TAG Game of Thrones


Pois é, “bookahólicos” crónicos! Depois de algum tempo sem fazer uma TAG literária aqui pelo blogue (até porque de vez em quando faço algumas no Instagram) decidi criar uma nova. Será a TAG Game of Thrones. Já existem várias com este tema, mas penso, ou pelo menos não encontrei, nenhuma desta forma ou focada em personagens. Curiosos?

EDDARD STARK

Um livro que te fez perder a cabeça.

Já há algum tempo que não compro livros, mas entre aqueles que me fizeram perder a cabeça posso dizer que comprei As Mentiras de Locke Lamora, já depois de o ter lido, quando ele ainda custava quase 30€, tal o nível de necessidade que eu tinha de o ver na minha estante. Foi mesmo a melhor leitura que alguma vez fiz.

CATELYN STARK

Um livro que começou por te aborrecer e que acabou por te apaixonar.

N0S4A2 de Joe Hill. Não gostei muito do princípio do livro, mas acabou por ser dos que mais gostei de ler este ano. O autor aliou uma premissa muito empolgante a uma execução emocionante. Super recomendo.

Sem Título

DAENERYS TARGARYEN

Um livro que te deixou a ferver.

Acaba por ser a memória recente a vir à tona. Capustan de Steven Erikson, a segunda parte de Memories of Ice, é completamente incrível. Deixou-me a ferver de raiva, de frustração e acima de tudo de paixão por este trabalho do autor canadiano.

JON SNOW

Um livro que não te fez “saber nada”.

Os Irmãos Karamazov. Um livro super elogiado e, sinceramente, só me deu uma valente dor de cabeça. Fraquíssimo.

BRAN STARK

Um livro de te fazer saltar da janela.

Dificilmente um livro me faria saltar pela janela. Mas, numa perspetiva de me fazer saltar da cadeira, acho que It: A Coisa de Stephen King pode muito bem levar o caneco. Os únicos livros que mexeram realmente com a minha estabilidade foram do mestre do terror.

Sem Título 3

TYRION LANNISTER

Um livro pequeno, mas muito bom.

Há tantos que caberiam nesta categoria. Assim de repente, recordo-me de As Cidades Invisíveis de Italo Calvino. Divinal.

VARYS

Um livro que mexeu com aquilo em que acreditavas.

Às vezes os livros mexem com aquilo em que acreditamos sem que demos conta. Acho que Mulheres de Cinza de Mia Couto mexeu muito com o que eu acreditava ser a cultura africana e o seu olhar para com o colonialismo europeu.

SANSA STARK

Um livro que não foi aquilo que esperavas.

Estava para dizer The Shining de Stephen King, mas o livro que ele escreveu a quatro mãos com o filho Owen King foi bem mais inesperado para mim. Belas Adormecidas foi um bom livro, mas não teve nem um pouco do terror que eu esperava, tendo em conta a premissa.

Sem Título

CERSEI LANNISTER

Um livro que teimaste ler até às últimas consequências.

Tenho o hábito de ler sempre um livro até ao fim, mesmo que não goste dele. Entre os que menos gostei nos últimos anos, Eu Sou Deus de Pedro Chagas Freitas, Os Irmãos Karamazov de Dostoievski e Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll foram os mais complicados, mas este último por ter lido em inglês numa altura em que tinha mais dificuldade em fazê-lo foi onde precisei ser mais obstinado.

JAIME LANNISTER

Um livro que te fez questionar.

Ensaio Sobre a Cegueira de José Saramago. Fez-me questionar bastante sobre o quão cegos andamos nós no dia-a-dia.

ROBERT BARATHEON

Um livro que te deixou com dificuldade em levantar.

Aqueles livros que me fizeram ficar a noite toda a ler. O Código DaVinci, A Rapariga no Comboio e, aquele que vou escolher porque foi recente e lembro-me bem o que custou no dia a seguir, A Verdade Sobre o Caso Harry Quebert. Se há género literário que me deixa pregado à cama é o thriller.

Sem Título

MINDINHO

Um livro que te deixou de olhos bem abertos.

Não no sentido de ficar acordado, ou seria igual à resposta anterior, mas que me fez suspeitar da própria sombra? Como já referi Stephen King várias vezes nesta TAG vou mencionar O Terror de Dan Simmons. Não esperei que um urso gigante me entrasse pela porta, mas o clima asfixiante descrito pelo autor norte-americano deixou-me bem de olho aberto.

ARYA STARK

Um livro que te surpreendeu pela positiva.

Foram muitos, mas vou nomear desta vez O Regresso do Assassino. A partir deste livro, a macrossaga de Robin Hobb melhorou imenso e tornou-se das minhas preferidas na literatura. Mas podia elencar muitos outros, é claro.

E tu, não queres participar e fazer também a tua TAG? Diz-me de tua justiça.

Um comentário em “TAG Game of Thrones

Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close