A Divulgar: Rainbow Rowell no Facebook da Saída de Emergência

No dia 15 de setembro foi lançado o mais recente livro da autora norte-americana Rainbow Rowell, Carry On. Conhecida por escrever YA e romances adultos contemporâneos (Eleanor & Park, Fangirl e Anexos são os seus livros mais populares no nosso país), Rainbow foi convidada pela Edições Saída de Emergência para contactar os seus fãs nacionais. Assim sendo, amanhã, dia 20, a autora norte-americana estará na página de facebook da editora para responder, das 16h às 17h, a todas as questões dos seus leitores. Uma ótima oportunidade para os fãs interagirem com ela e descobrirem mais sobre a autora.

Sem Título
Fonte: http://saidadeemergencia.com
SINOPSE:
Esta é a história de Simon Snow, a personagem fictícia que povoava a vida e imaginação de Cath em Fangirl, o fabuloso romance de Rainbow Rowell

Na famosa Escola de Magia de Watford, Simon desempenha um papel especial: ele é o Escolhido, aquele que irá salvar todos do Mal. Mas a verdade é que, metade das vezes, Simon não consegue fazer a sua varinha funcionar, e, na outra metade, pega fogo a tudo. O seu mentor evita-o, a sua namorada deixou-o, e existe um monstro que se alimenta de magia e que utiliza o rosto de Simon. Para piorar as coisas, Baz, a némesis irritante de Simon, desapareceu. Só pode estar a preparar alguma!
Carry On – A História de Simon Snow está repleto de fantasmas, amor, mistérios. Tem exatamente a quantidade de beijos e de conversa que seria de esperar numa história de Rainbow Rowell – mas muito, muito mais monstros.
Anúncios

A Divulgar: Festival Bang! 2017

Está a chegar o novo evento nacional organizado pelas Edições Saída de Emergência, e promete trazer muitas surpresas. A Coleção Bang! da Saída de Emergência é uma das coleções de literatura fantástica mais reconhecidas de Portugal e vai passar a ter o seu próprio evento anual, o Festival Bang!. Nele vais poder encontrar palestras, sessões de autógrafos, uma exposição sobre Edgar Allan Poe (agora que saiu o livro Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe, com ilustrações de 28 artistas nacionais), várias  demonstrações de cosplay e momentos musicais. Para além disso vais poder contar com a presença da convidada de honra desta primeira edição, Anne Bishop, que estará em Portugal para conversar com os fãs sobre a sua obra literária.

Podes comprar já o teu bilhete no ticketline. A entrada está interdita a menores de 6 anos, dos 6 aos 10 o bilhete é gratuito e a partir dos 10, o valor da entrada é de 5 euros, valor que será descontado na compra de qualquer livro durante o evento. Na sessão de autógrafos com Anne Bishop, só será permitido autografar um máximo de três livros por pessoa, e estes deverão pertencer às edições publicadas pela Saída de Emergência. O evento será dia 28 de outubro, no Pavilhão Carlos Lopes em Lisboa.

Sem título
Fonte: Saída de Emergência

A Divulgar: Fórum Fantástico 2017

De 29 de setembro a 1 de outubro, a Biblioteca Orlando Ribeiro em Telheiras acolhe mais uma edição do tradicional Fórum Fantástico, o certame destinado a todos os fãs de Ficção Especulativa, Cosplay e Videojogos. Ontem decorreu a apresentação oficial do evento, na FNAC do Chiado, onde foi revelado o programa dos três dias de exposições, debates e tertúlias. Eu não vou faltar, e vocês? Fiquem com o programa:

29 de Setembro, Sexta-feira

10:00 – Workshop “Vem conhecer os Animais e Animenos”, com Rita Taborda Duarte e Pedro Proença

Local: Espaço Infantojuvenil

14:00 – Workshop “A Oficina do Animalário Científico”, com Rogério Ribeiro

Local: Espaço Infantojuvenil

15:30 – Sessão Oficial de Abertura do Fórum Fantástico 2017

Local: Auditório

16:00 – Sessão “A Ficção Científica: Espelho de ansiedades políticas e pessoais”, com Jorge Martins Rosa, Maria do Rosário Monteiro, Daniel Cardoso e Aline Ferreira

