Estive a Ler: Mago – Saga do Império


Mara avaliou a sua futura irmã: Ura era uma rapariga taciturna oriunda de uma família sem clã, mas abastada, da Província de Lash enquanto Mara descendia de uma família antiga e poderosa, os Acoma.
O TEXTO SEGUINTE ABORDA OS LIVROS “A FILHA DO IMPÉRIO”, ” A SERVA DO IMPÉRIO” E “A SENHORA DO IMPÉRIO”, OS TRÊS VOLUMES DA TRILOGIA MAGO – SAGA DO IMPÉRIO

Janny Wurts é autora de vários romances fantásticos de sucesso, entre os quais se inclui a trilogia Cycle of Fire (Stormwarden, The Keeper of the Keys e Shadowfane), e de uma coleção de pequenas histórias, The Way lies Camelot, bem como dos romances The Master of Whitestorm e To Ride Hell´s Chasm. Com Raymond E. Feist, um dos mais famosos autores de literatura fantástica, escreveu a Saga do Império, ambientada no universo de Mago.

Feist estudou na Universidade de San Diego, onde se licenciou em Ciências da Comunicação em 1977. Tendo sido traduzido em mais de 23 países, Mago é a sua primeira obra-prima e a base para toda a sua vasta obra, que atinge constantemente as listas de bestsellers do New York Times e Times of London. A Filha do Império é o primeiro volume da série Saga do Império, A Serva do Império o segundo e A Senhora do Império o terceiro. Os livros foram publicados pela Saída de Emergência com tradução de Rui Azeredo e José Remelhe, tendo o segundo, por ser significativamente maior, sido dividido em dois.

Sem Título
Mara dos Acoma | Fonte: https://midkemia.fandom.com/wiki/Mara

Tive uma primeira experiência pouco imersiva com Raymond E. Feist, com um mundo com tantas reminiscências a Tolkien que me deixou desmotivado nas primeiras páginas, mas – aquele mas que faz toda a diferença – veio a distanciar-se e a melhorar a todos os níveis. The Riftwar Saga, conhecida em português como Mago, apresentou melhorias suficientes para me levar a ler outro livro do autor passado no mesmo universo, neste caso emparceirado com a autora Janny Wurts.

“A escrita de Feist e Wurts é fluída e competente, mas não deslumbra.

Depois dos eventos da saga Mago, sabia que iria conhecer a tão famosa Mara dos Acoma, tão comummente citada em painéis sobre o papel da mulher na fantasia. Esperava ver esta personagem algures em Midkemia e estava curioso para saber se a sua história estaria ligada à Guerra da Brecha. Ao pousar os olhos neste livro, percebi que estava perante um outro mundo, mais propriamente do outro lado do buraco interdimensional, com os tsurani.

Sem Título
Capa portuguesa | Fonte: http://www.saidadeemergencia.com/produto/o-mago-a-filha-do-imperio/

A história de Mara dos Acoma atira-nos para este outro mundo tão ligado a Midkemia, Kelewan, onde as paisagens áridas transformaram também os seus povos. Há uma peculiaridade muito grande em todos eles, revelando algumas reminiscências da cultura árabe e otomona, em alguns aspetos também da africana. Apesar de, por estarmos a falar de fantasia, ela me remeter bastante à Daenerys de George R. R. Martin, por muitas vezes vi nesta personagem tantas outras que romances históricos me trouxeram.

Há um código de honra muito rígido nestes povos, e esse foi um dos factores que me fez gostar mais destes três livros. Há aqui uma grande descolagem à saga Mago e até tenho pena que estejam interligados porque acho que são duas histórias que não se ligam particularmente bem, apesar do esforço do autor e de ser sempre agradável ver algumas referências e crossovers. Porque, sim, Pug também entra nesta trilogia, com muito menos importância, mas esta Saga do Império funciona muito bem de forma independente.

Sem Título
Mara dos Acoma | Fonte: https://www.deviantart.com/erevia/art/Mara-of-the-Acoma-765162975

Depois da morte do pai e do irmão, Mara dos Acoma vê-se arrastada para a liderança da sua Casa nobre, numa época em que ter uma mulher à frente dos destinos de uma família seria algo inusitado. Depressa é instada a casar-se, de forma a ter uma figura masculina à frente das suas terras, ou será facilmente pisada pelos inimigos do seu falecido pai, Sezu. Mas Mara é uma mulher evoluída e astuta, e irá usar muita da sua argúcia para jogar o famoso Jogo do Conselho.

