Estive a Ler: O Momento da Tempestade, Deuses Americanos #3


Sei da morte do Pai Supremo. Irão pagar e vai sair-lhes caro.
O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO “O MOMENTO DA TEMPESTADE”, TERCEIRO VOLUME DA SÉRIE DEUSES AMERICANOS (FORMATO BD)

Deuses Americanos é a comic publicada na Coleção Bang! da Saída de Emergência que adapta a famosa road trip de Neil Gaiman. Para além da BD, o livro deu também origem a uma série de TV pela Starz, protagonizada por Ricky Wittle e Ian McShane. Nascido no Reino Unido e residente nos E.U.A., Gaiman escreveu livros como Mitologia Nórdica, O Oceano no Fim do Caminho, Coraline, Bons Augúrios, Neverwhere: Na Terra do Nada ou a série gráfica Sandman.

O romance foi vencedor dos prémios Hugo, Bram Stoker, Locus, World Fantasy e Nebula e esta é a primeira vez que é adaptado como novela gráfica. Depois de os dois primeiros volumes terem sido publicados pela Saída de Emergência em 2018 e 2019, chegamos neste terceiro e último álbum ao clímax final. O terceiro e último volume conta com 224 páginas, adaptação de roteiro e arte por P. Craig Russell, ilustração de Scott Hampton, cores de Jennifer T. Lange e trabalho de capa por David W. Mack.

Com uma arte competente, O Momento da Tempestade é mais uma boa adaptação ao romance de Neil Gaiman. Se não gostei por aí além do original e os dois primeiros álbuns da adaptação se destacaram exatamente pela ilustração, devo dar também uma palavra de destaque para o argumento. Seguindo praticamente de forma fiel o romance original, acaba por oferecer as melhores falas e o tom ao mesmo tempo esperançoso e desapaixonado do livro publicado no ano de 2001.

Neil Gaiman é exímio exatamente a desenhar este género de tramas.

Ainda assim, concluída a leitura da adaptação, posso dizer que é exatamente o tom e a mensagem que passa o que mais me atrái em Deuses Americanos. Se não me deslumbrei nem pela escrita nem pela proposta de Gaiman, não fiquei muito mais entusiasmado com a BD, ainda que deva sublinhar que retirou do livro o melhor que ele tinha para mostrar. Um confronto entre as mitologias de ontem e o que realmente importa às sociedades de hoje que não é mais que uma metáfora interessantíssima vestida de fantasia urbana.

Apesar da roupagem não me atrair, e mesmo o formato road trip não me cativar minimamente, entendo o porquê de o livro (e a série derivada) ser tão elogiada. A mensagem é realmente interessante e os fãs de fantasia urbana certamente encontram aqui uma boa oportunidade de desfrutar do seu género preferido repleto de um humor trágico e falsas frivolidades. Neil Gaiman é exímio exatamente a desenhar este género de tramas.

Neste último livro, novos e velhos deuses aceitam encontrar-se no centro da América para a entrega do corpo do líder caído dos velhos deuses, preparando a incontornável batalha entre deuses. Shadow vê-se mergulhado numa guerra sem paralelo que irá resultar, inevitavelmente, no final destroçado de uma das facções. A conclusão revela que a proposta do autor não foi despropositada, conferindo algum sentido às deambulações aparentemente vazias do protagonista.

Formado em pintura pela Universidade de Cincinnati, P. Craig Russell distinguiu-se ao serviço da Marvel por trabalhos como Killaraven ou Doutor Estranho, sendo um dos pioneiros ao adaptar para o universo dos comics óperas de Mozart (A Flauta Mágica), Strauss (Salomé) e Wagner (O Anel dos Nibelungos). O seu trabalho mais recente inclui adaptações em banda desenhada de Coraline e The Graveyard Book de Neil Gaiman.

Já o ilustrador Scott Hampton nasceu em 1959 em High Point, Carolina do Norte, e cresceu embrenhado em literatura clássica, romances de horror e banda desenhada. Com o seu irmão mais velho, Bo, enveredou pelo mundo dos comics e chegaram a estagiar com o icónico Will Eisner. Além de ilustrar as suas histórias, Scott ilustrou livros de alguns dos melhores autores de fantasia, incluindo Neil Gaiman (Books of Magic), Robert E. Howard (Pigeons from Hell), Clive Barker (Tapping the Vein), Archie Goodwin (Batman: Night Cries) e David Brin (The Life Eaters).

Avaliação: 7/10

Deuses Americanos (Saída de Emergência):

#1 Sombras

#2 M. Ainsel

#3 O Momento da Tempestade

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close