Local: Auditório

16:45 – Sessão “O lugar do Fantástico na Arte Contemporânea”, com Carlos Vidal, Henrique Costa e Opiarte – Núcleo de Ilustração e BD da FBAUL

Local: Auditório

17:30 – INTERVALO

17:45 – Sessão “Narrativa em Videojogos”, com Nelson Zagalo, Ricardo Correia e João Campos

Local: Auditório

18:30 – Sessão “Talking about comics…”, com Mike Carey, José de Hartvig Freitas e Filipe Melo

Local: Auditório

Sem título

30 de Setembro, Sábado

10:30 – Workshop “Mundicriação e Escrita Criativa”, com Pedro Cipriano e Bruno Martins Soares

Local: Auditório

10:30 – Workshop “Impressão 3D para Jogos de Tabuleiro”, com Artur Coelho e José Brito

Local: Biblioteca

11:00 – Abertura do Bazar de Crafts – EuroSteamCon 2017

Local: Pátio central e Pátio superior

11:00 – Animação “O Grande Caso dos Pequenos Detetives”, com Liga Steampunk de Lisboa

Local: Espaço Infantojuvenil

12:30 – INTERVALO

14:00 – Sessão “À Conversa com Especulatório”, com Maria Inês Santos, Inês Fragata e Carlos Almeida

Local: Auditório

14:30 – Sessão “Identidades autorais”, com Ana Luz, Joel Gomes e Pedro Cipriano

Local: Auditório

14:30 – Abertura do Espaço de Jogos, com Liga Steampunk de Lisboa, Clube de Estratégia do Seixal, Morapiaf e Imaginauta (até às 19:30)

Local: Biblioteca, piso térreo

15:00 – Workshop “Constrói o teu Zeppelin”, com Anna Ildefonso

Local: Espaço Infantojuvenil

15:15 – Sessão “Revolução Steampunk”, com Michel Alex (Nirvana Studios), Pedro Guerra e Catarina Leal

Local: Auditório

16:00 – Lançamento “Almanaque Steampunk” (Editorial Divergência)

Local: Auditório

16:30 – Sessão “I See Dead People!”, com Mike Carey e Linda Carey

Local: Auditório

17:00 – Duelos de Chá, com Liga Steampunk de Lisboa

Local: Pátio central

17:15 – INTERVALO / Sessões de autógrafos

17:30 – Workshop Cosplay “Como fazer Armaduras e Props”, com Angélica Elfic

Local: Espaço Infantojuvenil

17:45 – Sessão “Prémio Adamastor”, com João Barreiros e Luís Filipe Silva

Local: Auditório

18:00 – Sessão “Dormir com Lisboa”, com Fausta Cardoso Pereira

Local: Auditório

18:30 – Lançamento “Apocryphus #2”, com Miguel Jorge

Local: Auditório

19:15 – INTERVALO / Sessões de autógrafos

20:00 – JANTAR FF2017: Os Velhos do Califa

Local: Chimarrão do Campo Grande

1 de Outubro, Domingo

10:15 – Workshop “Escrita Steampunk”, com Leonor Ferrão, Diana Pinguicha, Tixa Guerreiro e Cláudia Silva

Local: Auditório

10:30 – Jogo Literário, com Especulatório

Local: Pátio central e Biblioteca, 2º piso

11:45 – Jogos Lúdicos, com Liga Steampunk de Lisboa (até às 19:00)

Local: Biblioteca, piso térreo

11:45 – Workshop “Steam it Up: Workshop de Dança de fusão Steampunk”, com Sofia Franco

Local: Espaço Infantojuvenil

11:45 – Sessão “Literatura Steampunk vs Literatura Vitoriana”, com Leonor Ferrão, Diana Pinguicha e Cláudia Silva

