Estive a Ler: A Idade Média Narrada por um Vampiro


Bebe, bebe, menino! Bebe e salva-te!

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO A IDADE MÉDIA NARRADA POR UM VAMPIRO

Com licenciatura e mestrado em História, a autora Márcia Medeiros frequentou doutorado em Letras para resolver dilemas que a História não resolvia. Professora adjunta da Universidade Estadual de Mato Grosso Do Sul e professora permanente do programa de Mestrado Profissional em Ensino em Saúde, tem experiência na área de História, sendo a sua área de estudo a História Cultural, estabelecendo relações entre a literatura e outras áreas do conhecimento como a História e a Saúde.

A Idade Média Narrada por um Vampiro foi publicado em 2017 pela Luva Editora, no Brasil, tendo atravessado o Oceano Atlântico e chegado em 2020 a Portugal, pelas mãos da Editorial Divergência. Sendo uma das grandes novidades de 2020 no catálogo da editora, trata-se da primeira voz brasileira publicada pela editora nacional. A Idade Média Narrada por um Vampiro tem um total de 134 páginas e edição de Irina Sopas, com coordenação editorial de Pedro Cipriano, Nuno Matos Valente e Diogo Resende.

Sem Título
A autora | Fonte: https://www.douradosagora.com.br/noticias/dourados/professora-da-uems-lanca-livro-de-terror-no-sabado

Fui contactado para escrever uma blurb sobre este livro e a verdade é que, ao passar pelas primeiras páginas, fiquei com a sensação que precisaria fazer um esforço considerável para dar uma opinião positiva ao mesmo. A honestidade é algo que não renuncio ao analisar qualquer livro e fiquei um pouco atrapalhado ao perceber que podia não ser a pessoa indicada para fazer uma análise elogiosa a esta obra. A verdade é que nunca tinha lido nada de Márcia Medeiros e A Idade Média Narrada por um Vampiro não me prendeu desde o primeiro instante.

“É uma história fechada, um livro pequeno, leve e divertido, que fará as delícias de todos aqueles que se querem rir um bocadinho e ficar com a alma um pouco mais leve.

Mas, ao passar essa sensação inicial, vi que não precisei fazer qualquer esforço para gostar deste livro. Limitei-me a deixar-me levar por ele, sem idiossincrasias nem bitolas, de forma a poder usufruir da experiência de leitura sem a comparar com este ou com o outro. Em poucas páginas tinha já um sorriso no rosto e o resto da leitura foi muito fácil e descomplexada. É um livro bem pequeno e leve em todos os aspetos, que se lê muito bem sem nos deixar aborrecidos em qualquer momento.

a idade média narrada por um vampiro

A voz de Márcia Medeiros é um doce sem compromissos, que nos convida a fazer uma viagem leve e despretensiosa pela Idade Média, levando-nos a revisitar momentos marcantes deste período negro da História com um sorriso no rosto. Os que o conhecem, irão encontrar um sem-número de referências bem humoradas. Quem pouco ou nada sabe deste período, irá terminar o livro um pouco mais culto, ao mesmo tempo que terá uma mão cheia de motivos para gargalhar.

A Idade Média Narrada Por Um Vampiro oferece cultura e bom humor em doses iguais, pelas mãos de uma autora que em nenhum momento se preocupa com a consistência da escrita ou com o desenvolvimento das suas personagens. Preocupa-se sim em oferecer momentos divertidos ao leitor, para que ele termine o livro com a sensação de quero mais.

Sem Título
Ilustrativo | Fonte: https://www.pinterest.ch/pin/319263061063052703/

O livro narra a história de Demétrius, contada na primeira pessoa. Trata-se de um vampiro, cuja idade é tão antiga que não vale sequer a menção. Este vampiro foi transformado e instruído por um ser com três nomes, pois pode ser chamado tanto de Silvanus, Pratinius ou Ascarius. Ele o adverte de como um vampiro se deve comportar, tanto para se alimentar como para escapar à luz do Sol. Mas também para a demência que os vampiros tendem a sofrer, com a idade.

Demétrius percebe que foi acometido por uma espécie de loucura, característica própria da classe vampírica, e que a pouco e pouco o conduzirá à demência. A loucura deste vampiro é um dos eixos centrais da narrativa, e a que lhe confere também uma boa dose de humor. As suas viagens e o cruzamento com outras personagens, reais ou ficcionais, são momentos que fazem deste livro uma aventura repleta de diálogos todos eles bem divertidos, à medida que o vampiro vai perdendo capacidades.

Sem Título
Ilustrativo | Fonte: https://www.empireonline.com/movies/features/10-vampire-projects-rising-grave/

As dissertações de Demétrius sobre Bento de Núrsia foram das mais agradáveis, tendo gostado também muito da “perseguição” a Átila, da referência à Peste Negra, da sua relação com o seu companheiro Aquitanius e com o velho cigano Tarim, mas principalmente do divertidíssimo porco anão Porconius, o seu animal de estimação. Ao longo das páginas, Demétrius irá perseguir um segredo muito bem escondido e a localização de uma chave, ao mesmo tempo que dá de caras com alguns dos eventos mais caóticos da História.

A Idade Média Narrada Por um Vampiro não é um livro com uma escrita rica, uma premissa realmente interessante ou um desenvolvimento de personagens sustentável, mas não me parece que fosse sequer essa a pretensão da autora. É uma história fechada, um livro pequeno, leve e divertido, que fará as delícias de todos aqueles que se querem rir um bocadinho e ficar com a alma um pouco mais leve.

Avaliação: 6/10

2 comentários em “Estive a Ler: A Idade Média Narrada por um Vampiro

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close