Estive a Ler: Os Meus Heróis Foram Sempre Drogados


Desculpa, foi o que se arranjou.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO OS MEUS HERÓIS FORAM SEMPRE DROGADOS (FORMATO BD)

My Heroes Were Always Junkies é uma novela gráfica ambientada no universo de Criminal, e que venceu o Prémio Eisner para Melhor Romance Gráfico Original em 2019. Os autores são mais do que célebres. Ed Brubaker esteve na ComicCon Portugal 2019 para o lançamento da versão nacional pelas mãos da G Floy Studio. Neste stand-alone derivado de Criminal, volta a repetir a sua parceria de sucesso com o ilustrador Sean Phillips.

A dupla ganhou com The Fade Out: Crepúsculo em Hollywood o Prémio Eisner para Melhor Série Limitada em 2016 e o Galardão BD do Comic Con Portugal para Melhor Álbum Estrangeiro editado em Portugal em 2019. Com a série policial noir Criminal, Ed Brubaker venceu por três vezes o Eisner para Melhor Escritor, e a dupla conquistou ainda o Eisners para Melhor Nova Série e Melhor Série Limitada. Tudo bons motivos para os continuar a seguir.

Sem Título
Fonte: G Floy Studio

Brubaker e Phillips são já dois nomes incontornáveis da nona arte. The Fade Out é um hino à banda-desenhada e a série Criminal tem sido reconhecida geralmente como a obra mais inventiva dos dois. Depois de ler o primeiro volume de Criminal, que não me fascinou como The Fade Out, but… tal seria difícil uma vez que essa foi a melhor BD que eu já li, parti para este álbum derivado sem tentar levar qualquer tipo de expectativas.

“Os Meus Heróis é um livro que encantará pessoalmente aos que viveram uma geração específica, mas que pode agradar a todos.

Os Meus Heróis Foram Sempre Drogados trouxe-me uma série de pensamentos que quis registar para escrever nesta recensão. Achei a escrita fluída e trivial, mas não senti muitas vezes aquele frívolo desapaixonado com que Brubaker já tanto me empolgou. No entanto, não há dúvidas que, depois de The Fade Out, Velvet, Fatale e Criminal, o autor continua a surpreender-me pela positiva em vários registos. É no tom decadente e na determinação de uma personagem que somos guiados ao longo destas páginas, e é com o saudosismo e as n referências a artistas musicais, que ele nos ganha.

Sem Título
Fonte: G Floy Studio

A protagonista é uma rapariga que sempre foi apaixonada por artistas que sabia serem drogados. Depois da morte da sua mãe, uma toxicodependente, Ellie tornou-se obcecada por famosos ligados ao vício das drogas o que, invariavelmente, a conduziu ao mesmo caminho. É numa clínica de reabilitação destinada a pessoas de posses, que ela conhece Skip e o que parecia ser o aflorar de um romance vai virar a sua vida de pernas para o ar.

O final tem um plot-twist muito bem colocado, mas o álbum é todo ele sobre o caminho e não sobre o final. É difícil dizer que não nos sentimos atraídos por Ellie e pela sua complexidade, mas de facto é uma personagem muito decidida e que não vê de facto muito de errado no estilo de vida que leva. Brubaker e Phillips mostram aqui um olhar profundo e verdadeiro sobre um tipo de toxicodependente, não o que quer livrar-se do vício e não consegue, mas aquele que, de facto, se apaixonou por viver com ele.

Sem Título
Fonte: G Floy Studio

Os Meus Heróis Foram Sempre Drogados é um livro auto-conclusivo que apela também muito à reflexão. Àquilo que as pessoas desejam e ao que estão dispostas a fazer para quebrar regras impostas pela sociedade. Ellie e Skip são dois paradoxos de “vítimas” do mundo, numa das histórias mais pessoais que Ed Brubaker já desenvolveu. Inspirou-se na sua própria mãe, também ela dependente, e naquilo que aprendeu enquanto a acompanhava na sua reabilitação.

É um livro imersivo, sobre a falibilidade do homem enquanto ator social. É também pequeno e ligeiro, com pouco mais de 70 páginas, com uma capa lindíssima em tons de azul que serve de rosto a um volume todo ele muito bem desenhado, numa das fases mais inspiradas de Sean Phillips. Os Meus Heróis é um livro que encantará pessoalmente aos que viveram uma geração específica, mas que pode agradar a todos.

Avaliação: 7/10

2 comentários em “Estive a Ler: Os Meus Heróis Foram Sempre Drogados

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close