Local: Auditório

12:00 – Duelos de Nerfs, com Liga Steampunk de Lisboa

Local: Pátio central

14:00 – Jogos de Personagem para miúdos, com Especulatório

Local: Biblioteca

14:15 – Concurso de Cosplay, organizado por Liga Steampunk de Lisboa

Local: Auditório

14:30 – Sessão “Novas Apostas Editoriais”, com Vítor Rodrigues (Sulfúria), Sara Lutas (Minotauro) e Pedro Cipriano (Divergência)

Local: Biblioteca

15:00 – Masterclass de Ilustração “Hanuram, O Dourado”, com Ricardo Venâncio

Local: Biblioteca

15:00 – Jogos de Personagem (RPGs) para graúdos, com Especulatório

Local: Biblioteca

15:00 – Workshop “Vamos imprimir um robô?”, com Artur Coelho

Local: Espaço Infantojuvenil

15:30 – Sessão “Novas Metamorfoses Musicais”, com João Morales

Local: Biblioteca, 2º piso

16:15 – INTERVALO

16:30 – Sessão “As Escolhas do Ano”, com João Barreiros, Cristina Alves e Artur Coelho

Local: Auditório

16:30 – Workshop Cosplay “Como fazer Armaduras e Props”, com Angélica Elfic

Local: Espaço Infantojuvenil

17:15 – Sessão “Dos Corpos à Inteligência Artificial”, com Leonel Moura, Luís Carlos, Pedro Lomba e Manuel Lopes Rocha

Local: Auditório

18:00 – INTERVALO

18:15 – Sessão “Cinema Fantástico”, com João Alves, Paulo Leite, José Pedro Lopes e Cláudio Jordão

Local: Auditório

19:00 – Sessão “Orelhas de Spock, ao vivo!”, com Filipe Homem Fonseca e Nuno Duarte

Local: Auditório

19:30 – ENCERRAMENTO

Todos os dias: Durante o evento estará disponível a exposição “Hanuram, O Dourado”, com o apoio da ComicHearts, no espaço de exposições do piso térreo da biblioteca. Estará também disponível um bar, gerido pela Cacaoati, uma Feira do Livro Fantástico, gerida pela livraria Leitúria, assim como uma banca de banda desenhada da Dr. Kartoon, bancas da Credo quia Absurdum, das editoras Divergência, Saída de Emergência, e autores independentes.

Estará também disponível, no sábado e domingo, uma Feira de crafts de temática steampunk.

Organização: Épica

Curadores: Rogério Ribeiro e João Morales

Cartaz: Luís Melo

Vídeo: Luís Melo e Francisco Furtado

Organização EuroSteamCon: Liga Steampunk de Lisboa.

Aviso: O programa agora divulgado está sujeito a correções e adições até ao evento, portanto aconselha-se a consulta frequente do blogue https://forumfantastico.wordpress.com/.

Fonte: https://forumfantastico.wordpress.com/programa-ff-2017/

A Divulgar: Comic Con 2017

Faltam cerca de três meses para mais uma edição nacional do evento pop mais conceituado no nosso país: o Comic Con. Da edição deste ano, que segundo a imprensa será a última passada em Matosinhos (2018 trará o certame para Lisboa), ainda não são muitas as informações, mas os nomes de presenças confirmadas são notáveis. Dominic Purcell, o Lincoln Burrows da série televisiva Prison Break, parece-me ser o nome mais sonante até ao momento. Do mundo do cinema, Edward James Olmos, mais conhecido pelas suas participações em Battlestar Gallactica e Predador, é outra das presenças confirmadas, assim como Katherine McNamara, famosa pelos papéis em Maze Runner e Shadowhunters.

Do mundo da literatura, o destaque vai para Andrzej Sapkowski e Claire North, autores de ficção fantástica e científica que já foram publicados por mais do que uma vez pela Edições Saída de Emergência no último ano. O autor polaco é o responsável pela saga The Witcher que deu origem ao famoso videojogo, enquanto North é uma autora britânica que chegou até nós através dos livros As Primeiras Quinze Vidas de Harry August e A Súbita Aparição de Hope Arden, este último a minha melhor leitura do ano até ao momento. Ótimas razões para visitar o Comic Con.

