Estive a Ler: Druuna #5


O quê? Alguma coisa que mete muito medo?

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O TOMO 5 DE DRUUNA (FORMATO BD)

Paolo Eleuteri Serpieri é um argumentista de banda-desenhada italiano, mais dedicado ao erótico.  Ficou mais conhecido pela sua obra Druuna, obra de ficção-científica que tem sido aposta constante da editora portuguesa Arte de Autor. Em 2016 lançou o Tomo 0, em 2017 o Tomo 1, que inclui as histórias Morbus Gravis e Delta e já em 2018 o Tomo 2, com as histórias Creatura e Carnivora. Em 2019 publicou o Tomo 3, que inclui os álbuns Mandrágora e Aphrodisia, e em 2020 o Tomo 4, que inclui os álbuns Planeta Esquecido e Clone.

O autor nasceu em Veneza, em 1944. Começou a sua carreira profissional como pintor em 1966, antes de se virar para a banda desenhada, em 1975. Grande apaixonado por westerns, co-escreveu L’Histoire du Far-West, série sobre o oeste americano com argumento de Raffaele Ambrosio, que foi publicada em França pelas edições Larousse. A partir de 1980 trabalhou em diferentes projetos, tais como Découvrir la Bible (também para a Larousse), e numa série de histórias curtas para diferentes revistas.

Fonte: Arte de Autor

Em outubro, chegou a Portugal o tomo final da coleção Druuna, com o título Aquela Que Vem do Vento, uma vez mais pela Arte de Autor. Trata-se de uma série de referência da banda desenhada erótica dos anos oitenta, originalmente publicada em 8 volumes. Este último volume tem um total de 96 páginas a cores e em capa dura, incluindo um caderno gráfico de ilustrações que complementa bastante o trabalho artístico de Serpieri.

Paolo Eleuteri Serpieri não me convenceu com a narrativa, mas maravilhou-me com a sua ilustração.

Druuna é uma obra simples e descomplexada, com cenas de sexo a permearem a grande maioria das pranchas. Com uma toada bem onírica, sonhos e realidade confundem-se numa amálgama de cenários dantescos, onde a imaginação fértil do autor desencantou todo o tipo de mutações e monstruosidades, para além de constructos e andróides. O interesse nesta série é alimentado através do interesse que ele desperta pelas curvas e comportamentos da protagonista.

Fonte: Arte de Autor

Num futuro pós-apocalíptico, um perigoso vírus transforma os homens em monstruosos mutantes sanguinários. Só o soro permite aos sobreviventes escaparem. Não deixa de ser uma obra bastante sexista, com a beldade sempre nua e predisposta ao sexo com os mais horrorosos personagens, inicialmente com o objetivo concreto de encontrar a cura para a mutação do seu amado, Shastar.

Neste último volume, Druuna pousa misteriosamente num mundo que lembra as grandes planícies do nosso passado. Deixada por conta própria, vagueia por uma imensa extensão coberta de cadáveres até encontrar um chefe índio que a chama de “aquela que vem do vento”. Mas ele não parece ser o único que a conhece. Eles logo serão acompanhados por uma tropa de conquistadores, Druuna é apanhada no fogo cruzado, mas este mundo é mesmo real? Poderá Druuna estar lá?

Fonte: Arte de Autor

Druuna é uma bela mulher que caminha num mundo de caos, horrores e armadilhas, onde todo o tipo de monstruosidades a persegue. Monstros que foram homens e que se mostram desesperados por fazer sexo com ela. A protagonista não mostra de facto muita resistência, mas todo o conjunto é permeado por um tom decadente onde o sexo e a degradação caminham de mãos dadas.

Há também uma forte componente onírica ao longo da trama, porque em nenhum momento percebemos se a protagonista está a viver realmente aquelas aventuras ou a viver um sonho. Uma cadeira entrançada de sonhos e de acontecimentos estranhos que nem sempre fazem muito sentido mas que nos fazem testemunhar um esplendor de tonalidades e de concepções imaginárias dignas dos maiores mestres da nona arte. Paolo Eleuteri Serpieri não me convenceu com a narrativa, mas maravilhou-me com a sua ilustração.

Avaliação: 7/10

Druuna (Arte de Autor):

#1 Tomo 0 (lido não comentado)

#2 Tomo 1

#3 Tomo 2

#4 Tomo 3

#5 Tomo 4

#6 Tomo 5

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close