Estive a Ler: Mataram a Cotovia


De facto, disse que tudo começara naquele verão em que o Dill apareceu por estas bandas, da primeira vez que ele sugeriu que tentássemos obrigar o Boo Radley a sair de casa.

O TEXTO SEGUINTE ABORDA O LIVRO MATARAM A COTOVIA

Harper Lee nasceu em 1926, em Monroeville, nos Estados Unidos da América, onde frequentou o Huntigton College e estudou Direito na Universidade do Alabama. Foi galardoada com o Prémio Pulitzer e com vários outros prémios. Mataram a Cotovia foi nomeado pelos principais livreiros americanos como O Melhor Romance do século XX, a obra-prima da literatura americana. Já vendeu mais de 30 milhões de exemplares em todo o mundo e está traduzido para mais de 40 línguas.

Lee viveu sempre uma vida completamente afastada dos círculos mediáticos e é junto com JD Salinger, uma das mais famosas reclusas literárias, tendo morado toda a sua vida na casa onde passou a sua infância, onde morreu em fevereiro de 2016 com 89 anos. A edição da Relógio D’Água tem um total de 352 páginas e tradução de Fernando Ferreira-Alves.

A história de Mataram a Cotovia começa de forma algo densa, apresentando um grupo de crianças e as suas travessias, a lembrar as histórias de Mark Twain como Tom Sawyer e Huckleberry Finn. Há também uma forte camada de suspense e uma aura de sobrenatural em redor de uma casa que se diz assombrada, mas este livro, que é leitura obrigatória nas escolas norte-americanas, é muito mais que isso.

É um livro bonito e muito bem construído, que vai melhorando à medida que a história se desenrola.

É um livro sobre tradições, sobre cultura, sobre preconceitos, sobre a evolução da sociedade e a perda da inocência. O romance, lançado em 1960, teve um sucesso instantâneo, tornando-se um dos maiores clássicos da literatura norte-americana moderna. A adaptação para cinema, To Kill a Mockingbird, venceu o Óscar de Melhor Argumento Adaptado em 62.

Situado em Maycomb, uma pequena cidade imaginária do Alabama, durante a Grande Depressão, o romance de Harper Lee, fala-nos do crescimento de uma rapariga numa sociedade racista. Scout, a protagonista rebelde e irónica, é criada com o irmão, Jem, pelo seu pai viúvo, Atticus Finch. Ele é um advogado que fala aos filhos como se fossem capazes de entender as suas ideias, encorajando-os a refletirem, em vez de se deixarem arrastar pela ignorância e pelo preconceito.

A vida aparentemente pacata sofre um duro golpe quando Tom Robinson, um dos habitantes negros da cidade, é acusado de violar uma jovem branca. Atticus torna-se advogado de defesa do acusado, mas dificilmente estará preparado para as retaliações. Enquanto isso, os seus dois filhos e um amigo encenam o seu próprio drama de medos, centrado em Boo Radley, uma lenda local que vive em reclusão numa casa vizinha.

Atticus é um herói moral para muitos leitores e como um modelo de integridade para os advogados, trazendo a lume questões como a injustiça racial, os papéis de género, a destruição da inocência e a subversão de valores. Apesar da sua imensa popularidade, o livro não recebeu atenção detalhada da crítica na época.

Apesar de gostar bastante das personagens, das questões em debate e da construção da história, apesar da escrita ser bem fluída, não foi um romance que me tenha marcado particularmente, embora me pareça que me tivesse mais impacto se o tivesse lido alguns anos atrás. É um livro bonito e muito bem construído, que vai melhorando à medida que a história se desenrola.

Avaliação: 8/10

2 comentários em “Estive a Ler: Mataram a Cotovia

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close