A BD não é descurada e o ilustrador brasileiro Rafael Albuquerque, responsável pela arte de American Vampire e colaborações várias no mundo da DC como Robin, Batgirl e Superman/Batman, é outra das presenças asseguradas. E se já ouviram falar na série televisiva Jeremiah, saibam que se trata da adaptação da BD homónima de Hermann, um autor e ilustrador belga que marcará também presença na edição do Comic Con deste ano. Também presentes estarão dois ilustradores portugueses: Nuno Plati, que desenvolveu a mini-série Marvel Universe: Ultimate Spider-man e Nuno Saraiva, professor português, com obras de referência como ilustrador e autor de trabalhos gráficos como Filosofia de Ponta e Tudo Isto É Fado. De 14 a 17 de dezembro, na EXPONOR, estes serão apenas alguns dos atrativos para não faltar à Comic Con Portugal de 2017.

Sem Título
Fonte: http://www.seriesdatv.pt/comic-con-portugal-2017-dias-14-15-16-e-17-de-dezembro/
Sem Título
Fonte: https://filmspot.pt/artigo/dominic-purcell-na-comic-con-portugal-2017-10120/

A Divulgar: Ken Follett e Dan Brown em Portugal

O Grupo Bertrand parece, definitivamente, apostar todas as fichas nesta rentrée literária, e não é para menos. Após a revelação das novas apostas da editora, como Nada de Janne Teller, uma obra que chegou a ser proibida na Dinamarca, ou Creta 1941 de Anthony Beevor, a Bertrand Editora anunciou a presença em Portugal de Dan Brown para apresentar a sua mais recente e tão aguardada obra, Origem. Também a Editorial Presença convidou Ken Follett a estar no nosso país no âmbito do lançamento da sua mais recente publicação.

Ken Follett estará em Portugal já no próximo dia 24 de setembro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, para apresentar o seu novo romance, Uma Coluna de Fogo, passado no mesmo cenário – o priorado de Kingsbrigde – que os seus grandes sucessos Os Pilares da Terra e Um Mundo Sem Fim (podes ler as minhas opiniões aos livros aqui, aqui, aqui e aqui). O novo livro já se encontra nas bancas, lançado no passado dia 12 de setembro. Para estar com o autor britânico pessoalmente, é só ir ao CCB no dia 24. O evento é de entrada gratuita.

Quatro anos depois de Inferno (lê a minha opinião aqui), o autor norte-americano Dan Brown regressa às estantes nacionais com um novo thriller repleto de enigmas e simbologias protagonizado pelo já habitual Robert Landgon. Desta vez, Langdon irá procurar respostas para as origens do Homem. Origem será lançado em Portugal a 4 de outubro, e o autor estará também no Centro Cultural de Belém para apresentar o livro no dia 15, um domingo. Será um evento aberto ao público e com entrada gratuita que promete uma forte aderência, graças ao imenso sucesso de Dan Brown no nosso país. Dois dos mais populares autores mundiais, dois eventos literários que ninguém vai querer perder.

Sem Título
Fonte: Editorial Presença

 

A Divulgar: “Miracleman: A Idade de Ouro” pela G Floy Studio

A G Floy Studio Portugal irá lançar nos próximos dias o álbum Miracleman: A Idade do Ouro, de Neil Gaiman e Mark Buckingham. O livro já chegou a algumas livrarias especializadas e deverá chegar às bancas na segunda quinzena de setembro, incluindo todos os extras da edição americana. Miracleman (originalmente Marvelman) foi um dos comics mais influentes dos anos 80, segundo o press release da editora. Desconstrução ambiciosa dos super-heróis, o género dominante na altura no mercado americano, teve um impacto tremendo sobre leitores e criadores, juntando-se a uma mão-cheia de outros títulos que mudaram a face da BD americana.

