dwight achava que a liderança extremamente policiada de Milton era uma autocracia que em nada beneficiava os interesses do povo e exortou Rick a tomar a liderança, Michonne apelava ao bom-senso dos dois, fazendo-os ver que a Commonwealth, o lugar onde reencontrou a sua filha Elodie, era um paraíso na Terra em comparação a tudo o que vinham conhecendo.

No meio da confusão, Milton descobre as intenções de Dwight e o líder dos Sussurradores é abatido. Rick fica em choque, mas percebe que a Commonwealth não tem lugar para dissidentes e que a disciplina deve ser mantida. Rick e Michonne estão de acordo quanto à importância do lugar, mas travam-se de razões na forma como as coisas devem ser feitas.

Resultado de imagem para the walking dead gif
Fonte: https://giphy.com/explore/walking-dead

Mas o trabalho de Dwight tem os seus frutos. De facto, ele não precisava de muito para organizar um motim, se considerarmos as sementes de insatisfação que já estavam espalhadas pela Commonwealth. E inesperadamente é Mercer, um dos seguranças mais fortes e de confiança de Milton, que pega na bandeira de Dwight e dá voz a tal onda de insatisfação para com os métodos da Governadora.

Entretanto, encontramos outras personagens em situações tensas na luta contra mortos-vivos. Eugene e Stephanie encontram-se cercados de zombies dentro de uma carrinha, enquanto Carl e Jesus sobrevivem por pouco a uma manada, sendo atempadamente salvos por Princesa, que os escolta até à delegação de Aaron e dali até à Commonwealth, encontrando-a então em estado de sítio.

Numa fase inicial, Mercer é acusado de traição e quando procura ajuda nos seus lealistas, estes viram a cara e ele é preso. Depois, acabam por organizar um motim, fazendo explodir a prisão e coroando Mercer como o seu herói, tomando o controlo da comunidade. Rick ajuda Milton e os seus mais próximos a escapar da cidade quando encontra Carl e regressa para tentar acalmar os ânimos.

Resultado de imagem para the walking dead gif
Fonte: https://gifer.com/en/45ES

Apesar de ter mantido a salvo a Governadora, Rick acaba por se aliar a Mercer na sua visão de uma comunidade igualitária e as suas palavras inspiram toda a população, que o ovaciona como um líder. É nesse momento que Milton regressa e o acusa de ter feito parte da conspiração para lhe roubar o lugar. Mas é demasiado tarde para ela. O povo está com Rick e Pamela Milton é levada para a cadeia.

O álbum podia ter terminado assim e já seria surpreendente o quanto baste. Mas Robert Kirkman quis dar mais e mostrou o quanto um herói recém-chegado ao poder está permeável à revolta dos caídos. A Governadora está na cadeia, mas o seu filho, o mimado Sebastian, não consegue lidar com a perda de todo o poder e privilégios que sempre conehceu e invade o quarto de Rick com uma pistola em punho. Apesar de nunca ter pegado numa arma antes, ele dispara contra Rick à queima-roupa, assassinando o protagonista.

Rick transforma-se em zombie e Carl é obrigado a assassiná-lo. O rapaz pegou nas rédeas da série a partir daqui, e apesar de ter achado que foi o único realmente abalado pela morte do pai (oi, Michonne, Jesus, Maggie?) nada me rouba a sensação incrível que foi ver Rick Grimes transformado em zombie. Brutal!

Resultado de imagem para the walking dead gif
Fonte: https://www.popsugar.co.uk/gdpr?utm_medium=redirect&utm_campaign=US:PT&utm_source=www.google.com&gdpr

A partir daqui dá-se um avanço de aproximadamente vinte anos, para encontrarmos Carl adulto, casado com Sophia e com uma filha em comum, que baptizaram de Andrea. Carl mata um walker que aparece no seu jardim e, surpreendentemente, é levado à justiça por isso. É que os walker tornaram-se raros e são tratados quase como um espécime em vias de extinção, o que leva a crer que a epidemia parou, apesar de não ser dada qualquer explicação quanto a isso.

Também é dado a conhecer o destino de várias personagens. Stephanie morreu, Eugene continua com as suas invenções, Mercer e Princesa estão juntos, assim como Aaron e Jesus. Maggie tornou-se a Presidente da Commonwealth, e o seu filho Hershel parece tão mimado e irritante quanto Sebastian Milton. Este continua na prisão e a receber as visitas de Carl. De resto, de destacar que Michonne é avó e tornou-se juíza, enquanto Negan continua vivo, ainda destroçado pela sua Lucille.

Resta-me dizer: obrigado Robert Kirkman pela série maravilhosa que criaste e obrigado por a teres terminado agora, quando estava realmente a entrar em declínio. The Walking Dead foi uma das melhores BDs que já tive a oportunidade de ler.

Avaliação: 8/10

The Walking Dead (Devir/Image Comics):

#1 Dias Passados |  #2 Um Longo Caminho | #3 Segurança na Prisão | #4 O Desejo do Coração | #5 A Melhor Defesa | #6 Esta Triste Vida | #7 A Calma Antes | #8Feitos para Sofrer | #9 Aqui Permanecemos | #10 Aquilo Em Que Nos Tornamos| #11 Temam os Caçadores | #12 Viver entre Eles | #13 Too Far Gone | #14 No Way Out | #15 We Find Ourselves | #16 A Larger World | #17 Something To Fear | #18What Comes After | #19 March To War | #20 All Out War Part 1 | #21 All Out War Part 2 | #22 A New Beginning | #23Whispers Into Screams | #24  Life and Death| #25 No Turning Back| #26 Call To Arms | #27 The Whisperer War  | #28 A Certain Doom| #29 Lines We Cross | #30 New World Order | #31 The Rotten Core | #32 Rest In Peace

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close