Estive a Ler: Belas Adormecidas


Tenho de pensar. Já sabes, estabelecer as regras.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO BELAS ADORMECIDAS

Lançado em setembro de 2017, Sleeping Beauties foi a primeira colaboração a quatro mãos entre o mestre do terror Stephen King com o seu filho Owen King. Segundo eles, o processo de escrita foi bastante elaborado, com o pai a escrever cerca de vinte e cinco páginas para depois passá-las ao filho, que as reescreveria e escreveria mais vinte e cinco, e vice-versa. Foram também deixadas secções em branco em pontos-chave e os momentos de clímax narrativo foram escritos em conjunto. Essa experiência fez com que a linguagem da narrativa se tornasse uniforme, sem a sensação de que seriam duas pessoas a escrevê-la.

Sleeping Beauties nasceu como um argumento para uma série de TV, o que explica a abundância de personagens e o olhar prático da sua escrita, mas que contém indubitavelmente a marca King. Em Portugal, o livro é publicado pela Bertrand com o título Belas Adormecidas esta semana, com um total de 760 páginas e tradução de Ana Lourenço e Maria João Lourenço.

Resultado de imagem para gif stephen king"
O nosso Rei | Fonte: https://giphy.com/gifs/stephen-king-jN07mqhSyINJm

Stephen King é um nome que dispensa apresentações. Apesar de ser considerado o mestre contemporâneo da literatura de terror, muitos dizem que as suas obras-primas foram escritas nos anos 80 e 90, quando ele estava imerso no mundo das drogas. E, de facto, parece indiscutível que as suas maiores obras de terror foram Carrie, Salem’s Lot, The Shining, It, Pet Sematary, Cujo ou Misery. Ainda assim, não podemos afirmar que King tenha perdido o jeito. Apenas… mudou de registo.

“As personagens são duras, verosímeis e reais.

Prova disso é que atualmente ele escreve muito mais livros de índole policial salpicada de sobrenatural do que propriamente terror puro. Adorei, por exemplo, a sua recente trilogia Bill Hodges, embora ela tenha pouco dos elementos que notabilizaram o autor. Quanto ao trabalho de Owen King, desconheço por completo, mas não vou deixar de lhe atribuir a sua quota-parte na culpa e no mérito por este trabalho. Belas Adormecidas é um livro algo grandinho, com alguns pontos agradáveis e outros nem tanto.

Sem Título
Capa nacional | Fonte: https://www.bertrand.pt/livro/belas-adormecidas-stephen-king/22815759

Devo realçar, antes de mais, que foi uma boa leitura. Cheguei ao final com a sensação de ter lido mais um livro interessante em muitos aspetos. O que não significa que foi aquilo que eu esperava. Foi um livro acima de tudo… heterogéneo. Não sei se isso se deveu a ter sido escrito por dois autores, mas achei várias passagens extremamente bem ritmadas e outras demasiado paradas. E até começou bem lento, com a apresentação de alguns dos cerca de 70 (sim, leram bem) personagens, e a sugestão do que o livro podia ser. Uma história de terror. O que não foi.

Nem sequer posso dizer que tenha tido grande suspense. É um livro sobretudo sobre a condição humana, que nos faz questionar o que seria do mundo dos homens sem mulheres, ou o que seria do mundo das mulheres sem homens. E extremamente realista também. Fala sobre preconceitos, sobre pessoas não necessariamente boas ou necessariamente más, fala sobre pessoas que podem ser incríveis e ainda assim não se conseguirem relacionar entre si. Fala, sobretudo, sobre pessoas de carne e osso.

Resultado de imagem para gif stephen king sleeping beauties"
Fonte: https://stephenkingbooks.co.uk/2017/03/06/new-novel-stephen-king-owen-king/sleeping-beauties-announcement-twitter/

Claro que há um aspeto sobrenatural que é tónica dominante durante as mais de 700 páginas. É ela quem dá o mote e o faz desenvolver-se, conferindo uma aura sufocante de uma cidadezinha condenada a depender de si mesma e dos seus esforços para resolver um problema sobrenatural, que me fez lembrar de um outro livro de King, A Cúpula. De entre as inúmeras personagens, são várias as que se destacam e têm pontos de vista, sendo que até alguns animais o possuem, o que achei sinceramente dispensável.