Juntamente com Watchmen, fez parte de duas obras que o escritor original escreveu praticamente como “teses” auto-contidas sobre os super-heróis. Mas onde Watchmen desembocava num apocalipse, um dos finais inevitáveis da história de super-heróis (que impedia que se contassem mais histórias), Miracleman, de modo mais subtil, levava a história de super-heróis a outro final igualmente inescapável: uma Utopia dominada por super-heróis. E que histórias se podem contar numa utopia? Num mundo sem conflito, crime, sem escassez, sem as próprias neuroses a eles ligados?

O escritor original tinha-se decidido a não contar mais histórias nesse universo, mas depois do sucesso crítico e comercial da obra, depois da insistência da editora em continuar a série, Neil Gaiman, na altura um jovem argumentista britânico em ascensão, propôs-se continuar Miracleman. E o escritor original autorizou-o a isso, cedendo-lhe os direitos da série. Gaiman delineou então três arcos de história de seis comics cada. A IDADE DE OURO contaria histórias passadas nessas utopia, enquanto A Idade de Prata mostraria o regresso de Young Miracleman e as primeiras rachas naquele mundo perfeito. E A Idade das Trevas…

A IDADE DE OURO era sem dúvida o mais difícil dos três arcos narrativos, por se passar num mundo teoricamente sem conflitos. Mas Gaiman resolveu com grande elegância o desafio, secundado pelo trabalho maravilhoso de um Mark Buckingham que não era na altura tão conhecido como hoje, e que conseguiu adoptar registos diferentes para cada uma das histórias incluídas neste volume. Basta citar o estilo pop art que usou na história dos clones de Andy Warhol, usando as técnicas de repetição em massa, ou o estilo misterioso e negro da História de Espiões, ou o estilo meio cartunesco de Modas.

Sem título
Capa G Floy Studio

Formato comic (17 x 26), cores, capa dura, 192 pgs.

ISBN 978-84-16510-42-9

PVP: 15,99€

SINOPSE:

“A descrição intemporal que Gaiman e Buckingham fazem de um mundo governado por seres super-humanos continua tão interessante, desafiadora e de leitura necessária, como há duas décadas.” – James Witbrook, io9

Depois da destruição de Londres, e da derrota do seu adversário Kid Miracleman, Miracleman implementou mudanças tremendas à escala global. Das cinzas de Londres ergueu-se a sua imensa pirâmide, o Olimpo, e um mundo novo. Um mundo livre de guerra, de fome, de pobreza. Um mundo de maravilhas incontáveis. Um mundo em que peregrinos escalam o pico do Olimpo para implorar favores ao seu deus vivo, enquanto, muito lá em baixo, os mortos regressam em fantásticos corpos andróides. Hoje estamos numa IDADE DE OURO. E estas são as histórias dos seus habitantes… mas estará a humanidade pronta para a Utopia? Qual o lugar da humanidade num mundo de deuses?

Neil Gaiman (Sandman, 1602, American Gods) e Mark Buckingham (Fables) exploram as vidas de idealistas solitários, estudantes rebeldes e famílias fracturadas, em busca das constantes humanas num mundo de deuses e milagres sempre em mudança.

A Divulgar: Apresentação de “Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe” no S. Jorge

É verdade, é já esta quinta-feira, dia 7 de setembro, que o famoso autor de Vampiros e Dog Mendonça e PizzaBoy, Filipe Melo, apresenta o livro Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe, na sala 2 do Cinema S. Jorge em Lisboa. O livro é uma edição especial da Edições Saída de Emergência, que reúne os melhores contos do icónico autor, ilustrados por 28 artistas nacionais. O evento faz parte da programação do Motelx – Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa.

Consulta todas as informações sobre o livro aqui e sobre o Motelx aqui, nos posts anteriores de divulgação. Em nome da Saída de Emergência, considerem-se convidados para esta apresentação, onde poderão maravilhar-se com a obra icónica de Edgar Allan Poe.

