Estive a Ler: Kick-Ass: A Miúda Nova


O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO KICK-: A Miúda nova (FORMATO BD)

O enorme sucesso de Kick-Ass levou a que fosse rapidamente adaptada ao cinema, num filme de Matthew Vaughn, que originou uma colaboração entre o realizador e o escritor que duraria até hoje, com mais filmes, incluindo sequelas de Kick-Ass e os filmes da série Serviço Secreto. A publicação do comic começou nas mãos da Icon, mas logo passou para a Image Comics, que detém os direitos sobre a obra de Mark Millar. Em Portugal, a MILLARWORLD é publicada pela G Floy Studio Portugal.

Kick-Ass continua a senda das séries de maior sucesso de Millar e junta-se à mão cheia de títulos que escreveu de super-heróis que se tornaram clássicos do género: Super-Homem: Herança Vermelha (Superman: Red Son), Guerra Civil, Os Supremos (The Ultimates), Velho Logan, e a sua mais recente série O Legado de Júpiter, também editada pela G Floy, com arte de Frank Quitely. John Romita Jr., o ilustrador, é um artista de comics americano, muito conhecido pelo seu extenso trabalho para a Marvel Comics entre as décadas de 1970 a 2000, tendo começado aos 13 anos a colaborar com a editora, por influência do pai.

Fonte: G Floy

Esta edição de 2018 de Kick-Ass traz uma adição muito surpreendente, que é também uma grande mais-valia para o enredo: uma nova protagonista. Patience Lee é, mais do que uma protagonista feminina, uma mulher negra e mãe de família, para além de ser uma soldado, sendo abertamente inspirada no clássico Rambo, mas também uma Robin Hood, no período em que a personagem se dedica a roubar a criminosos.

Excelente adição ao catálogo da G Floy.

Com várias cenas de grande aparato, um ritmo altíssimo e ação ao mais alto nível, Kick-Ass estabelece um outro nível de violência, em comparação ao álbum já publicado por terras lusitanas, onde, apesar dos contornos vívidos de violência, havia uma aura pueril a cercar o protagonista, Dave Lizewski, que não era mais que um jovem nerd que tinha o sonho de ser um super-herói. A este preceito, a nova protagonista é mais parecida com a coadjuvante do álbum anterior, a icónica Hit-Girl.

Fonte: G Floy

Esta nova super-heroína limpa mesas durante o dia e combate o crime à noite. É uma mãe de família jovem, com filhos para alimentar e manter em segurança, o que se revela difícil com a quantidade de vilões e de canalhas que grassam pelas ruas de Albuquerque, no Novo México. É um desafio com que ela tem que lidar e que se torna bastante interessante de se assistir, mas que em nenhum momento duvidamos da sua capacidade, afinal, esta mulher é uma durona.

Patience Lee é uma sargento do exército, que vemos combater nas frentes de ataque no Afeganistão, para logo vermos chegar a Albuquerque, onde vai dedicar-se à família e desancar cretinos à porrada. Vemo-la desde logo a vestir o traje verde e amarelo, sem grandes explicações de como arranjou o traje nem introduções desnecessárias à trama. Mark Millar e John Romita Jr. cozinham de maneira genial uma história que tinha tudo para ser rasa e desinteressante.

Fonte: G Floy

Mas, desde logo, vemos que a personagem principal tem muito sumo e conteúdo para ver explorado. Nos dias que correm é essencial, mais do que nunca, o papel da representatividade nos media, e é muito bom assistirmos a uma super-heroína mulher, negra e mãe de família, com todas as dificuldades que isso acarreta. Porque, podem não vestir o uniforme verde e amarelo, mas o que temos mais no mundo são heroínas destas e o nosso mundo ainda não lhes dá o devido foco e valor. Infelizmente.

Mark Millar é um colosso na nona arte e Kick-Ass é mais um dos seus contributos incríveis para a banda-desenhada. Não é o meu preferido, até porque as ideias de super-heróis sinceramente não me cativam por aí além, mas a assinatura de Millar é carimbo de qualidade em quase todos os seus trabalhos. E a arte vívida de John Romita Jr. vem sublinhar essa garantia de bom entretenimento, com planos visuais excelentes e um casamento perfeito com a intenção narrativa do argumentista. Excelente adição ao catálogo da G Floy.

Avaliação: 9/10

2 comentários em “Estive a Ler: Kick-Ass: A Miúda Nova

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close