É uma trilogia que fala muito sobre honra, com personagens como Papewaio no primeiro volume e Lujan em toda a saga a embandeirarem o verdadeiro sentido de lealdade. Mas é sobretudo sobre política, com cada uma das famílias a fazer os seus joguinhos de forma a ficar por cima e a pisar os mais frágeis. Em suma, é uma trilogia que faz muito a minha praia, cheia de ingredientes que me agradam e que podia sinceramente puxar pelo meu apreço.

Sem Título
O segundo volume da trilogia foi dividido em dois em Portugal | Fonte: http://www.saidadeemergencia.com/produto/litfantastica-bang/fantasia-o-202346/o-mago-a-serva-do-imperio/

Mas em abono da verdade não consegui gostar muito mais destes livros do que tinha gostado da primeira saga Mago. A inteligência e a força feminina de Mara são de facto impressionantes, mas gostava de me ter sentido mais na pele da protagonista. Senti-a pouco aberta ao leitor, e com algumas indefinições de comportamento que a tornaram demasiado distante. A entrada de Kevin na história, no segundo volume, funcionou como uma introdução mais palpável a Midkemia na trilogia e à sua influência em Mara, e só aí conseguiu tornar a personagem mais humana.

Mara é uma personagem fortíssima e interessante, que no primeiro volume parece camuflar as suas fraquezas até para o leitor, e para um leitor gostar de uma personagem deve sentir também uma certa compaixão para com ela. O segundo e terceiro volume funcionaram muito melhor nesse aspeto, ao fazer-nos olhar para ela menos como uma miúda ao mesmo tempo demasiado madura para a idade, e mais como a mulher estratega que se revela. A sua ama Nacoya, Hokanu dos Shinzawai, que se torna esposo de Mara, e o Mestre dos Espiões Arakasi tornaram-se nas minhas personagens preferidas.

A trilogia vale sobretudo por revelar uma teia de intrigas sólida e manobras táticas bem pensadas. O plot que envolve Bunto e Teani no primeiro volume prometia imenso, mas não vimos nada deles, e pareceu-me que muitas personagens podiam ter sido melhor exploradas. Ainda assim esta trilogia foca-se muito em política e a esse plano foi muito bem cosida pelos dois autores. Mesmo a fantasia, através da Assembleia dos Magos, os terríveis Mantos Negros e os enigmáticos e bem explorados Cho-ja, raça inspirada na arquitetura da sociedade das abelhas, foi bem polvilhada na trama.

Sem Título
Capa Saída de Emergência | Fonte: http://www.saidadeemergencia.com/produto/mago-a-senhora-do-imperio/

Em muitos momentos achei que Mara não teria recursos, num mundo real, de conquistar tanto respeito e poder por parte da sociedade. Em outros achei que estaria a subestimá-la, porque ela realmente mostrou que tinha capacidade para isso. É uma personagem riquíssima e, ao mesmo tempo, o eixo central da trama. As suas derrotas e perdas, como a morte de familiares que lhe eram queridos, moldaram-na para ser uma vencedora e termino a trilogia com a ideia que, sim, esta mulher podia ter existido e sido a mulher de aço que se revelou na obra.

A escrita de Feist e Wurts é fluída e competente. A história está bem construída, com vários momentos de tensão e uma condução narrativa equilibrada, mas que em nada se diferencia de outras tantas histórias que já li, nada tem de irreverente ou de inventivo, nem de realmente promissor. A Filha do Império, A Serva do Império e A Senhora do Império compõem uma trilogia relativamente satisfatória, e apesar de não me ter maravilhado, parece-me ser incontestavelmente melhor que a primeira saga do autor.

Avaliação: 6/10

Mago:

Saga do Mago (Saída de Emergência):

#1 Aprendiz

#2 Mestre

#3 Espinho de Prata

#4 As Trevas de Sethanon

Saga do Império (Saída de Emergência):

#1 A Filha do Império

#2 A Serva do Império Vol. 1

#3 A Serva do Império Vol. 2

#4 A Senhora do Império

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close