Sem título

A pergunta impõe-se:
.
Quem foi Edgar Allan Poe? Um bardo tocado pelos deuses ou nada mais do que um homem atormentado pela loucura e pobreza e que desapareceu misteriosamente nos últimos dias antes da sua morte?
.
As histórias que deixou para trás mostram como o seu génio literário não se detinha perante nada. Abriu novos caminhos de ficção e tornou-se assim pai de histórias de detetives, pioneiro na ficção científica, um mestre do suspense e horror.Reconhecido como uma das vozes mais influentes e inspiradoras do século XIX, a presente edição especial convida-o a apreciar 28 dos melhores contos do autor ilustrados por artistas nacionais, dando a conhecer o legado de Edgar Allan Poe a novas gerações.

Está Aí: MOTELX 2017

É já amanhã que começa a edição de 2017 do MOTELX. O 11.ª Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa irá promover, como é seu apanágio, o melhor do cinema de terror internacional, fomentando igualmente a produção nacional com o maior prémio monetário para curtas-metragens no nosso país. As previsões, no que diz respeito à aderência, são as melhores. O ano passado, o MOTELX registou uma afluência de aproximadamente 20 000 pessoas nos seis dias do Festival, assim como nas sessões ao ar livre e concertos.

Já é conhecido o leque de convidados que integra a edição deste ano. Roger Corman e Alejandro Jodorowsky são os nomes grandes da edição de 2017, onde serão distinguidos como Mestres do Terror. Nos dias 6 (Corman) e 9 de setembro (Jodorowsky), estes Senhores proporcionarão aos fãs sessões de autógrafos e imperdíveis masterclasses.

Sem título

Todas as informações encontram-se disponíveis no site oficial do evento, onde se pode ter acesso ao programa e ler as seguintes informações:

«O júri do Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa 2017 é composto pela actriz Maria João Bastos, pelo realizador turco Can Evrenol e por Carlão, músico também conhecido como o “Pacman” dos Da Weasel. O Prémio MOTELX – Melhor Longa de Terror Europeia 2017 será atribuído pelos actores Rogério Samora e Íris Cayatte, e também por Kim Newman. Escritor, crítico e radialista, Newman é  considerado um dos grandes especialistas mundiais do cinema de terror. É autor da série “Anno Dracula” e editor colaborador das revistas Sight & Sound e Empire, e, para além de desempenhar funções de júri, será o moderador da masterclass com Alejandro Jodorowsky.

Com presença marcada no Festival estão também vários realizadores internacionais, a começar por Stefan Ruzowitzky, vencedor do Óscar para Melhor Filme Estrangeiro em 2007 com “The Counterfeiters”. O realizador austríaco vem ao MOTELX apresentar o “Cold Hell” com a jovem actriz alemã Violetta Schurawlow, que tem neste filme um papel a fazer lembrar Lisbeth Salander de “The Girl with the Dragon Tattoo” e Travis Bickle de “Taxi Driver”. Confirmado está também o nome mais famoso do terror holandês, autor de “De Lift” (1983) e “Amsterdamned” (1988). Dick Maas vem a Lisboa apresentar “Prey”, uma variação do tema de “Jaws” com leões e um estilo inconfundível de humor negro.

Sem título

Para além de ser júri na competição de Curtas Portuguesas, Can Evrenol apresenta no MOTELX com a sua primeira longa falada em inglês, “Housewife”. O basco Roberto San Sebástian traz “The Night of the Virgin”, filme que subverte convenções de género como se uma personagem de “American Pie” se visse subitamente encurralada no universo de Sam Raimi ou Rob Zombie.

Da Islândia vem Erlingur Óttar Thoroddsen para apresentar “Rift”, um filme de terror LGBT que tem como pano de fundo as belas e sombrias paisagens daquela ilha. Do norte da Europa chega-nos também o realizador Taneli Mustonen com “Lake Bodom”, um slasher movie finlândes que dá nova vida ao subgénero. Rupert Jones traz-nos do Reino Unido “Kaleidoscope”, um thriller protagonizado pelo irmão Toby Jones com ecos de Hitchcock em “Psycho” e Polansky em “The Tenant”. A completar a lista de realizadores internacionais com presença no MOTELX está o americano Ryan Prows. Em conjunto com a actriz Nicki Micheaux, Prows vem apresentar a sua aclamada primeira-metragem “Lowlife”, descrita como “uma variação de Tarantino para a era Trump”.

