Fala-se de: Homem-Aranha: Longe de Casa


A Marvel Studios continua a investir forte na produção de filmes e Homem-Aranha: Longe de Casa é a derradeira película da primeira era do Universo Cinematográfico Marvel. Produzido pela Marvel e Columbia Pictures e distribuído pela Sony Pictures Releasing, o filme de 2019 é o vigésimo terceiro do UCM e conta com direcção de Jon Watts e guião de Chris McKenna e Erik Sommers. Longe de Casa é a sequência de Homem-Aranha: Regresso a Casa de 2017, mas funciona muito mais como um epílogo de Vingadores: Endgame.

Longe de Casa está longe de ser dos melhores filmes feitos pela Marvel nos últimos tempos, como está longe de ser um filme medíocre. É um produto fácil, fan service puro, que não obriga a grandes momentos de lógica nem de introspeção. É um filme de super-heróis virado para a comédia e para o consumo imediato, sem subterfúgios nem contemplações. Tom Holland interpreta um Homem-Aranha que não apresenta nada de extraordinário, a anos-luz do desempenho marcante de Tobey Maguire, mas que apresenta ainda assim um cunho muito próprio.

Sem Título
Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Homem-Aranha:_Longe_de_Casa

CUIDADO! AQUI HÁ SPOILERS.

É nesta versão de Homem-Aranha mais soft, juvenil, que encontramos uma Tia May (Marisa Tomei) enamorada de Happy Hogan (Jon Favreau), o motorista de Tony Stark, uma MJ (Zendaya) saída de uma série da Disney e um vilão (o Mysterio de Jake Gyllenhaal) sem qualquer complexidade narrativa. Os momentos de humor são muitos e assertivos, Samuel L. Jackson mostra que é a figura maior de todo o Universo Cinematográfico Marvel e que neste momento há toda uma toada de comédia em torno da franquia.

De facto, este Longe de Casa faz casar na perfeição dois mundos. De um lado, o dramatismo de Endgame. Os Vingadores acabaram e Nick Fury tenciona criar uma outra equipa. As personagens ainda não conseguiram aceitar o final desolador do último filme e o mundo parece bambo, a reagir a tudo aquilo. As reminiscências do trabalho de Tony Stark são muitas e, sem uma única aparição, é ele o motor de toda a ação deste filme.

Sem Título
Fonte: https://www.hollywoodreporter.com/heat-vision/box-office-spider-man-far-home-swings-past-300m-globally-1222699

Por outro lado, temos um filme juvenil. Há romance, há humor, a película é protagonizada por personagens adolescentes que, pertencendo à mesma turma, experimentam uma viagem de estudo à volta da Europa, e cidades como Veneza, Praga e Londres são o cenário destas aventuras juvenis, dos amores e desamores próprios daquela idade. É um filme que parece feito para o Disney Channel, se não tivesse uma ligação tão forte com o Universo Marvel no seu todo.

A Europa é acossadas por perigos monstruosos: os Elementais, criaturas de terra, água, fogo e ar que espalham o terror por onde passam. Para os deter, Mysterio e Fury contactam Peter Parker, para se juntar a eles na luta contra os vilões. Fury passa a Peter os óculos de Tony Stark, mas ele não parece julgar-se digno deles. É aqui que compreendemos as motivações do grande vilão e os desdobramentos de toda a narrativa.

Sem Título
Fonte: https://www.cnet.com/how-to/spiderman-far-from-home-social-media-reviews-mcu-multiverse-trailer-cast-rumors/

Quem conhece Mysterio das bandas-desenhadas sabe o poder dele e o potencial que esta personagem teria no MCU. Espero que não se tenha ficado por aqui, como pareceu, tanto pelo potencial da mesma como pela prestação de Jake Gyllenhaal, uma das melhores do filme. Mesmo assim, esperava mais desta personagem. Maior complexidade, maior dinâmica com o UCM, e não apenas a imagem fast-food que nos ofereceu.

Apesar de tudo, foi um filme de que gostei. Um filme em que a verdade sobre Peter Parker foi posta a descoberto de forma gradual e bem colocada, sem demasiados dramas nem dilemas interiores que, pessoalmente, é uma das características da personagem original que menos gosto.

Os twists aconteceram com fluidez e quando tiveram que ser, sendo levados com um humor suave e no timing certo. A juntar a um filme coeso e divertido, capaz de encerrar um ciclo com dignidade (ainda assim longe da espectacularidade de um Vingadores) Longe de Casa teve cenas pós-créditos surpreendentes e fica a sugestão de uma continuação mais do que saudável para a franquia.

Avaliação: 7/10

Imagem de Capa: https://fandomwire.com/2019/04/19/spider-man-far-from-home-pushed-forward-three-days/ (Reprodução)

Um comentário em “Fala-se de: Homem-Aranha: Longe de Casa

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close