Estive a Ler: Dois Irmãos


Durante anos Omar foi tratado como filho único, o único menino.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO DOIS IRMÃOS (FORMATO BD)

A G Floy traz-nos a adaptação para BD do romance Dois Irmãos de Milton Hatoum, pelos artistas brasileiros Fábio Moon e Gabriel Bá. Nascido em Manaus em 1952, Hatoum estreou-se na ficção com Relato de um certo Oriente, publicado em 1989 e vencedor do Prémio Jabuti de melhor romance do ano. O seu segundo romance, Dois Irmãos, foi traduzido para oito idiomas. Com Cinzas do Norte, de 2005, Hatoum ganhou os Prémios Jabuti, Bravo!, APCA e Portugal Telecom.

Em 2008, Hatoum publicou a sua primeira novela, Órfãos do Eldorado, em 2009, o livro de contos A cidade ilhada e, em 2013, viu as suas crónicas reunidas em Um solitário à espreita. Em Portugal, estão editados pela Penguin Random House/Companhia das Letras os seus romances Dois Irmãos, Relato de um Certo Oriente e A Noite da Espera.

Fábio Moon e Gabriel Bá são irmãos gémeos. Publicaram o seu primeiro fanzine de BD em 1993, e em 1997 lançaram o fanzine 10 Pãezinhos, que venceu o Prémio HQ Mix de Melhor Fanzine e de Artistas Revelação em 2000. Nestes mais de vinte anos, os dois produziram BD para o mercado brasileiro e internacional, incluindo as séries Daytripper, The Umbrella Academy (com Gerard Way) ou Casanova (com Matt Fraction). Em 2008, O Alienista, a sua adaptação do clássico de Machado de Assis, recebeu o Prémio Jabuti.

Sem Título
Fonte: G Floy Studio

Não é por acaso que esta adaptação venceu o Prémio Eisner para Melhor Adaptação Literária, o Prémio Harvey para Melhor Álbum Estrangeiro e o Troféu HQ Mix para Melhor Adaptação. A obra é sensacional. Trazendo-nos o clima quente do Brasil, Dois Irmãos é uma história familiar repleta de segredos obscuros e de cenas bem calientes, onde a sensualidade e o mistério caminham de mãos dadas. Com uma simplicidade incrível, Moon e Bá conseguem transmitir tudo isto a preto e branco, com uma certa dose caricatural.

“Adorei este romance gráfico e cada uma das personagens trouxe algo de valor, destacando os gémeos e a índia Domingas como aqueles que mais gostei.

Não li a obra de Hatoum, mas fiquei com muita vontade de a conhecer melhor. Trazendo toda a força narrativa de um drama familiar, os autores gémeos trazem-nos a história impactante e difícil de dois outros gémeos e das suas rivalidades. Um drama complexo que atravessa gerações, contado de uma forma simples e ao mesmo tempo plena de energia, luz e vigor. Para estes dois, o poder de contar histórias é inequívoco.

Sem Título
Fonte: G Floy Studio

Dois Irmãos narra a história da relação conturbada entre dois irmãos de uma família de ascendência libanesa que vive em Manaus. A trama apresenta vários apontamentos em que os membros da família lidam com situações de ciúme, rancor e raiva que os anos teimam em não mitigar. Filhos de Halim e Zana, Yaqub e Omar vivem uma rivalidade desmedida, movida pela inveja e pelo desejo. E mesmo a irmã mais nova, Rânia, tem dificuldades em lidar com esta luta de poderes.

A história é contada a partir da visão de Nael, o filho da empregada índia Domingas, que narra avanços e recuos temporários para se aprofundar em alguns personagens ou para dar destaque a determinados acontecimentos marcantes, explicando ou sugerindo o que terá acontecido. É ele quem conta tudo o que testemunhou calado durante trinta anos, nos meandros daquela família libanesa, dos desejos incestuosos à paixão desmesurada. A Segunda Guerra Mundial que separa os irmãos em pequenos e a chegada de Lívia, a mulher que os dois desejam, são momentos-chave que fazem mover uma rivalidade épica.

Sem Título
Fonte: G Floy Studio

Adorei este romance gráfico e cada uma das personagens trouxe algo de valor, destacando os gémeos e a índia Domingas como aqueles que mais gostei. A adaptação de Fábio Moon e Gabriel Bá é de facto muito bem conseguida, e destaco ainda o trabalho da G Floy, com uma edição extremamente bem cuidada em capa dura que dá gosto de manusear e de ler. Quem tiver curiosidade sobre o romance original, este conheceu uma adaptação para TV pela Rede Globo, protagonizada por Cauã Reymond.

Para quem gostar do trabalho dos dois autores, The Umbrella Academy está publicado pela Devir e Daytripper pela Levoir, este último estreou em primeiro lugar na lista de mais vendidos do New York Times e ganhou os Prémios Eisner e Harvey nos Estados Unidos, o Eagle Award no Reino Unido, o Prémio de Melhor BD no festival Les Utopialles, em Nantes, e entrou na seleção oficial do Festival International de la Bande Dessinée d’Angoulême 2013 em França.

Avaliação: 8/10

2 comentários em “Estive a Ler: Dois Irmãos

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close