De destacar também a presença de Birgit Minichmayr, que depois de papéis em filmes como “A Queda: Hitler e o Fim do Terceiro Reich” ou “O Laço Branco” de Michael Haneke vem a Portugal apresentar “Animals”, filme do realizador polaco Greg Zglinski que estreou no Festival de Berlim.

Sem título
Alejandro Jodorowsky e Roger Corman

O MOTELX reúne também muitos convidados portugueses acarinhados pelo grande público. Para além de Maria João Bastos, Rogério Samora, Carlão e Íris Cayatte no júri, o Festival irá contar com a presença de actores como Rita Blanco, Pêpê Rapazote, José Raposo, Soraia Chaves e Ricardo Carriço na leitura ao vivo do argumento de “Linhas de Sangue”, curta-metragem de Manuel Pureza exibida no MOTELX em 2011 e que agora se vai transformar em longa.  A sessão terá lugar na Sala 2 do Cinema São Jorge no dia 10, às 17h30.

Nos eventos paralelos do Festival, destaque ainda para a literatura. Kier-La Janisse e Daniel Bird discutem os seus livros sobre Jean Rollin e Walerian Borowczyk na sessão Sangue e Rosas, e Filipe Melo apresenta “Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe”, uma colectânea publicada pela editora Saída de Emergência. O MOTELX organiza ainda uma Maratona de Escrita Fora de Horas (It’s Alive!). Para completar o desafio de escrever um conto de terror numa noite, os participantes poderão contar com o apoio de Kim Newman, Rui Cardoso Martins e Filipe Homem Fonseca, presentes em sessões de Speed Meeting durante o evento.

Os bilhetes para o MOTELX já se encontram à venda na ticketline.pt e postos de venda associados, bem no Cinema São Jorge e no Teatro Tivoli BBVA.

Relembramos que o Warm-Up do MOTELX começa já a 31 de Agosto com um concerto de Acid Acid e uma sessão ao ar livre de “Jodorowsky’s Dune” no Beco do Bar Lounge (Rua da Moeda, Cais do Sodré). Os eventos continuam no dia seguinte na FNAC do Chiado com “They Live” de John Carpenter comentado ao vivo por Manuel João Vieira e clássicos do terror latino na Cinemateca Portuguesa (também a 4 de Setembro). Sábado é dia de “Dawn of the Dead” e encontro de zombies no Largo de São Carlos e também de Glockenwise no Sabotage.»

A Divulgar: “Mulheres Perigosas” e “Os Melhores Contos de Edgar Allan Poe” pela Saída de Emergência

A Edições Saída de Emergência vai iniciar setembro com dois lançamentos imperdíveis. Dia 8 de setembro marca o lançamento de Mulheres Perigosas, mais uma antologia organizada por George R. R. Martin e Gardner Dozois, responsáveis por Rogues, que foi dividida em dois volumes no nosso país. Esta antologia inclui contos de Brandon Sanderson, Megan Abbot e Joe Abercrombie, entre outros nomes grandes da literatura de género actual. Se em Rogues (Histórias de Aventureiros e Patifes e Histórias de Vigaristas e Canalhas em português), o autor de Game of Thrones e o seu parceiro de organização ofereceram-nos ótimos contos com o tema “o malvado que toda a gente adora”, a nova antologia parece focar-se, como o título não engana, em mulheres de pouca fiabilidade. A compra desta antologia pelo site da Saída de Emergência inclui a oferta do livro Windhaven, de George R. R. Martin e Lisa Tuttle.

Tal como havia anunciado em junho, setembro marca também o lançamento de Os Melhores Contos De Edgar Allen Poe, numa publicação esmerada, com 28 histórias ilustradas por 28 artistas nacionais. A edição é em capa dura e cheia de detalhes que certamente não deixarão ninguém indiferente. Paralelamente a isso, a Edições Saída de Emergência traz Edgar Allan Poe aos escaparates nacionais também com o objetivo de fazer reviver as histórias fantásticas deste mestre do horror e dá-lo a conhecer às novas gerações.