A história começa por revelar um tom bem pesado, mas à medida que as desgraças se sucedem e o sobrenatural domina por completo o real, achei tudo bastante forçado. Ou melhor, bem executado, mas não para o que seria expectável acontecer neste livro. Belas Adormecidas prometia ser um livro de terror ou, quanto muito, de suspense, e revelou-se uma carreira de tiro, onde a defesa de uma prisão e uma sequência de tiroteios pautou grande parte da narrativa.

Resultado de imagem para gif stephen king sleeping beauties"
Fonte: https://www.goodreads.com/book/show/34466922-sleeping-beauties

Belas Adormecidas apresenta uma premissa muito interessante. Em todo o mundo, num futuro próximo, as mulheres ficam envolvidas por casulos assim que adormecem. E não voltam a acordar. Se alguém lhes tocar no casulo, forem incomodadas ou acordadas à força, elas tornam-se verdadeiros assassinos, sem qualquer consciência do que estão realmente a fazer. São dominadas por uma fúria cega até voltarem a dormir. Em pouco tempo, a maior parte da população feminina do mundo adormeceu.

Os protagonistas do livro – se é que os podemos qualificar como tal de entre tantas personagens – são o casal Clint e Lila Norcross. Ele é um psiquiatra e ela a xerife da pequena cidade de Dooling. Apesar de serem ambos pessoas corajosas, generosas e importantes na comunidade, escondem coisas um ao outro e o seu casamento baseia-se mais no filho Jared do que propriamente na confiança que sentem um pelo outro. As dúvidas e inseguranças crescem entre eles. Um dia, porém, a xerife captura uma mulher que fez incendiar uma caravana, e essa mulher nua, que se diz chamar Evie, sabe coisas sobre ela que mais ninguém podia saber.

Resultado de imagem para gif stephen king sleeping beauties"
A clássica da Disney 😀 | Fonte: https://giphy.com/explore/beauty-sleep

Evie é levada para a prisão feminina, onde Clint trabalha como psiquiatra. O lugar é liderado pela estóica Janice Coates, mãe de uma jornalista famosa conhecida como Michaela Morgan, mas quando as mulheres começam a adormecer e até mesmo Janice adormece, Clint é obrigado a tomar as rédeas da prisão e a defendê-la. É que a nova prisioneira, Evie, dorme e acorda sem ficar envolta num casulo, e todas as evidências apontam para que seja ela a causadora da epidemia que a comunicação social chama de Aurora.

Sozinhos e desesperados, os homens dividem-se entre os que querem matar Evie, entre eles o antigo rastreador de animais Frank Geary, certos que isso fará regressar as mulheres, e os que a querem defender, certos que a situação é um teste da natureza para os homens. E, aparentemente, eles falham redundantemente, uma vez que apenas conseguem resolver os seus conflitos ao tiro e com base na violência. Clint lidera o segundo grupo, certo de que proteger Evie é a única forma de reaver as mulheres.

Sem Título
Fonte: https://geektyrant.com/news/stephen-king-and-owen-kings-horror-novel-sleeping-beauties-is-being-developed-as-a-series-by-amc

Estas, por sua vez, são transportadas para um lugar só delas onde não existe violência e onde tudo é harmonioso. Ali, elas tentam reerguer a sua perspetiva de cidade, viver de forma tranquila sem o machismo e violência intrínsecos ao sexo masculino. Mas mesmo entre elas há cisões e esse mundo aparentemente idílico torna-se um pesadelo ao perceberem que, mesmo estando melhor sem homens, não é viver sem eles o que as fará feliz.

As personagens são duras, verosímeis e reais. O livro oscila muito entre passagens cheias de ritmo e outras morosas. Sendo também um trabalho em parceria com Owen, aliás foi dele que partiu a ideia, não deixa de ser um livro com a chancela bem vincada de Stephen King. A parte humana está extremamente bem conseguida, sem finais necessariamente felizes ou infelizes, sem personagens necessariamente boas ou más, mas foi muito tiroteio, pontos de vista de animais e uma Evie pouco surpreendente para o que prometia, para poder dizer que foi maravilhoso.

Avaliação: 7/10

2 comentários em “Estive a Ler: Belas Adormecidas

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close