Sem título
Fonte: http://saídadeemergencia.com/produto/-mulheres-perigosas-oferta/
Chancela: Saida de Emergência
Data 1ª Edição: 08/09/2017
ISBN: MPOFERTA
Nº de Páginas: 784
Dimensões: [16,8×25,9]mm
Encadernação: Capa Mole
SINOPSE:
Atenção: o perigo está à espreita perto destas mulheres!
 
Se procura um livro em que mulheres infelizes ficam a choramingar de pavor enquanto o herói masculino combate o monstro ou choca espadas com o vilão, este livro não é para si. Aqui encontrará mulheres guerreiras que brandem espadas, intrépidas pilotos de caças, formidáveis super-heroínas, femmes fatales astutas e sedutoras, feiticeiras, más raparigas duronas, bandidas e rebeldes, sobreviventes endurecidas em futuros pós-apocalípticos, rainhas altivas que governam nações e cujas invejas e ambições enviam milhares para mortes macabras, mulheres que não hesitam em assumir a liderança para defenderem aquilo em que acreditam.

Com organização de George R. R. Martin, que assina igualmente um conto passado no mundo de Westeros, e de Gardner Dozois, esta é uma antologia que cruza géneros literários e mistura todos os tipos de ficção, desde Megan Abbott a Brandon Sanderson.

Sem título
Fonte: http://saidadeemergencia.com/produto/-os-melhores-contos-de-edgar-allan-poe/
Chancela: Saida de Emergência
Coleção: BANG
Data 1ª Edição: 08/09/2017
ISBN: 9789897730757
Nº de Páginas: 496
Dimensões: [16.3×23.6]mm
Encadernação: Capa Dura
SINOPSE:
Edição de luxo de capa dura, com 28 histórias de terror ilustradas por 28 artistas nacionais.

Quem foi Edgar Allan Poe? Um bardo tocado pelos deuses ou nada mais do que um homem atormentado pela loucura e pobreza e que desapareceu misteriosamente nos últimos dias antes da sua morte?
 
As histórias que deixou para trás mostram como o seu génio literário não se detinha perante nada. Abriu novos caminhos de ficção e tornou-se assim pai de histórias de detetives, pioneiro na ficção científica, um mestre do suspense e horror.

Reconhecido como uma das vozes mais influentes e inspiradoras do século XIX, a presente edição especial convida-o a apreciar 28 dos melhores contos do autor ilustrados por artistas nacionais, dando a conhecer o legado de Edgar Allan Poe a novas gerações.

A Divulgar: “Who Fears Death” é o Novo Projeto de George R. R. Martin em Parceria Com a HBO

Alerta vermelho para o fandom de Game of Thrones. O autor da saga literária que deu origem à série, também conhecido por trabalhar em argumentos para televisão, está envolvido num projeto com a emissora que deu vida ao seu projeto literário. No entanto, desenganem-se se pensam tratar-se de mais uma produção baseada no mundo de Gelo e Fogo. A HBO está a preparar a adaptação do livro Who Fears Death da autora Nnedi Okorafor, e contará com George R. R. Martin como produtor executivo.  A escritora, norte-americana de ascendência nigeriana, publicou o livro em 2010, com o qual venceu o World Fantasy Award em 2011.

Who Fears Death é passada no Sudão pós-apocalíptico, onde os homens de pele branca, a tribo nuru, ostraciza os escuros okeke, cidadãos de menor estatuto social, oprimindo-os e até assassinando-os. Onyesonwu, a protagonista da história, é fruto da violação de uma okeke por um nuru, conflito com forte influência narrativa, e é também herdeira dos poderes mágicos da mãe. A autora escreveu, em 2015, uma prequela, chamada The Book of The Phoenix. Nnedi Okorafor tem em George R. R. Martin um mentor, que tem acompanhado todas as aventuras de Onyesonwu e em quem confia o desenvolvimento do seu projeto no pequeno ecrã.

Sem título
Fonte: http://readinglist.click